Bia

Últimas Noticias

POLITICA

Segunda dose da CoronaVac é aplicada apenas em moradores de Vitória da Conquista

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) recebeu, ontem (10), apenas 2.508 doses da vacina CoronaVac, enviadas pela Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab).

Por ser um quantitativo de doses pequeno, a SMS informa que apenas os moradores de Vitória da Conquista estão sendo imunizados. Pessoas de outras localidades devem ser vacinadas em seus municípios.

A vacina CoronaVac em estoque está sendo usada na aplicação da segunda dose para pessoas com data de vacinação marcada para os dias 22 a 28 de abril.

POLITICA

Polícia encerra festa clandestina com ao menos mil pessoas na zona rural de Vitória da Conquista; PM está entre os frequentadores

Cerca de mil pessoas participavam de uma festa clandestina em um haras na localidade Pedra Branca, na zona rural de Vitória da Conquista, sudoeste da Bahia, na madrugada de domingo (9). As informações são da Secretária de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA).

De acordo com a SSP-BA, por volta de 1h da manhã, policiais da 92ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Vitória da Conquista) foram acionados através de denúncias anônimas sobre um evento ilegal, com som alto, no Haras LS, e deram início a averiguação.

Foi então que os policiais foram até o local, de forma descaracterizada, para acompanhar a movimentação da festa. Os policias identificaram o dono do evento, que não teve a identidade divulgada, no local em que a festa acontecia. Na festa, havia cerca de mil pessoas, todas sem máscara e sem distanciamento social.

Ainda de acordo com a SSP-BA, um policial militar estava entre os participantes da festa. A participação dele no evento será apurada pela Corregedoria da Polícia Militar.

Após a chegada dos policiais, a festa foi encerrada e o responsável pelo evento foi encaminhado ao Distrito Integrado de Segurança Pública (Disep) de Vitória da Conquista. A SSP-BA não detalhou se alguém foi preso na ação.

//g1

POLITICA

Brasil aceita doação do COI e vai vacinar delegação das Olimpíadas

O Governo Federal aceitou uma doação do Comitê Olímpico Internacional (COI) e vai vacinar os membros da delegação brasileira que irão ao Japão para as Olimpíadas e Paralimpíadas de Tóquio. A decisão é do Ministério da Saúde em conjunto com o Ministério da Defesa e o Comitê Olímpico do Brasil.

Assim, cerca de 1.500 pessoas – entre atletas, membros de comissão técnica e jornalistas envolvidos na cobertura – vão entrar no grupo prioritário do Plano Nacional de Imunização (PNI). O Ministério da Saúde convocou uma coletiva de imprensa na manhã desta terça-feira (11) para anunciar os detalhes.

As vacinas vão ser cedidas pelo COI, não sendo retiradas das doses obtidas pelo Governo Federal para imunizar a população. Além disso, para cada dose cedida para imunizar a delegação brasileira que vai para as Olimpíadas, o COI vai doar outras duas ao SUS para vacinar os brasileiros.

//metro1

POLITICA

Apoio a músicos e artistas locais será debatido em audiência pública nesta terça-feira

Será realizada nesta terça-feira, 11, pelo Sistema de Deliberação Remota (SDR), da Câmara Municipal, uma audiência pública para debater o apoio aos artistas e músicos da cidade, com o objetivo de amenizar os impactos causados pela pandemia na área da cultura.

A audiência foi proposta pelos vereadores Orlando Filho (PRTB), Alexandre Xandó (PT) e Valdemir Dias (PT). Após ouvir as demandas dos artistas locais, os representantes das classes e autoridades locais vão buscar meios de viabilizar os apoios junto ao Fundo Municipal de Cultura, entre outros meios, que possam amenizar a situação da categoria que vem sofrendo desde o início a pandemia.

O debate acontece nesta terça-feira, 11, às 19h30, com transmissão pelos canais online da Casa: Facebook e You Tube.

POLITICA

Chico Estrella deixa ‘Oposição’ e passa a ser o novo líder do Governo Sheila Lemos (DEM) na Câmara, Leia Carta

No final da noite deste domingo do Dia das Mães, o zap da redação do BCS recebeu um texto encaminhado por um leitor do nosso blog (leia íntegra abaixo). Na carta do vereador Chico Estrella (PTC), ex aliado do finado prefeito Herzem e até então, um dos mais ferrenhos críticos da prefeitura, ele anuncia que deixa a Bancada de Oposição da Câmara de Vereadores de Vitória da Conquista, para ser líder do governo Sheila Lemos na dividida Câmara de Vereadores de Vitória da Conquista.

