Bia

Últimas Noticias

POLITICA

Ministério da Educação divulga IDEB da Rede Municipal de Ensino de Vitória da Conquista

O Ministério da Educação (MEC) divulgou, nesta terça-feira (15), o Índice de Desenvolvimento da Educação (Ideb) 2019. O indicador avalia a qualidade dos ensinos fundamental e médio do país, com base no desempenho dos estudantes nos exames de Língua Portuguesa e Matemática do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (Saeb).

De acordo com os dados, Vitória da Conquista atingiu as metas projetadas tanto para os anos iniciais quanto para os finais. Em 2019, a meta projetada pelo MEC para os anos iniciais era de 5,2 e a Rede Municipal de Educação alcançou 5,6 (a nota inclusive está acima da projetada para 2021). Já para os anos finais, a meta era 4,4 e o município alcançou 4,6 (nota projetada para 2021).

As provas do Saeb foram aplicadas em Vitória da Conquista em outubro de 2019 para aproximadamente 5 mil estudantes do 5º e 9º ano do Ensino Fundamental, em 45 escolas da zona urbana e 20 da zona rural.

POLITICA

Após veto parcial a perdão de dívidas de igrejas, bancada evangélica se reúne com Bolsonaro

A bancada evangélica no Congresso se reúne hoje (16) com o presidente Jair Bolsonaro no Palácio do Planalto. O encontro acontece dias após Bolsonaro vetar parcialmente a proposta aprovada por senadores e deputados para perdoar dívidas tributárias das igrejas.

Na reunião, os parlamentares devem discutir possíveis soluções para o tema. O próprio Bolsonaro foi ao Twitter, logo depois de decretar os vetos por conselho do ministro Paulo Guedes e sua equipe econômica, para dizer que, se fosse deputado, votaria a favor do perdão.

A bancada já havia se reunido na tarde de ontem (15), pela internet, para traçar uma estratégia em relação à pauta.

//metro1

POLITICA

PL declara apoio à chapa petista encabeçada pelo deputado Zé Raimundo Fontes

Anuncio de apoio ocorreu na noite desta terça-feira, 15

Nesta terça-feira, 15, o Partido Liberal (PL) realizou convenção para homologação da chapa de candidatos a vereador e anúncio de apoio à chapa majoritária. Ao todo, 26 candidatos disputam uma vaga pela sigla para o legislativo conquistense.
A convenção foi marcada por discursos calorosos sobre quem o partido apoiaria para prefeito nessas eleições: de um lado, Romilson Filho, do Grupo Independente; do outro, o deputado Zé Raimundo Fontes, do Partido dos Trabalhadores (PT).

Convenção do Partido foi realizada na Câmara Municipal

Com a saída da maior liderança do partido no município, vereador Luciano Gomes, para o PCdoB, a decisão de apoio ficou por conta dos Diretórios Estadual e Nacional. O deputado federal João Bacelar (PL) esteve na cidade, na noite desta terça-feira, depois de ter participado da convenção para homologação da candidatura de Cézar Ferreira a prefeito de Belo Campo, e após conversar com os representantes do Grupo Independente e do PT, decidiu marchar com Zé Raimundo.
Segundo Bacelar, a decisão foi bem amadurecida e levou em conta a experiência de Zé Raimundo enquanto professor e enquanto deputado, com uma forte atuação no município e na Assembleia Legislativa. “Decidimos que o 22 ficará com Zé Raimundo numa chapa vencedora que conta com apoio também do governador Rui Costa”, disse.
O presidente do PL, Leonardo Gomes, e o vice-presidente, Messias Carvalho, reforçaram o apoio levando em conta as orientações do deputado João Bacelar. “Essa era uma decisão que não cabia apenas ao diretório local, precisávamos ouvir também o deputado João Bacelar que tem tido muita atenção com Vitória da Conquista, inclusive com emendas para diversas obras. Essa decisão não podia passar somente por nós, porque o partido tem diretrizes e a gente entende que não se consegue uma gestão vitoriosa sem ajuda dos deputados estaduais e federais”, disseram, acrescentando que o PL está respaldado no compromisso com o desenvolvimento de Vitória da Conquista.

 

POLITICA

Bancada evangélica diz ter votos para derrubar veto do perdão às igrejas

O presidente da bancada evangélica da Câmara, Silas Câmara, afirmou ter maioria para manter o perdão às igrejas do pagamento de quase R$ 1 bilhão em dívidas com a Receita e ainda a isenção do pagamento da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) daqui para frente. Para um veto presidencial ser rejeitado é preciso o apoio da maioria absoluta dos parlamentares de cada uma das Casas (41 votos no Senado e 257 votos na Câmara). As informações são do Estadão.

“A bancada evangélica vai se reunir amanhã (nesta terça-feira) e vamos definir a nossa estratégia, mas o sentimento geral é de derrubar o veto”, disse.

O projeto, aprovado pelo Congresso, previa isenção do pagamento da CLSS, anistia das multas recebidas por não pagar a CSLL e anistia das multas por não pagamento da contribuição previdenciária. Desses três pontos, Bolsonaro manteve apenas o terceiro. Os outros dois foram vetados porque, segundo o governo, a sanção poderia ferir regras orçamentárias constitucionais.

