Bia

Últimas Noticias

POLITICA

Boletim epidemiológico: notificados 261 casos suspeitos de Coronavírus em Vitória de Conquista

Nesta segunda-feira (6), foram notificados 32 novos casos com suspeita clínica e epidemiológica de infecção pela Covid-19 no município, totalizando o número de 261 notificações, com 6 casos confirmados até às 17h de hoje.

De acordo com Boletim epidemiológico atualizado pela Secretaria Municipal de Saúde, 133 casos já foram descartados laboratorialmente e 5 por vínculo epidemiológico*. Além disso, 75 pacientes aguardam resultado laboratorial e 42 aguardam coleta.

A análise das amostras enviadas é feita pelo Lacen, do Governo do Estado, em Salvador, que também faz a divulgação dos resultados do município por meio do sistema Gerenciador de Ambiente Laboratorial (GAL).

Dos 6 casos confirmados, 4 tiveram confirmação após exame realizado pelo Lacen Estadual. Os outros 2 foram confirmados por meio de exames realizados por laboratório privado, que seguiram para exame de contraprova no Lacen Estadual.

Coleta de amostras de pacientes com suspeitas de Covid-19 – A Secretaria Municipal de Saúde tem seguido os critérios de coleta de amostras para exame laboratorial definidos pela Secretaria de Saúde do Estado, de acordo com a Nota Técnica COE nº 08 do dia 21 de março.

Os critérios indicados são:

  • pacientes com quadros graves e internados;
  • viajantes que estiveram em áreas de transmissão comunitária nacionais ou internacionais, mas priorizando pacientes que retornaram de São Paulo, Rio de Janeiro e Distrito Federal;
  • gestantes;
  • profissionais de saúde com sintomas respiratórios suspeitos;
  • pessoas com febre, suspeitas de infecção, triadas nos Aeroportos, Portos e nas Estradas.

Caso a pessoa não se enquadre em um dos casos citados acima, não há indicação para coleta de amostra. Por isso, a equipe de monitoramento da Secretaria Municipal de Saúde segue acompanhando esses casos, por meio de ligação feita de 24h a 48h, para verificar e avaliar o quadro de saúde dos pacientes em monitoramento.

Call Center – A Secretaria Municipal de Saúde disponibiliza um Call Center para tirar dúvidas da população sobre o Covid-19 e atender pessoas que estiveram em viagem para as áreas de transmissão ou em contato com pessoas desse perfil, apresentando febre ou, pelo menos, um sintoma respiratório.

Contatos:

  • Telefones fixos: (77) 3429-7451/3429-7434/3429-7436
  • Celulares: (77) 98834-9988/98834-9900/98834-9977/98834-9911
POLITICA

Prefeito assina novo Decreto e comércio não essencial vai ficar fechado

A Prefeitura de Vitória da Conquista acaba de publicar o Decreto 20.250 que revoga o anterior, o 20.246, de 05 de Março de 2020. Com a nova decisão, o comércio de produtos não essenciais vai permanecer fechado, com objetivo de se evitar grandes aglomerações e circulação de pessoas. As novas medidas estão sendo adotadas após o Prefeito Herzem Gusmão ouvir democraticamente representantes do Governo, da área de Saúde e da Sociedade Civil.

O Decreto estabelece:

  • Renovação por mais 30 dias da suspensão das aulas da Rede Municipal de Educação e das Instituições Privadas de Ensino, inclusive as de ensino superior;
  • Suspensão por mais 06 dias do atendimento ao público de todo o comércio, varejo e atacado, e de locais de prestação de serviço no âmbito do Município de Vitória da Conquista;
  • Renovação por mais 06 dias do fechamento temporário de todos os Shopping Centers, galerias e afins (apenas supermercados e farmácias localizados em seu interior podem funcionar);
  • As empresas do setor Industrial do Município poderão funcionar devendo observar, no que couber, os protocolo de segurança e enfrentamento ao COVID-19;
  • Suspensão pelo prazo de 06 dias de visita aos cemitérios do Município, ficando permitido somente os sepultamentos com número máximo de 10 (dez) pessoas;
  • Prorrogação pelo prazo de mais 06 dias do Regime Excepcional de Teletrabalho para serviços essenciais no âmbito da Administração Pública do Município de Vitória da Conquista, nos termos do Decreto 20.203, de 23 de março de 2020.
  • Suspensão por mais 6 dias do funcionamento dos seguintes estabelecimentos:
      • Academias de Ginástica;
      • Cinemas;
      • Teatros e demais Casas de Espetáculos;
      • Bares e restaurantes (autorizados a apenas fornecer serviço por delivery ou retirada no balcão);
      • Salões de beleza;