“Meus amigos Andreson, Ricardo Babão, Valdemir, Jacaré, Xandó, Luciano e a mais bela entre as belas, Viviane, preciso das suas orientações, críticas e conselhos, para que possa desempenhar bem a minha nova função!
Sabendo que poderei contar com todos, desde já agradeço!
Muito obrigado por tudo!” – Chico Estrella

Nossa redação entrou em contato com o vereador Chico Estrella, via whatsapp. O edil confirmou a autoria do texto e está confiante que terá liberdade de também opinar e ser ouvido, no governo Sheila Lemos. “Ela quer fazer muitas mudanças”, afirmou Estrella.

Meus queridos amigos da Bancada de Oposição, em especial meu Presidente Valdemir: gostaria de lhes agradecer pelo aprendizado, pelo tempo a mim dispensado e pelo carinho com que fui tratado durante esses quase cinco meses.
Fui convidado pela Exma Prefeita para assumir a liderança do governo.
Medir os prós e os contras, e resolvi aceitar.
Gostaria de contar com o apoio de todos nessa minha mais nova empreitada.
Certo de que terei esse apoio, e entendimento, fico a disposição para que possamos juntos continuar o nosso trabalho pelo bem da nossa querida Vitória da Conquista.
Fiz minhas ponderações, minhas exigências e minhas reivindicações, e tive a garantia de que seremos sempre ouvidos, principalmente aqueles que efetivamente tem a independência de criticar e apontar os erros e equívocos, que por ventura apareçam na administração, a Bancada de Oposição!
Gostaria do apoio e da condescendência dos meus colegas, para que consiga desempenhar a altura essa nova função, que dependerá exclusivamente dos meu pares!
A grandeza do ser humano não está no quanto ele sabe, mas no quanto ele tem consciência que não sabe, e preciso muito de vocês, para um maior aprendizado.
Meus amigos Andreson, Ricardo Babão, Valdemir, Jacaré, Xandó, Luciano e a mais bela entre as belas, Viviane, preciso das suas orientações, críticas e conselhos, para que possa desempenhar bem a minha nova função!
Sabendo que poderei contar com todos, desde já agradeço!
Muito obrigado por tudo!
Seu sempre colega, Chico Estrella!

 

//blogdocaique

POLITICA

Nova York quer oferecer vacina a turistas

A cidade de Nova York nos Estados Unidos anunciou nesta semana a intenção de oferecer a vacina da Johnson & Johnson a qualquer turista que desembarque por lá. O anúncio foi feito pelo prefeito Bill de Blasio nesta quinta-feira (06). A medida, no entanto, ainda precisa da aprovação estadual.

Segundo o gestor municipal, a cidade deseja instalar locais de vacinação contra Covid-19 móveis em várias atrações turísticas da cidade – como a Times Square, Brooklyn Bridge Park e Highline – para oferecer a vacina J&J. Segundo Blasio, a vacinação para turistas deve começar assim que o governo do estado conceder a autorização necessária. A oferta, no entanto, não se estende a brasileiros, já que as viagens entre Brasil e EUA ainda são alvos de restrições.

//metro1

POLITICA

Vacina Oxford começa a ser fabricada 100% no Brasil na próxima semana

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) deve começar a fabricar a vacina Oxford/AstraZeneca contra a Covid-19 com o ingrediente farmacêutico ativo (IFA) produzido no Brasil a partir do próximo sábado (15). A previsão foi feita pelo vice-presidente da instituição, Mario Moreira, em entrevista coletiva do Ministério da Saúde, em Brasília, nesta sexta-feira (7).

Segundo a declaração, a fundação está em condições de produzir e obteve a certificação de boas práticas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Nos próximos dias, no entanto, procedimentos de avaliação ainda pendentes serão realizados, bem como o processo do registro definitivo do imunizante.