Em uma publicação em rede social, na noite deste domingo, Jair Bolsonaro defendeu que o próprio veto seja derrubado no Congresso. “Por força do art. 113 do ADCT, do art. 116 da Lei de Diretrizes Orçamentárias e também da Responsabilidade Fiscal sou obrigado a vetar dispositivo que isentava as Igrejas da contribuição sobre o Lucro Líquido (CSLL), tudo para que eu evite um quase certo processo de impeachment”, diz Bolsonaro na postagem.

//metro1

POLITICA

Câmara decide futuro de Flordelis: perda do mandato pode culminar na prisão da pastora

Primeiro, a decadência das suas igrejas. Em seguida, a perda do contrato com a gravadora gospel MK Music. Pastora, cantora e deputada federal, Flordelis dos Santos de Souza enfrenta agora o risco de perder o mandato de parlamentar. Mais do que a única função ainda capaz de lhe render lucros, o mandato é também o que ainda a mantém em liberdade. Ao se tornar ré por ser mandante da morte do marido, Flordelis só não teve a prisão pedida à Justiça por ter imunidade parlamentar, uma prerrogativa prevista na Constituição Federal. Caso perca o cargo de deputada, a ida da pastora para a cadeia é iminente.

O destino de Flordelis deve ser decidido nos próximos meses. Na última semana, teve início o processo disciplinar contra ela na Corregedoria da Câmara dos Deputados. Depois de duas tentativas frustradas, a parlamentar foi notificada na última quarta-feira para apresentar sua defesa em um prazo de cinco dias úteis, que pode ser prorrogado por igual período.

O processo contra Flordelis ainda é longo. Após a apresentação da defesa da deputada, a corregedoria vai encaminhar um relatório com seu parecer sobre o caso à Mesa Diretora da Casa. O relatório terá que ser aprovado, e só então vira uma representação e será enviada à Comissão de Ética e Decoro Parlamentar. Nela, terá que passar por nova aprovação para, apenas em seguida, ser encaminhado ao plenário. Só então haverá a votação final que decidirá o destino de Flordelis.

A deputada poderá apresentar defesa em todas as etapas — além da corregedoria, Mesa da Diretora, Comissão de Ética e Plenário da casa.

Os trâmites podem demorar ainda mais porque as sessões das comissões da Câmara dos Deputados estão suspensas em razão da pandemia do novo coronavírus. Corregedor da casa, o deputado Paulo Bengtson (PTB-PA) apresentou, no fim do mês passado, um projeto de resolução que autoriza o Conselho de Ética a realizar reuniões virtuais, o que é proibido atualmente. A previsão é de que ele seja votado apenas na próxima semana. Em entrevista ao EXTRA, Bengtson explicou que após apresentação da defesa, a corregedoria tem um prazo de 45 dias para emitir seu parecer, mas isso deve acontecer em, no máximo, 15 dias.

— Fizemos uma força-tarefa para analisar as 8 mil páginas de inquérito, material que nos foi enviado pelo auxiliar de acusação (advogado Ângelo Máximo, que atua no processo da 3ª Vara Criminal de Niterói). Com isso, estamos conseguindo adiantar nosso trabalho para dar uma resposta rápida para a sociedade. A Casa está atenta, pois é um caso de grande comoção nacional — detalha.

O deputado evita estimar o tempo que deve levar para o processo chegar ao fim. O corregedor explica também que, além da perda de mandato, a Comissão de Ética pode decidir pela suspensão do mandato da pastora por seis meses ou até pelo arquivamento do caso, hipótese que ele considera pouco provável.

O pastor Anderson do Carmo ao lado de Flordelis
O pastor Anderson do Carmo ao lado de Flordelis Foto: Reprodução

Acusada de quebra de decoro

O processo que pode culminar com a perda do mandato de Flordelis teve início com uma representação do deputado federal Leo Motta (PSL-MG) à Mesa Diretora da Câmara dos Deputados. A denúncia encaminhada pelo parlamentar foi de que a pastora teve “atos incompatíveis com o decoro parlamentar”.

A falta de decoro pode se dar pelo abuso das prerrogativas de parlamentar, recebimento de vantagens indevidas ou praticar irregularidades graves no desempenho do mandato que afetem a dignidade da representação popular.

O deputado Paulo Bengtson esclarece que o processo disciplinar não se propõe a julgar Flordelis pelos crimes respondidos por ela:

— Todo o processo criminal serve de base para o nosso relatório. Mas nossa análise será se houve quebra de decoro e não a parte criminal. Iss o é importante ficar bem claro — explica o parlamentar.

Além das provas relativas ao assassinato de Anderson, da qual Flordelis é acusada de ser mandante, estão sob análise os indícios de rachadinha — quando parte do salário do assessor fica com o político — e nepotismo — prática pela qual um agente público usa de sua função para contratar ou nomear parentes — no gabinete da pastora.

As evidências das duas práticas foram encaminhadas pelo Ministério Público estadual do Rio para a Procuradoria Geral da República.