Poderão funcionar durante esse período, as seguintes atividades comerciais consideradas como de natureza essencial:

  • serviços de saúde, farmácias, assistência médica e hospitalar;
  • hipermercados, supermercados, mercados, feiras livres, açougues, peixarias, hortifrutigranjeiros, quitandas, centros de abastecimento de alimentos, frigoríficos, granjas e todas os demais estabelecimentos relacionados a cadeia produtiva de gêneros alimentícios;
  • lojas de conveniência;
  • clínicas veterinárias, lojas de venda de alimentação para animais e de produtos indispensáveis para produção agropecuária, prevenção, controle de pragas dos vegetais e de doença dos animais.
  • distribuidores de gás;
  • lojas de venda de água mineral;
  • padarias;
  • geração, transmissão e distribuição de energia elétrica;
  • tratamento e abastecimento de água;
  • captação e tratamento de esgoto e lixo;
  • processamento de dados ligados a serviços essenciais;
  • segurança privada;
  • serviços funerários;
  • bancos, lotéricas e cooperativas de crédito;
  • postos de combustível e lava rápidos;
  • Lojas de material de construção, vidraçarias, marmoraria, serrarias, serralharias e todos os demais estabelecimentos relacionados a cadeia produtiva da construção civil;
  • Lojas de auto peças, borracharias, oficinas mecânicas e demais estabelecimentos relacionados a manutenção de veículos automotores;
  • Concessionárias de veículos;
  • Hotéis e pousadas;
  • outros que vierem a ser definidos em ato expedido pela Secretaria Municipal de Serviços Públicos ou Secretaria Municipal de Saúde.

A Prefeitura reforça que, em atendimento às orientações mais recentes das autoridades técnicas, quando possível, a população deve ficar em isolamento social e utilizar máscaras quando o deslocamento for inevitável, especialmente os idosos e outras pessoas pertencentes aos grupos de risco para o COVID-19.

Acesse aqui o Decreto completo

POLITICA

Tiago Iorc fala sobre pausa na carreira: ‘me aposentei para me sentir estimulado novamente’

Tiago Iorc abriu o jogo e falou sobre a pausa que deu na carreira. Em entrevista a revista GQ, o cantor revelou o que o motivou a ficar afastado do público e da fama por um ano e quatro meses.
“Vivia de shows e entrevistas. Vejo fotos do meu momento pré-pausa e, visivelmente, estava muito cansado. No início, encaixotei tudo, inclusive o violão. Me aposentei por um tempo para me sentir estimulado novamente. Quando se estimula muito algo, tende a insensibilizar aquele ponto. Vai ficar desgostoso, desinteressante. O prazer de fazer algo com carinho é o que mais me inspira”, disse.
Na entrevista, Tiago também falou sobre o que aprendeu neste momento sabático. “Hoje a sensação é a de que não sei mais fazer música. Sei que tenho essa habilidade e que vou conseguir se me dedicar. Acho que meus medos estão muito relacionados em conseguir ser o que eu espero ser”, contou.

(mais…)

POLITICA

Mudanças! Rock in Rio Lisboa é adiado para 2021 por causa do coronavírus

O Rock in Rio Lisboa foi adiado para 2021 por conta da pandemia do novo coronavírus. O festival estava previsto para acontecer nos dias 20, 21, 27 e 28 de junho deste ano, mas a vice-presidente do evento, Roberta Medina, foi ao Instagram para anunciar as novas datas: 19, 20, 26 e 27 de junho de 2021.

Excepcionalmente, o Rock in Rio Lisboa acontecerá no mesmo ano do RIR no Brasil, e Portugal voltará a ser palco do evento em 2022.