“Vamos ter que produzir lotes de validação acertados com procedimentos internacionais e a partir daí a gente já começa a produzir em escala industrial. Os testes deverão aguardar o registro definitivo da Anvisa. A expectativa é que em outubro tenhamos a liberação para entregar estes lotes produzidos de maio em diante”, disse Moreira.

POLITICA

Números da dengue caem em Conquista, mas os cuidados continuam necessários

Os números da dengue registrados nos quatro primeiro meses do ano são bem menores que o mesmo período do ano passado, quando o total de casos confirmados chegou a 212, enquanto este ano foram registrados apenas 33 casos confirmados, uma redução de 84%. No total das três arboviroses, incluindo com zika e chikungunya, em 2020 foram 216 casos e em 2021, somente 50 casos.

Já a quantidade de pessoas com zika e chikungunya aumentou este ano. Em quatro meses, foram registrados seis casos de zika, ante dois do ano passado, e 11 de chikungunya e ante dois casos em 2020, de acordo com o boletim informativo do Centro de Controle de Endemias, da Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

Ainda aguardam por resultado laboratorial, 85 pacientes notificados com suspeita de dengue e outros 27 pacientes com suspeita de chikungunya. Outros 224 casos foram descartados após análise laboratorial.

Apesar de os números da dengue serem menores que os do ano passado, o setor de Endemias lembra que a quantidade de casos ainda é preocupante, especialmente de zika e chikungunya, e reforça a necessidade de cada morador do município continuar vigilante para evitar a transmissão das doenças.

Para isso, é preciso se livrar de qualquer tipo de água parada que favoreça a reprodução do mosquito. Em caso de sintomas característicos de uma dessas doenças, procure a unidade de saúde mais próxima para receber atendimento. Denúncias ou solicitação da visita dos agentes de endemias podem ser feitas pelo número (77) 3429-7421.

POLITICA

Nas redes, moradores do Jacarezinho relatam drama e apontam excessos da polícia

Moradores relataram, nas redes sociais, que houve abuso policial na ação que ocorreu na manhã de quinta-feira, 6, na favela do Jacarezinho, na zona norte da cidade do Rio de Janeiro. As denúncias vão desde invasão de residências e confisco de celulares até execução de pessoas e descaracterização das cenas onde houve mortes. Na intervenção realizada pela Polícia Civil, 25 pessoas morreram, entre elas um policial e 24 moradores. A ação é a mais letal da história do Rio.

No twitter, circularam fotos de um rapaz sentado em uma cadeira roxa, com a mão na boca e com vários tiros no corpo. Questionado sobre a imagem em coletiva de imprensa realizada na quinta-feira, 6, o delegado Fabrício de Oliveira, à frente da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) e que participou da intervenção, confirmou que a imagem era de um dos mortos, mas disse que as circunstâncias em que ela foi feita serão apuradas.

Para o advogado criminalista Joel Luiz Costa, que coordena o Instituto de Defesa da População Negra (IDPN) e é morador do Jacarezinho há 32 anos, esse é um caso em que é possível verificar indícios de execução. “O rapaz tem um tiro na altura do tórax e tem um buraco na mesma altura da cadeira, então em algum momento houve tiro naquela cadeira”, disse ao Estadão.

Costa, que circulou pela favela e visitou casas de moradores, afirmou que viu um cenário de guerra. “Descaracterizaram a cena do crime, removeram cadáver, alteraram as coisas de lugar, o que dificulta a perícia”, disse. Desde a quinta-feira, 6, o advogado tem compartilhado vídeos e informes no Twitter, questionando se o número de mortes acabou com o tráfico de drogas no Jacarezinho.

Segundo os moradores, policiais entraram na casa e mataram um homem desarmado dentro do quarto de uma menina de 9 anos, que testemunhou a cena. No colchão, no piso e nas paredes, ficaram as marcas de sangue e restos de massa encefálica.

//istoe

 

POLITICA

Hipertensos e diabéticos de 40 ou mais anos poderão se vacinar neste sábado

Neste sábado (8), a vacinação segue em todos os pontos espalhados pelo município, das 9h às 13h, desta vez, incluindo também pessoas de 40 a 59 anos com hipertensão e diabetes mellitus, trabalhadores da Educação de 40 a 59 anos, pessoas de 18 a 59 anos com transplante, síndrome de Down ou imunossupressão e idosos de 60 anos ou mais.