Desfiliada de partido

Dias após ter sido denunciada, Flordelis teve sua primeira derrota na política. O presidente do PSD, Gilberto Kassab, anunciou que a deputada seria desfiliada do partido. Logo depois, ela foi afastada da Bancada Evangélica na Câmara dos Deputados, da qual era vice-presidente.

Com a perda do mandato, a ida de Flordelis para a cadeia ainda dependerá de um pedido de prisão feito pelo Ministério Público estadual do Rio à 3ª Vara Criminal de Niterói. A solicitação não chegou a ser feita na ocasião em que a Justiça decidiu transformar a deputada em ré, uma vez que ela não poderia ser presa pela imunidade parlamentar.

A Constituição Federal prevê que que deputados e senadores só podem ser presos em flagrante e por crimes para os quais não caba fiança. Diante da impossibilidade de prisão, o MP pediu que Flordelis fique submetida a algumas medidas cautelares, como a proibição de ter contato com outros réus no mesmo processo.

O advogado Ângelo Máximo, que representa o pai de Anderson do Carmo, considera a prisão de Flordelis a mais importante do processo. Sete filhos e uma neta da deputada estão presos por envolvimento na trama.

— É a prisão com a maior necessidade, diante de todas que ocorreram. Solta, ela é um perigo à instrução criminal, ordem pública e todos os envolvidos na busca por Justiça.

Ângelo Máximo, advogado e assistente de acusação, diz que Flordelis é “líder da organização criminosa”:

— A prisão da Flordelis é de extrema importância diante de tudo que ela fez, praticando todos os mandos e desmandos diante de tudo que foi apurado pela polícia e demonstrado nos autos. Ela é a líder da organização criminosa, como bem classificou a autoridade policial. A prisão dela é extremamente necessária a ponto de se mostrar que, no Brasil, esse país desacreditado que vivemos, nós não podemos perder nossa fé e nossa esperança. A fé é de que a Câmara dos Deputados irá afastá-la do cargo de parlamentar. E a esperança é de ver a Justiça reestabelecida, seguindo o seu viés sem delongas, sem uso de imunidade parlamentar. Que a ação penal possa correr à vontade nos seus trâmites normais. Ou seja, a esperança é de ver a Justiça decretar a prisão preventiva dessa denunciada que ainda se encontra em liberdade, colocando em risco toda a instrução criminal. Ela tentou diversas vezes atrapalhar as investigações e algumas vezes conseguiu. Dependemos da Casa Legislativa afastá-la do cargo. Não pode a casa dos representantes no povo ter, no meio de seus integrantes, uma fruta estragada. Uma pessoa dessa não pode estar na Câmara dos Deputados.

Detalhes do assassinato do pastor Anderson

O pastor Anderson do Carmo, marido de Flordelis, foi morto a tiros na garagem da casa da família, em Pendotiba, Niterói, Região Metropolitana do Rio, na madrugada de 16 de junho de 2019.

Flordelis foi denunciada pelo Ministério Público estadual do Rio por ter sido a mandante do crime. Além disso, a deputada foi acusada de tentativa de homicídio, pois, segundo o MP, vinha tentando envenenar Anderson desde maio de 2018.

A pastora responde ainda por organização criminosa, uso de documento falso e falsidade ideológica. Esses crimes têm relação com um plano para atrapalhar as investigações do caso, que, segundo o MP, foi tramado por Flordelis.

POLITICA

Governo federal confirma ajuda no combate a incêndios no Pantanal

O governo federal confirmou ontem (12) que vai ajudar no combate aos incêndios na região do Pantanal. A informação foi confirmada pelo ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, nas redes sociais.

“Hoje, por orientação do presidente Jair Bolsonaro, entrei em contato com os governadores de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul para reiterar a oferta de ajuda para combate aos incêndios. Através da defesa civil nacional, estamos monitorando o problema e desde o dia 02 de setembro já começamos a liberar recursos”, escreveu.

Brigadistas do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e do Instituto Chico Mendes de Biodiversidade (ICMBio), assim como militares das Forças Armadas, já atuam na região em apoio às brigadas locais de combate ao fogo.

//metro1

POLITICA

PCdoB homologa pré-candidatura a vereador do presidente da Câmara Luciano Gomes

Convenção contou com a presença de militantes e lideranças

O Partido Comunista do Brasil (PCdoB) homologou na manhã deste sábado, 12, durante a Convenção Partidária, as pré-candidaturas a vereador e a vice-prefeito. Uma delas foi a do presidente da Câmara Municipal de Vitória da Conquista, Luciano Gomes, 44 anos, que está exercendo o seu terceiro mandato e é candidato à reeleição.

Homologação do nome de Luciano ocorreu neste sábado, 12

Morador do Distrito de Cabeceira do Jiboia, Luciano iniciou sua militância política ainda adolescente em movimentos de defesa dos direitos dos trabalhadores rurais. Em sua trajetória, chegou a presidir a Associação de Moradores e Pequenos Produtores Rurais e fez parte da diretoria do Sindicato dos Pequenos Produtores Rurais de Vitória da Conquista. Foi eleito para o cargo de vereador pela primeira vez em 2008, pelo Partido da República (PR); reeleito em 2012, e novamente em 2016.