“Tomamos a decisão de alterar as datas da nona edição do Rock in Rio Lisboa com a certeza de que esta será uma edição ainda mais mágica e especial”, revelou a vice-presidente do Rock in Rio, em comunicado. “E em 2022 estaremos de volta para a 10ª edição, não deixando sequer espaço para a saudade e retomando a festa ‘nos anos pares’”.

Em nota oficial, o festival informou: (mais…)

POLITICA

Shows ao vivo pela internet animam mais um fim de semana de quarentena

Mais um fim de semana chega em meio ao isolamento social e o combate ao coronavírus. Artistas, músicos e produtores continuam a se organizar em transmissões ao vivo para não perder o contato com o público e animar esse momento difícil que afeta não apenas o Brasil, mas o mundo. Para quem não quer perder nada do que vai rolar de hoje a domingo nas redes sociais, é conferir o roteiro.

Um dos principais festivais que está no ar e mantém programação ativa para este fim de semana é o #ZiriguidumEmCasa. Esta já é a terceira edição do projeto, no qual se apresentaram 77 artistas. Hoje, os trabalhos começam às 17h, com apresentação de Dudu Oliveira, seguido às 17h30 pelo cantor Leandro Souto Maior.

Mais tarde, tem Detonautas, às 20h30, e Baby do Brasil, às 21h, encerrando o dia de festival. Os shows rolam até domingo, com as lives transmitidas no perfil oficial de cada artista no Instagram. A programação completa pode ser vista em https://bit.ly/344mzKB.

Outro festival via live, que atraiu diversos artistas e agora ganhou uma edição especial, é o Fica em Casa Caruaru. Artistas do agreste de Pernambuco vão se apresentar até domingo nas transmissões ao vivo. Os shows acontecem das 20h às 21h20. Hoje, o som fica por conta de Ciel Santos, 70MG e Murilo Carmo, que se apresentam cada um em seu perfil oficial no Instagram.

Uma iniciativa que também volta aos celulares dos fãs é o #FestivalFicoemCasaBR, que encerra hoje a segunda edição. Mais de 80 músicos e bandas já passaram pelo “palco” do festival. As lives rolam de 13h às 23h, com atrações e shows durante todo o dia que podem ser vistos no canal do festival no YouTube, na página da iniciativa no Facebook e no perfil oficial de cada convidado no Instagram.

SERTANEJO (mais…)

POLITICA

Funerárias reduzirão preço de enterro para mortos por Covid-19

Para tentar minimizar o sofrimento das famílias vítimas do novo coronavírus, a Associação de Funerárias do Distrito Federal quer doar mão de obra e transportes para o enterro quando for confirmado se tratar de pessoa de baixa renda.

As funerárias conveniadas também decidiram reduzir o custo dos serviços de sepultamento mesmo se a família não for carente. O valor cairia de cerca de R$ 2 mil para R$ 1,1 mil. Nessa cifra, contudo, não estão inclusos os custos com o cemitério que, no total, pode chegar a R$ 5 mil.

“Nos reunimos e levamos a proposta para a Secretaria de Justiça e Cidadania [Sejus] por entender que o momento é de solidariedade também por nossa parte”, explicou Ed Lincoln Fernandes Alves Silva, diretor da Associação de Funerárias do Distrito Federal (veja o documento abaixo).

A proposta foi feita na semana passada e sugere que o Governo do Distrito Federal (GDF) continue arcando com o custo das urnas mortuárias. A oferta também vale para famílias residentes no Entorno do Distrito Federal.

Dentro do chamado sepultamento social, cabe ao Executivo local arcar com caixões, transportes, mão de obra e o próprio funeral de óbitos da classe mais baixa.

“Em janeiro, houve desabastecimentos de urnas e chegamos a doá-las à época para ajudar o governo e essas famílias. Por isso, a gente voltou a estudar a possibilidade de doar também na pandemia, em situação de necessidade, mas esperamos que não seja o caso, porque acreditamos nas medidas adotadas pelo GDF contra essa doença”, disse Ed Lincoln.