 

 

 

 

A vacinação vai ocorrer nos seguintes pontos fixos para pedestres da quadra da Igreja Nova Sião, Escola Municipal Professora Fidelcina Carvalho Santos, Colégio Paulo VI, Paróquia Rainha da Paz, Salão Paroquial da Santa Luzia e quadra esportiva da Fainor e no drive-thru na Universidade Federal da Bahia (Ufba).

 

Para comprovação, os portadores de hipertensão e diabetes devem apresentar relatório médico, receita médica ou cadastro de acompanhamento da Unidade de Saúde de referência. Já os trabalhadores da Educação devem apresentar o contracheque de abril de 2021. As pessoas transplantadas, com síndrome de Down e imunossupressão, com idade entre 18 e 59 anos, devem levar o relatório médico e/ou receita médica. Todos os públicos incluídos na vacinação devem apresentar o documento pessoal com CPF.

 

 

 

 

 

A aplicação da 2ª dose da vacina Oxford/Fiocruz vai estar disponível apenas nos pontos fixos de pedestres, onde estarão vacinando com a primeira dose. Serão vacinadas as pessoas que estiverem com data de retorno marcado no cartão de vacina para o dia 8 de maio.

 

Hipertensão – De acordo a Resolução nº 77 da Comissão Intergestores Bipartite da Bahia (CIB), são consideradas hipertensas pessoas com hipertensão arterial resistente (HAR) – quando a pressão arterial (PA) permanece acima das metas recomendadas com o uso de 3 ou mais anti-hipertensivos de diferentes classes, em doses máximas preconizadas e toleradas, administradas com frequência, dosagem apropriada e comprovada adesão ou PA controlada em uso de 4 ou mais fármacos antihipertensivos; hipertensão arterial estágio 3 – PA sistólica >=180mmHg e/ou diastólica >= 110mmHg independente da presença de lesão em órgão-alvo (LOA) ou comorbidade; hipertensão arterial estágio 1 e 2 com lesão em órgão-alvo e/ou comorbidade – PA sistólica entre 140 e 179 mmHg e/ou diastólica entre 90 e 109mmHg na presença de lesão em órgão-alvo e/ou comorbidade.

 

Doenças crônicas – Na imunização de pessoas com doenças crônicas e condições clínicas especiais, de 18 a 59 anos, estão incluídos apenas indivíduos transplantados de órgão sólido ou de medula óssea; pessoas vivendo com HIV; doenças reumáticas imunomediadas sistêmicas em atividade e em uso de dose de prednisona ou equivalente maior de 10 mg/dia ou recebendo pulsoterapia com corticoide e/ou ciclofosfamida; demais indivíduos em uso de imunossupressores ou com imunodeficiências primárias; pacientes oncológicos que realizaram tratamento quimioterápico ou radioterápico nos últimos seis meses, e neoplasias hematológicas.

POLITICA

Em ‘dose dupla’, Bahia tenta vaga na final contra xará de Feira

Além da disputa pelo título na Copa do Nordeste, o Bahia enfrenta o Bahia de Feira neste sábado (8) para decidir quem vai para a final do Campeonato Baiano. Um grupo de conselheiros do Tricolor inclusive publicou nota criticando a Federação Bahiana de Futebol (FBF) pela marcação do jogo para o mesmo dia e poucas horas após a decisão do Nordestão. Este será o jogo de ida da semifinal da competição, a qual o Bahia é o atual tricampeão.

Do outro lado da chave, Juazeirense e Atlético de Alagoinhas medem forças para definir quem vai enfrentar um dos “dois Bahias” na decisão. Essa é a terceira temporada seguida que o maior rival do Esquadrão, o Vitória, fica de fora. Na última rodada do Baianão, o Bahia bateu a Jacuipense por 1 a 0, enquanto o Bahia de Feira deu 3 a 0 na UNIRB. Já na penúltima rodada, os “Bahias” se encontraram e quem levou a melhor foi o Tricolor da capital: venceu o rival de Feira de Santana pelo placar de 1 a 0.