Na Câmara já presidiu e fez parte de várias comissões, entre elas, a de Indústria e Comércio, e a de Agricultura. Foi também membro da Mesa Diretora e líder do ex-prefeito Guilherme Menezes.

Em 2019, o parlamentar foi eleito presidente da Câmara Municipal, na qual vem fazendo uma gestão pautada no diálogo interno e externo. No primeiro ano como presidente, concedeu um aumento de 15% aos servidores efetivos e aumentou o valor do vale-alimentação, melhorando ainda as condições de trabalho dos funcionários.

Um dos marcos da sua gestão é a implantação da Rádio Câmara  (Frequência 90,3), um investimento de R$ 400 mil reais. A emissora deve entrar em funcionamento até o final do ano. Outro marco é a implantação da energia solar. Hoje a Câmara paga cerca R$ 8 mil de energia por mês, a previsão é que esse valor seja reduzido para R$ 80,00. A contenção de despesas é a bandeira defendida pelo presidente, que, neste ano, devolveu R$ 411 mil ao município (a maior da história da Câmara), fruto da economia feita em 2019. Também reduziu em 50% o consumo de combustível. Isso rendeu à Câmara o índice de 9,72 do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), a maior nota em transparência de gestão alcançada pelo legislativo conquistense.

O parlamentar também tem dado atenção especial ao setor de comunicação da Câmara, como forma de promover uma relação transparente e amistosa com a mídia e dar visibilidade à Casa do Povo (slogan de sua gestão)  na imprensa e nas redes sociais.

Além da sua atuação como gestor do legislativo, Luciano Gomes tem um mandato dos mais atuantes na Casa, com aprovação de diversas Leis Municipais, a exemplo da Lei Ordinária nº 1674 de 29 de Dezembro de 2009, que dispõe sobre a proibição de comercialização de carne pré-moída nos supermercados, feiras livres, quitandas e outros espaços de venda do produto em Vitória da Conquista; a Lei Ordinária nº 1774 de 03 de Março de 2010, que dispõe sobre a obrigatoriedade de as empresas dispensarem a consulta ao Serviço de Proteção ao Crédito – SPC – no ato de contratação de funcionários, e a Lei Ordinária nº 1857 de 12 de Novembro de 2012, que dispõe sobre o uso de aparelhos sonoros ou musicais no interior dos veículos de transporte coletivo no município de Vitória da Conquista e dá outras providências, entre outras.

Tem também uma infinidade de ações de mandato, entre elas a  pavimentação asfáltica da BA-639, no total de 14 km, ligando Capinal ao Povoado da Limeira. Essa é considerada a maior obra do Distrito de Cabeceira do Jiboia, seguida de outras como a Escola Estadual Campo de Cabeceira do Jiboia, sistemas simplificados de água, quadra do Capinal, quebras-molas na BA-263, entre outras.

Em seu pronunciamento na convenção, Luciano agradeceu o apoio da legenda, principalmente do deputado Fabrício, manifestou seu apoio à chapa composta pelo deputado Zé Raimundo e Luciana Oliveira, destacando as qualidade da pré-candidata a vice, falou de sua atuação como presidente da Câmara e disse que o PCdoB tem a chapa mais competitiva dessas eleições e acredita que o partido fará cinco vereadores. Ao final, pediu ao pré-candidato Zé Raimundo que “ao chegar a prefeitura não se esqueça de honrar a zona rural, sempre esquecida pelos gestores”.

 

 

POLITICA

“Não dá para fazer política sem a presença da mulher em espaços de decisão”, diz Luciana Oliveira, pré-candidata a vice

Políticas públicas para as mulheres são a principal bandeira defendida por Luciana Oliveira

Na manhã deste sábado, 12, o Partido Comunista do Brasil (PCdoB) realizou a Convenção Partidária para as eleições municipais, quando homologou as candidaturas a vereador e a vice-prefeito pela legenda. Entre os pré-candidatos estão os vereadores Luciano Gomes (presidente da Câmara Municipal), Nildma Ribeiro e Danillo Kiribamba, todos disputando à reeleição. Tem também os ex-vereadores Ricardo Babão e Andresson Ribeiro. Mas a grande cartada do partido é a pré-candidata a vice-prefeita, a jornalista Luciana Oliveira, uma revelação nos bastidores da política conquistense.

Aos 39 anos, servidora de carreira da Câmara Municipal, Luciana não surgiu do nada. Além de jornalista competente, militante do PCdoB, ativista social e cultural, defensora das causas femininas, entre outras inúmeras funções, ela possui uma larga experiência em assessorias políticas, empresas de consultoria pública, elaboração e gestão de projetos culturais. Durante a convenção partidária, ela apresentou uma prévia do que está por vir, com um discurso sábio, tranquilo e cheio de emoção, orgulhando amigos e militantes.

Segundo a pré-candidata, o seu grande desafio nesse primeiro momento é estabelecer um diálogo com a população conquistense, sobretudo a mais carente, devido à pandemia da Covid-19, que vem gerando impactos em todos os setores, principalmente na saúde e na economia, e causando incerteza na população. “Ser candidata a vice-prefeita é uma missão desafiadora, diferente, sobretudo nesse momento, mas eu tenho uma trajetória de atuação no setor público, discutindo políticas públicas, participando de movimentos que buscavam solução e melhorias para a população, principalmente a que atuava na área da cultura, participação em conferências, debates e discussões sobre políticas públicas culturais, além da minha militância no PCdoB, onde cheguei por iniciativa própria após observar amigos que eram referência em militância e fui acolhida com carinho”, disse.

Humilde em suas ponderações, Luciana reconhece que participar da administração da terceira maior cidade da Bahia não é tarefa fácil, porque Vitória da Conquista é uma cidade complexa e cheia de desafios para a administração pública, mas acredita que com o apoio do PCdoB, do PT e da população isso será possível. “Com o apoio que temos recebido eu me sinto cada vez mais convicta de que estou preparada para mais esse desafio, é uma forma de retribuir a Vitória da Conquista o que ela vem me dando, eu conquistei muitas coisas aqui, eu amo essa cidade, construí e consolidei a minha carreira aqui, onde tenho muitos amigos e família, estou honrada em ter sido escolhida para essa função”, afirmou.

Plano de Governo – Políticas públicas para as mulheres são a principal bandeira defendida por Luciana Oliveira.  Defensora das causas femininas, a comunista acredita que é preciso construir uma cidade boa para a mulher, por isso está focada em apresentar ao Plano de Governo, ideias e soluções que possam contemplar esse público. “Queremos uma cidade que seja segura para as mulheres, que ofereça condições de educação e de qualificação profissional, acesso ao mercado de trabalho e outras questões relacionadas, como vagas em creche para os filhos, transporte e merenda escolar de qualidade, tudo aquilo que possa melhorar a vida da mulher, porque quando isso acontece tudo no entorno dela melhora”, salientou, acrescentando que existem outros temas a serem trabalhados, mas o eixo central será a mulher.

Ainda segundo a pré-candidata, não dá para fazer política sem a presença feminina, principalmente nos espaços de poder e decisão, pois o público feminino representa 54% do eleitorado conquistense, cerca de 125 mil eleitoras. “A mulher ocupa todos os espaços, está presente em todos os setores, mas ainda tem uma participação pequena na política, precisamos mudar esse quadro, porque já somos maioria no eleitorado”, concluiu.

POLITICA

119 óbitos por Covid-19; 343 pessoas seguem em recuperaçã

A Vigilância Epidemiológica, em avaliação e monitoramento das informações por meio de sistemas de saúde e prontuários clínicos, divulgou nesta sexta-feira (11) que no dia 10 de setembro foram concluídas as investigações que identificaram mais cinco óbitos de pacientes do município com causa de morte relacionada à Covid-19, sendo eles:

114º óbito – Mulher, 63 anos, hipertensa, moradora do Bairro Brasil. Foi hospitalizada com diagnóstico de Covid-19 e veio a óbito em 31/08/2020. A Câmara Técnica Estadual de Óbitos concluiu a causa da morte relacionada à Covid-19.

115º óbito – Mulher, 54 anos, hipertensa, moradora do bairro Candeias. Teve diagnóstico laboratorial para Covid-19 no dia 04/06/2020 e ficou hospitalizada por 33 dias. No dia 23/08/2020 evoluiu para óbito em nova admissão hospitalar. A Câmara Técnica Estadual de Óbitos concluiu como óbito por Covid-19.

116º óbito – Homem, 60 anos, sem comorbidades relatadas, morador do bairro Candeias. Foi hospitalizado com diagnóstico para Covid-19 após investigação clínico epidemiológico. Veio a falecer no dia 19/07/2020, sendo registrado como óbito por Covid-19.

117º óbito – Mulher, 78 anos, hipertensa e com suspeita diagnóstica de AVC, moradora do bairro São Pedro, hospitalizada no dia 20/07/2020 por outras condições clínicas. Foi contato próximo de um caso confirmado para Covid-19 e evoluiu com quadro suspeito para a doença. O óbito ocorreu no dia 01/08/2020 e após investigação clínica epidemiológica hospitalar, foi concluído como óbito por Covid-19.

118º óbito – Homem, 73 anos, oncológico, morador do Povoado da Roseira. Foi hospitalizado com diagnóstico laboratorial para Covid-19 no dia 07/08/2020 e notificado como residente de outro município. O paciente veio a óbito no dia 14/08/2020. Em investigação clínica e epidemiológica, identificou-se que o paciente residia no município de Vitória da Conquista.

O Boletim epidemiológico desta sexta (11) registra ainda o 119º falecimento por Covid-19. Trata-se de uma mulher de 79 anos, moradora do povoado de Barrocas, portadora de Alzheimer, Hipertensão, Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) e AVC. Foi internada no dia 30 de agosto no Hospital Geral de Vitória da Conquista (HGVC), onde veio a óbito hoje, 11 de setembro.