Na primeira fase da competição, o Bahia, que usa o time de transição, ficou em 3º colocado, com quatro triunfos, três empates e duas derrotas. Já o Bahia de Feira ficou em 2º lugar, com os mesmos quatro triunfos, três empates e duas derrotas, mas com maior saldo de gols. Por ter ficado em melhor colocação do que o Esquadrão no Baianão, o Bahia de Feira decide o jogo em casa.

Ficha técnica:

Bahia x Bahia de Feira, jogo de ida da semifinal do Campeonato Baiano;

Onde: Pituaçu, Salvador;

Quando: quarta-feira, 5 de maio, às 19h30 (de Brasília);

Provável time do Bahia: Dênis Júnior; Douglas Borel, Ignácio, Gustavo Henrique e Felipinho; Bruno Camilo, Caio Mello e Pablo; Daniel Penha, Gustavo e Marcelo Ryan. Técnico: Cláudio Prates;

Provável time do Bahia de Feira: Jean; Eduardo, Paulo Paraíba, Wesley, Cazumba; Hércules, Diones, Bruninho; Pedro Neto, Thiaguinho e Deon. Técnico: Oliveira Canindé;

Arbitragem: Marielson Alves Silva, auxiliado por Paulo de Tarso Bregalda Gussen e José Carlos Oliveira dos Santos.

 

//metro1

POLITICA

Gestores da Smed recebem vereadores para tratar de demandas da Educação

Nesta quinta-feira (6), o secretário municipal de Educação, Edgard Larry, acompanhado da secretária adjunta, professora Selma Oliveira, recebeu os vereadores Subtenente Muniz e Orlando Filho, que levaram à discussão pautas como o plano de retomada das aulas presenciais, propostas de ações conjuntas entre a Câmara de Vereadores e a secretaria e demandas da comunidade, a exemplo de reformas e ampliações de escolas.

“Viemos para conhecer a nova gestão da Secretaria de Educação, seus anseios e objetivos. De uma forma satisfatória, acreditamos que esta será uma gestão profícua e que, acima de tudo, alcançará nossos jovens, adolescentes e adultos, com o direito essencial que é deles: a educação”, comentou o vereador Orlando Filho, que, na oportunidade, representou também a Comissão Especial de Enfrentamento à Covid-19 da Câmara de Vereadores. Ele antecipou que, no próximo dia 31, será realizada uma audiência pública para discutir a Educação e os efeitos da pandemia.

Para o Subtenente Muniz, o diálogo entre os poderes Executivo e Legislativo é fundamental, por isso, ele espera que projetos conjuntos que beneficiem o município sejam implementados. “O diálogo, sem dúvida, é de suma importância porque ninguém trabalha sozinho. O Poder Legislativo tem não só o papel de fiscalizar, mas também de auxiliar o Poder Executivo a desempenhar o seu papel em ações que vão beneficiar a comunidade, principalmente, na área da Educação”, destacou Muniz.

Opinião semelhante tem o secretário Edgard Larry. O gestor acredita que o diálogo é a melhor ferramenta para construir as soluções necessárias. “Por isso, estaremos sempre de portas abertas ao Poder Legislativo, que tem uma função muito importante que é representar os anseios da comunidade. Vamos construir os melhores caminhos de forma dialogada”, concluiu.

POLITICA

Bahia tem 5º maior índice de violência sexual do país; quase 10% das mulheres já sofreram abuso

Na Bahia, em 2019, 776 mil pessoas de 18 anos ou mais de idade afirmaram ter sofrido violência sexual alguma vez na vida, o que corresponde a 7% desta população. Era o quinto maior percentual entre os estados e superior ao nacional, que é de 5,9%. Além disso, no estado, a proporção dos adultos que relataram ter sofrido violência sexual em algum momento da vida chegava a 9,4% entre as mulheres. Os dados foram divulgados nesta sexta-feira (9) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O número absoluto de mulheres vítimas de violência sexual (554 mil) era 71,5% do total do estado, ou seja, de cada 10 pessoas que sofreram esse tipo de abuso alguma vez na vida, 7 eram mulheres.

Além de ser predominantemente feminina, a violência sexual em algum momento da vida também atingia principalmente os jovens (11,5% das pessoas de 18 a 29 anos informaram ter sido vítimas), pessoas com nível superior completo (8,3% foram vítimas) e quem declarava cor preta (9,3% foram vítimas).