A Secretaria Municipal de Saúde corrigiu, nesta sexta-feira (11), um óbito com duplicidade de registro. Trata-se de uma paciente do Distrito de São João da Vitória, falecida no dia 4 setembro. Esse óbito foi informado tanto no Boletim do dia 05 de setembro, após a confirmação de diagnóstico por teste rápido, como no dia 07 de setembro, quando saiu o resultado do exame RT-PCR.

Além disso, na última quinta-feira (10), a Vigilância Epidemiológica do município foi informada pela Secretaria de Saúde do Estado que o óbito do recém-nascido, prematuro, ocorrido no dia 01/07/2020 e divulgado como morte por Covid-19, foi descartado pela Câmara Técnica Estadual de Óbitos. Sendo assim, esse óbito também foi retirado do Boletim.

Hoje, foram diagnosticados 76 novos casos de pessoas que se contaminaram com a Covid-19, totalizando 6.144 casos confirmados em Conquista. A partir desta sexta, o Boletim Epidemiológico informa o número de pessoas com diagnóstico confirmado por exame RT-PCR e por outros critérios, como testes rápidos, exames clínicos, exames de imagem etc.

O número de recuperados subiu para 5.682 e outros 343 pacientes ainda seguem em recuperação (23 internados e 320 em tratamento domiciliar). Foram registrados 119 falecimentos de pacientes do município, até o momento.

Aguardam classificação final 5.445 casos notificados por suspeita de Síndrome Gripal/Covid-19, sendo que 3.771 deles esperam pela investigação laboratorial e 1.674 pelo resultado laboratorial de exame RT-PCR.

Ocupação dos leitos – O município disponibiliza, neste momento, 168 leitos (98 de enfermarias e 70 de UTI) na rede SUS para tratamento de pacientes confirmados ou com suspeita de infecção pelo novo Coronavírus. Nesta sexta (11), estão internados 88 pacientes de Vitória da Conquista e outros 26 municípios da macrorregião:

  • Poções;
  • Barra do Choça;
  • Planalto;
  • Macarani;
  • Carinhanha;
  • Itapetinga;
  • Mirante;
  • Brumado;
  • Guanambi;
  • Jaguaquara;
  • Itororó;
  • Ibicuí;
  • Cândido Sales;
  • Coaraci;
  • Barra da Estiva;
  • Aracatu;
  • Jequié;
  • Itambé;
  • Itarantim;
  • Ilhéus;
  • Malhada de Pedras;
  • Botuporã;
  • Maiquinique;
  • Licínio de Almeida;
  • Livramento de Nossa Senhora
  • Jussiape.

Clique aqui para acessar o Boletim epidemiológico completo.

Call Center– A Secretaria Municipal de Saúde disponibiliza um Call Center para tirar dúvidas da população sobre a Covid-19 e atender pessoas que apresentem sintomas suspeitos.

  • Novos telefones fixos:(77) 3429-3468/3429-3469/3429-3470
  • Celulares:(77) 98834-9988 / 98834-9900 / 98834-9977 / 98834-9911 / 98856-4242 / 98856-4452 / 98856-3722/ 98825-5683/ 98834-8484
  • Call Center Noturno:(77) 98856-3397/98856-5268
  • Call Center do Trabalhador de Saúde:(77) 98809-2988 / 98809-2919 / 98809-2965
POLITICA

Anvisa recebe informações oficiais para avaliar retomada de testes da vacina de Oxford

Os testes com a vacina contra o coronavírus feitos pela AstraZeneca e pela Universidade de Oxford foram retomados no Reino Unido. A decisão ocorreu após a Autoridade Reguladora da Saúde de Medicamentos (MHRA) confirmar que o retorno era seguro.

Os ensaios clínicos haviam sido interrompidos após uma voluntária apresentar graves efeitos adversos, sendo atingida por uma mielite transversa, síndrome inflamatória rara que afeta a medula espinhal e, em casos mais agudos, pode resultar em paralisia.

“O comitê do Reino Unido concluiu suas investigações e recomendou à MHRA que os ensaios no Reino Unido podem ser retomados com segurança. A AstraZeneca está comprometida com a segurança dos participantes do estudo e os mais altos padrões de conduta em estudos clínicos. A empresa continuará a trabalhar com as autoridades de saúde em todo o mundo e será orientada quanto a quando outros testes clínicos podem ser retomados para fornecer a vacina de forma ampla, equitativa e sem lucro durante esta pandemia”, afirma a empresa responsável pelos testes, em comunicado.

//metro1

POLITICA

Pesquisa indica que brasileiros estão lendo menos; biblia segue como livro mais consumido

A Bíblia ainda é o livro mais consumido pela população

A pesquisa “Retratos da Leitura”, divulgada nesta sexta-feira (11), indica que os brasileiros estão lendo menos. De acordo com O Globo, o estudo apontou que o país perdeu 4,6 milhões de leitores em quatro anos. Segundo os dados, em 2019 108,7 milhões de brasileiros (56% da população) disseram ter lido pelo menos um livro, inteiro ou em partes. O número é menor do que de 2015, quando 115,9 milhões de pessoas (62%) leram pelo menos uma obra.

Apesar da queda, a média nacional de leitura por ano é de cerca de cinco obras por pessoa, anualmente, sendo metade delas lidas integralmente a outra de forma parcial. A pesquisa indicou também que dois em cada três brasileiros que leem costumam deixar o livro antes de concluir, e 28% dizem ler mais de uma obra ao mesmo tempo.

Realizado pelo Instituto Pró-Livro em parceria com o Itaú Cultural, o estudo mostrou também que a bíblia é o livro mais lido no país, com 35% da preferência dos brasileiros. Os demais gêneros favoritos no Brasil são contos (22%), livros religiosos (22%), romances (22%) e livros didáticos (16%). (mais…)

POLITICA

‘Compra’ da vacina russa pela Bahia depende da validação do imunizante, diz Rui

“Queremos ajudar a ciência a encontrar a vacina para todos voltarem a viver sem sobressaltos”, disse Rui

A Bahia reservou 50 milhões de doses da vacina Sputnik V, imunizante que governo da Rússia diz funcionar contra o coronavírus. No entanto, a compra só será efetivada após o processo de validação do medicamento.

O governador Rui Costa relatou, nesta sexta-feira (11), que a compra irá se confirmar, apenas em caso de aprovação total nos testes da vacina, aplicada em 40 mil pessoas no mundo e em 500 pessoas na Bahia.

“Queremos ajudar a ciência a encontrar a vacina para todos voltarem a viver sem sobressaltos”, disse Rui durante a entrega primeira unidade a oferecer serviço de radioterapia e braquiterapia do interior. (mais…)

POLITICA

Em cerimônia restrita, nova diretoria da Associação Baiana de Imprensa é empossada

Cerimônia foi restrita aos membros da diretoria e alguns poucos convidados

Exatamente há 90 anos, a Câmara Municipal de Salvador se fez palco para a posse da primeira diretoria da Associação Bahiana de Imprensa (ABI), cuja presidência era ocupada por Altamirando Requião. Na manhã deste 10 de setembro, foi a vez de outros atores assumirem o Conselho Diretivo da ABI, em uma posse marcada pelo ineditismo da transmissão ao vivo pelo Youtube (assista aqui). Uma cerimônia restrita a poucos convidados, por causa da pandemia de Covid-19, reuniu no auditório da entidade, no Centro Histórico da capital baiana, profissionais da imprensa, autoridades públicas e representantes do segmento da cultura.

Eleita para o biênio 2020-2022, no último dia 31 de agosto, a Chapa Cervantes tem como presidente o jornalista Ernesto Marques, que sucede a Walter Pinheiro. A vice-presidência passou para o jornalista e escritor Luís Guilherme Pontes Tavares. Os diretores assumem o compromisso com a luta em defesa das liberdades democráticas e do livre exercício das atividades da imprensa, valores que pautaram a ABI ao longo de sua história.

O novo presidente é o jornalista Ernesto Marques, que sucede a Walter Pinheiro

Walter Pinheiro, agora presidente da Assembleia Geral da ABI, relembrou conquistas de sua gestão, como a recente reimplantação do Museu de Imprensa, e mostrou entusiasmo com a nova diretoria. “Ernesto já acumula 18 anos na ABI, tem inúmeros e importantes serviços prestados à Associação. Sua gestão já começou com a formação de um Conselho Diretor de alto nível”, salientou o jornalista.

Em um discurso forte e emotivo, o jornalista e radialista Ernesto Marques enfatizou o clima de harmonia da passagem de bastão, a necessária mudança de cultura geracional e reverenciou personagens centrais para a história da ABI, a exemplo de Ranulfo Oliveira, Thales de Freitas e Samuel Celestino, que presidiu a ABI por 25 anos. O novo presidente expressão gratidão e admiração a Walter Pinheiro. “Sob a liderança serena de Walter Pinheiro aprendemos que qualquer assunto é possível”. Baiano de Ipirá, Marques fez do pronunciamento de posse um mergulho em sua trajetória familiar e profissional, destacando vivências e memórias. (mais…)

POLITICA

Vereadores cobram melhorias para Vitória da Conquista e agradecem atendimento de demandas

Sessão está sendo realizada pelo Sistema de Deliberação Remota (SDR)

Durante a sessão ordinária realizada na manhã desta sexta-feira, 11, pelo Sistema de Deliberação Remota (SDR), os parlamentares votaram e aprovaram indicações que visam melhorias na qualidade de vida dos moradores de diversos bairros da cidade e da Zona Rural de Vitória da Conquista.

Zona Urbana – Dentre os temas debatidos pelos parlamentares estão a alta nos preços dos alimentos da cesta básica, a exemplo do arroz que teve o maior impacto no orçamento da população; a prorrogação do contrato da prefeitura com a Embasa por mais 30 anos, para administrar a rede de água e esgoto do município, e a necessidade de melhorias na Lagoa das Bateias e no Bairro Brasil, além de asfaltamento de ruas na Urbis V e no Cidade Modelo.

Os parlamentares apresentaram também cobranças de mutirões de limpeza e revitalização de praças, pavimentação asfáltica de ruas, além de agradecerem ao poder público pelo atendimento de demandas da população.