//metro1

POLITICA

Rio de Janeiro descobre mutação na variante de Manaus do novo coronavírus

Mais uma variante do novo coronavírus foi descoberta no Rio de Janeiro. Ela foi batizada como P1.2, por ser produto de uma mutação ocorrida na linhagem P.1, conhecida por ter sido identificada em Manaus e ter se espalhado pelo Amazonas, antes de alcançar o restante do país.

A descoberta foi comunicada pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) do Rio de Janeiro, nesta quinta-feira (6), depois de análises de genomas feitas pelo Laboratório Central Noel Nutels (Lacen/RJ) entre os dias 24 de março e 16 de abril.

O mapeamento foi feito com 376 amostras de 57 dos 92 municípios do estado. O estudo mostra que a linhagem P.1 está presente em todas as regiões e continua prevalente: foi encontrada em 91,49% das amostras positivas analisadas.

A nova variante, contudo, já aparece na segunda posição, com 5,85%, à frente da B.1.1.7, de procedência do Reino Unido, presente em 2,13%, e a P.2, que responde por 0,53% dos casos do estado.

Subsecretária de Vigilância em Saúde da SES, Cláudia Mello, idealizadora da pesquisa, explica que a nova variante já está presente em pelo menos três regiões do estado.

“A nova variante foi encontrada principalmente na Região Norte, mas também em amostras nas regiões Metropolitana, Centro e Baixada Litorânea. A partir deste resultado, o monitoramento segue aprofundando os efeitos que poderão ser apresentados, ou seja, o comportamento epidemiológico da variante. Até o momento, não se pode avaliar se é mais transmissível ou letal”, afirma.

De acordo com a Rede Genômica da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), que recebe dados de sequenciamentos genômicos feitos também por outras instituições no país, já foram encontrados no Rio de Janeiro outras 32 variantes do novo coronavírus. A descoberta da SES ainda não consta na lista.

Na última quarta-feira, o Rio de Janeiro registrou 7,5 mil novos casos de Covid-19 no intervalo de 24 horas, o segundo maior número desde o início da pandemia. De cordo com a SES, o estado atingiu também a maior média móvel desde o início da pandemia, com 3.922 novos casos diários.

O Rio de Janeiro já tem 761.216 infecções confirmadas desde o início da pandemia que provocaram 45.581 mortes – números que colocam o estado como sétimo em maior número de casos e segundo em quantidade de óbitos, atrás apenas de São Paulo, que soma 98.710 vítimas.

 

//cnn

POLITICA

Deam pede apoio da Câmara para dar celeridade à implantação do Núcleo de Atendimento à Mulher

Vereadores visitaram o prédio para onde a Deam será realocada

Na manhã desta quinta-feira, 06, a Câmara Municipal de Vitória da Conquista participou de uma reunião na Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam), para conhecer a estrutura do espaço atual e o novo local (antigo prédio do Detran) para onde a delegacia será realocada.

No prédio será implantado o Núcleo de Atendimento à Mulher, o primeiro da Bahia. Nesse espaço, que está dependendo de retomada da reforma por parte do Governo do Estado, vão funcionar a Deam, a Ronda Maria da Penha, consultório médico para exames sexológicos e de corpo delito, sala de psicólogo, entre outros serviços voltados especificamente para o atendimento à mulher.

Segundo a delegada Gabriela Garrido, os vereadores foram convidados para visitar a Deam e conhecer o trabalho desenvolvido lá, bem como conhecer o projeto do 1º Núcleo de Atendimento à Mulher na Bahia, que depende de articulação política para ser implantado. “O projeto já pronto, tem dotação orçamentária, a reforma do prédio começou, mas não sabemos o motivo de a obra ter sido suspensa, quando a previsão era de ter sido entregue no final de 2020. Nossa expectativa é que a Câmara possa fazer essa articulação para dar celeridade à obra”, informou.

Ainda conforme a delegada, a Deam tem uma média de 400 registros mensais de violência. No primeiro trimestre deste ano (janeiro a março), foram enviados à justiça 1.389 inquéritos.

Apesar da demanda, a Delegacia da Mulher enfrenta, além da falta de estrutura física, outros problemas que dificultam o trabalho: falta de equipamentos, de servidores e de material de consumo, a exemplo de papel e tinta de impressora. “Nossa demanda é imensa, o número de vítimas é muito alto, um problema grave que vem aumentando com a convivência forçada dos casais em face da pandemia, mas enfrentamos muitas dificuldades para prestar o atendimento necessário a essas mulheres”, explicou. (mais…)

POLITICA

Dudé destaca reformas do Regimento Interno e da Lei Orgânica do Município em entrevista ao Balanço Geral 

Na tarde desta quarta-feira, 05, o presidente da Câmara Municipa de Vitória da Conquistal, vereador Luís Carlos Dudé (MDB), concedeu entrevista ao Programa Balanço Geral, da Rede Record, apresentado pelo jornalista Tom Ribeiro. E

ntre os diversos assuntos tratados estão as reformas do Regimento Interno e da Lei Orgânica do Município. Dudé esclareceu a necessidade da reforma do RI, criado em 2008 e reformulado em 2012, mas que se tornou omisso em diversas situações, como a questão da pandemia que exigiu a tomada de decisões não previstas no documento, a exemplo da posse virtual do ex-prefeito Herzem Gusmão, que se encontrava hospitalizado.

 

Outro assunto tratado foi o novo Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano (PDDU), e a reforma administrativa, que, segundo Dudé, tornaram-se necessários e urgentes diante do atual contexto.

 

A relação harmoniosa do legislativo conquistense com o Executivo Municipal também mereceu destaque. Dudé reforçou a importância da boa relação entre os dois poderes para dar celeridade ao desenvolvimento de Vitória da Conquista, visando, entre outras coisas, a geração de emprego e renda. “Veja que a última indústria que chegou à cidade foi em 2004, gerando 1.700 empregos diretos, depois disso não veio mais nada”, disse.

 

A barragem do Rio Pardo também recebeu a atenção do vereador. Segundo Dudé, o projeto já está pronto e só depende de empenho político para atrair os recursos necessários à construção da barragem.

 

Obras do Finisa – A execução das obras do Finisa 1 e 2 foi abordada durante a entrevista. O presidente informou que, graças à Câmara, o Município recebeu R$ 45 milhões do Finisa I, e R$ 60 milhões do Finisa II, para a realização de diversas obras estruturantes em bairros como Conveima I, Bruno Bacelar, Renato Magalhães, além de reforma do Murilão, revitalização do Rio Verruga e do Poço Escuro, Estação de Transbordo, substituição da iluminação antiga por lâmpadas de led, entre outras. “‘Eu digo sempre que essas obras têm a digital da Câmara de Vereadores”, afirmou.

 

Outros – Também foram tratados temas relacionados às demandas da Zona Rural, atuação das comissões permanentes da Câmara, apoio ao futebol feminino, a relação com os novos vereadores, inauguração da Rádio Câmara FM e o retorno das sessões presenciais, marcado para o dia 04 de agosto, após o recesso de meio de ano.

POLITICA

WhatsApp libera transferência pelo app. Veja como funciona e tire suas dúvidas

O WhatsApp liberou as transferências de dinheiro por meio do aplicativo sem o pagamento de taxas. Mas o serviço ainda não está disponível para todos e será habilitado de forma gradual pela empresa nas próximas semanas. É preciso atualizar os aplicativos na loja de apps, independentemente se o sistema operacional do smartphone é Android ou iPhone.

Por enquanto somente as transferências entre pessoas físicas estarão disponíveis. Neste início de funcionamento, somente conseguirão usar o serviço os usuários que tenham cartões de débito com bandeiras Visa ou Mastercard, pré-pagos ou combos com bancos parceiros.

Veja neste guia como proceder para ativar a nova função de pagamentos do WhatsApp e tire suas dúvidas sobre a novidade:

 

Como vai funcionar a transação?

Para adicionar um pagamento pela primeira vez deve-se seguir estes passos:

Abra a conversa com o contato para o qual você deseja enviar o dinheiro, toque no ícone do clipe (Anexar) e depois em Pagamento.

Escreva o valor do pagamento na tela seguinte e toque em “Continuar” na tela do Facebook Pay.

Em seguida, toque em “Continuar” para aceitar os Termos de Serviço e a Política de Privacidade de Pagamentos no WhatsApp, os Termos de Serviço e a Política de Privacidade do Facebook, os Termos de Serviço e a Política de Privacidade do Facebook Pagamentos e os Termos de Serviço e Política de Privacidade da Cielo.