Zona Rural – Para os distritos foi solicitada a realização de obras e serviços no Povoado de Campo Formoso, localizado no Distrito do Iguá, como pavimentação, cobertura da quadra, reforma na escola, iluminação e segurança.

Foram solicitadas, ainda, melhorias nas redes de água e esgoto nas localidades de Lagoa das Flores, Itaipu, Pradoso e Bate-Pé. Houve também agradecimento por melhorias nas estradas das localidades de Santa Marta, Barrocas, Goiabeira, São Joaquim, Limeira, Lajedinho, Boa Vista, entre outras. (mais…)

POLITICA

Bolsonaro deve desembarcar amanhã na Bahia para assinar acordo com Exército na Fiol

O presidete Jair Bolsonaro deve desembarcar amanhã (11) na Bahia junto com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, para participar, em São Desidério, da assinatura de termo de parceria entre a Valec e o Exército Brasileiro para a construção de um trecho da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol).

A solenidade está prevista para às 10h, no Lote 7 da Fiol. A agenda inclui visita técnica às obras da ferrovia localizadas no município do oeste baiano.

A partir da formalização da parceria com a Valec, o Exército vai atuar na construção de 18 km do Lote 6 da Fiol, próximo a Correntina-BA. É a primeira vez, desde 1990, que um batalhão de engenharia assume uma obra de ferrovia. De acordo com a Valec, a previsão é de que o novo trecho fique pronto em 2022.

//metro1

POLITICA

Câmara rejeita pedido de impeachment contra prefeito Herzem Gusmão

Na manhã desta quarta-feira, 09, durante a sessão ordinária realizada pelo Sistema de Deliberação Remota (SDR), a Câmara Municipal de Vitória da Conquista discutiu e votou os requerimentos nº 127 e 128/2020, de autoria do vereador David Salomão (PRTB), que apresentavam denúncias e pedido de impeachment contra o prefeito Herzem Gusmão (MDB).

Em defesa da admissão do processo proposto através do Requerimento Nº 127/2020, que trata sobre as possíveis irregularidades no transporte público, o vereador David Salomão (PRTB) explicitou que a Câmara Municipal tem entre as suas responsabilidades fiscalizar o Poder Executivo. “Esse é um poder fiscalizatório”, apontou. “Deve licitar”, disse ele, referindo-se ao processo que deveria ter definido qual empresa assumiria o lote deixado pela Viação Vitória.

O procurador da Casa, Alexandre Pereira, em sua fundamentação, tratou do embasamento jurídico e rito relacionados ao Requerimento Nº 127/2020.

Sobre a decisão pela votação da denúncia por parte dos vereadores, o procurador reiterou a função de juízo por parte dos vereadores para decisão de instauração ou não do processo. “Este parecerista se abstém de opinar quanto aos fundamentos da peça acusatória, eis que tal juízo compete exclusivamente ao plenário”, afirmou o procurador, completando que “cabe ao plenário decidir pela instauração ou não do processo em face do Sr. Prefeito Municipal, com o fim de apurar suposta prática de infrações”.

Sobre o requerimento nº 128/2020, referente ao empréstimo do Finisa,  o denunciante David Salomão afirmou que “ingressamos com esse pedido de impeachment devido à gravidade da denúncia”, referindo-se à irregularidades na aplicação dos recursos do empréstimo.

O procurador jurídico da Câmara, Alexandre Pereira, explicou o rito processual, apontando a necessidade dos votos favoráveis de dois terços dos vereadores para a aprovação do pedido de impeachment do prefeito, sendo encaminhado na sequência para a formação da Comissão Processante. Em seguida, apresentou seu parecer contrário à aceitação da denúncia do requerimento 127/2020, por perceber a ausência de pressupostos mínimos para o prosseguimento dos trâmites e recomendou o seu arquivamento imediato.

Alexandre afirmou que o prosseguimento com a denúncia apontaria um comportamento contraditório da Casa já que a ampla maioria dos vereadores aprovou o PL 15/2019, que autoriza o município a receber o empréstimo da Caixa Econômica Federal.

Os dois requerimentos foram rejeitados pelos parlamentares. O primeiro teve 1 voto da abertura do processo de impeachment e o segundo obteve 8 votos a favor e 13 votos contrários.

Segundo o Decreto Lei 201/67, que regulamenta as denúncias de crimes praticados por prefeito e vereador, não é permitido ao denunciante participar da votação e nem da Comissão Processante, devendo ser convocado o primeiro suplente. Dessa forma, a Câmara convocou o suplente Chico Estrela, que participou exclusivamente da votação do pedido de impeachment.

Outras matérias – Durante a sessão foi votado ainda o requerimento para a realização de uma audiência pública sobre a situação dos músicos nesse período de pandemia, e o Projeto de Lei nº 65/2010 que dispõe sobre a Igualdade de Tratamento entre motoristas de aplicativos e motoristas de táxi, bem como o controle, organização e também a padronização dos protocolos de cadastramento e circulatório dos segmentos citados acima.

 

POLITICA

Mais 107 pessoas recuperadas e 37 novos casos de Covid-19