Crie um PIN de 6 dígitos para o Facebook Pay. E insira seu PIN do Facebook Pay novamente para confirmá-lo e toque em Avançar.

Segundo o WhatsApp, é possível usar sua impressão digital ao invés de inserir seu PIN, na opção Usar Impressão Digital. Caso contrário, toque em Pular para inserir seu PIN manualmente.

Insira seu nome, sobrenome e CPF. Em seguida, toque em Avançar.

Adicione os dados do seu cartão, incluindo o número do seu cartão de débito, a data de validade e o código CVV. E verifique os dados com um código que pode ser enviado por SMS ou e-mail.

Toque em Salvar. Pronto, pode fazer o pagamento.

 

 

Há limite de valor para transferência? E de número de operações?

O WhatsApp estabeleceu limites de valores e número de transações. Um usuário poderá enviar até R$ 1 mil por transação e receber até 20 pagamentos por dia, com um limite de R$ 5 mil no mês. Os bancos parceiros da empresa poderão estabelecer um limite menor, se for o caso.

 

 

Há cobrança de taxa para efetuar a transação?

O WhatsApp anunciou que seus usuários poderão transferir dinheiro entre si por meio do aplicativo sem o pagamento de taxas.

 

Preciso ter cartão para fazer a transferência?

Sim. Para enviar e receber dinheiro de amigos e familiares, você precisa configurar o Facebook Pay e adicionar um cartão pré-pago, um cartão de débito ou um cartão múltiplo com a função débito emitido por um dos bancos participantes. Cartões de crédito não podem ser usados neste momento.

Para fazer transferências, é necessário ter um número de celular do Brasil. Só serão permitidas transações dentro do país e em real.

 

 

Preciso ser correntista de banco para usar a nova função?

Sim. Neste início de funcionamento, somente conseguirão usar o serviço os usuários que tenham cartões de débito com bandeiras Visa ou Mastercard, pré-pagos ou combos dos seguintes bancos ou instituições:

 

Banco do Brasil

Banco Inter

Bradesco

Itaú

Mercado Pago

Next

Nubank

Sicredi

Woop Sicred

Bradesco, Itaú, Banco do Brasil, Next e Mercado Pago informaram que seus clientes poderão efetuar transferências de dinheiro usando o aplicativo de troca de mensagens WhatsApp nas próximas semanas.

 

É necessário aceitar a nova política de privacidade do WhatsApp para ter acesso aos pagamentos?

Não. Segundo o WhatsApp, não há relação entre a nova função e a nova política de privacidde do aplicativo. A atualização dessa política, anunciada em janeiro, está relacionada a mudanças em conversas opcionais com negócios e para fornecer mais transparência sobre como os dados são coletados e compartilhados.

 

Empresas também podem usar o novo meio de pagamento?

Por enquanto, somente as transferências entre pessoas físicas estarão disponíveis. Os pagamentos para empresas ainda estão sob análise do Banco Central. De acordo com o WhatsApp, que pertence ao Facebook, a empresa continua trabalhando com a autoridade monetária para disponibilizar essa função.

 

A operação é segura?

Segundo o WhatsApp, o novo serviço é protegido por “várias camadas de segurança”, como o PIN e a própria biometria em dispositivos compatíveis. A criptografia entre o telefone e os servidores WhatsApp também reforça a segurança das informações.

A empresa disse ainda que o envio do dinheiro só é feito após o fornecimento de dados corretos do cartão de débito ou combo e verificação se o usuário está autorizado a fazer a transferência.

Em nota, a Visa explicou que os pagamentos via WhatsApp serão protegidos por um identificador digital — o token. E a Cielo ressaltou que o cartão precisa ser validado pelos emissores participantes da iniciativa antes de o usuário do WhatsApp poder utilizar o serviço.

Ainda assim, especialistas alertam que os golpes no app podem aumentar com a nova funcionalidade.

– Os criminosos se aproveitam sempre de novidades e da falta de conhecimento e familiaridade dos usuários com os novos recursos lançados – afirmou ao GLOBO o especialista em cibersegurança Denis Riviello, da Compugraf.