Segundo ele, para esse suporte, as funerárias do DF contam com capacidade de transportar 1.254 corpos por dia. São 94 carros funerários de diversos tamanhos, podendo levar de dois a quatro caixões na mesma viagem. (mais…)

POLITICA

Paciente que sofre de rinite está mais sujeito a pegar coronavírus? Entenda

A rinite é uma inflamação alérgica caracterizada por sintomas nasais como coriza, coceira e obstrução. Em um momento em que muitas atenções se voltam para esse sintomas devido à pandemia de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus , uma dúvida se tornou comum: pessoas que sofrem de rinite correm riscos maiores com o coronavírus?
De acordo com o otorrinolaringologista Alexandre Colombini, da Cia da Consulta, “a primeira coisa que a gente precisa entender é que a rinite não tem relação com a infecção viral”. O profissional explica que, nesse caso, “o risco das pessoas que têm rinite em relação a essas infecções é justamente os sintomas. Ele faz com que a pessoa, caso esteja infectada, possa espalhar o vírus mais facilmente durante uma crise alérgica pela questão dos espirros, por exemplo”.

“Por outro lado a pessoa que não está contaminada e está numa crise alérgica, ela pode correr mais riscos devido à tendência de coçar muito o nariz, de coçar o olho… Isso pode levar o vírus que está na mão desse paciente para o rosto e facilitar o contágio através dessa manipulação”, explica Colombini.

Para todos os casos, porém, o profissional de saúde afirma que as medidas preventivas são as mesmas já largamente divulgadas nos meios de comunicação: a higiene completa e frequente das mãos, uso de lenço descartável para cobrir o nariz e boca em caso espirro ou tosse e evitar levar as mãos ao rosto.
Além disso, “é importante destacar a importância do isolamento e lembrar que isolamento não são férias. Manter-se em casa, saindo o mínimo possível, realizando a higiene ao voltar para casa e evitando procurar o pronto-socorro exceto no caso de sintomas graves do coronavírus : febre alta ou persistente e desconforto respiratório”, defende o profissional.

(mais…)

POLITICA

Bolsonaro diz que vai usar caneta contra pessoas de seu governo que ‘estão se achando’ e viraram ‘estrelas’

Sem citar nenhum nome, o presidente Jair Bolsonaro afirmou neste domingo a apoiadores que “algumas pessoas” do seu governo “de repente viraram estrelas e falam pelos cotovelos”, e que não tem medo nem “pavor” de usar a caneta contra eles. Ele, no entanto, disse que “a hora deles não chegou ainda”. A declaração ocorre três dias depois de Bolsonaro declarar, em entrevista, que nenhum de seus ministros é ‘indemissível’ e que ‘falta humildade’ ao titular da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, com quem admitiu estar “se bicando”.

— Algumas pessoas no meu governo, algo subiu à cabeça deles, estão se achando… Eram pessoas normais, mas de repente viraram estrelas e falam pelos cotovelos, tem provocações, mas a hora deles não chegou ainda, vai chegar a hora deles. Porque a minha caneta funciona. Não tenho medo de usar a caneta, nem pavor, e ela vai ser usada para o bem do Brasil. Não é para o meu bem. Nada pessoal meu — declarou o presidente, na frente do Palácio da Alvorada.

A conversa foi transmitida ao vivo na página do Facebook de Bolsonaro, mas foi interrompida por problemas técnicos justamente no trecho que faz menção à possível demissão de integrantes do governo. A íntegra do vídeo foi obtida pelo GLOBO.

Antes, Bolsonaro citou como um dos problemas pelo qual está passando “aqueles que estão de olho” na sua cadeira de presidente da República.

— Querem que volte ao que era antes o Brasil. O Brasil bom para esses, sem querer nominá-los nem querer dar dicas, o pessoal acompanha, para eles o que vale é o Brasil estar bem é eles estando no poder e continuarem fazendo tudo aquilo que acontecia em governos anteriores. E a força para a gente não mudar isso vem do povo, A gente luta contra isso daí.

Em seguida, referindo-se ao enfrentamento contra o novo coronavírus, Bolsonaro disse acreditar que “a gente vai vencer essa” e comentou que seguiu os apoiadores que prometeram fazer jejum neste domingo.

— Fiquei com vocês no jejum hoje, sou católico, e estou feliz porque eu acredito. É muito fácil acreditar em Deus. Basta alguém querer descobrir de onde veio. Se descobrir, ele pode não acreditar, mas nós não sabemos, viemos do Espírito Santo, tá certo? Nós vamos voltar para esse lugar um dia e a gente tem que voltar com a ficha limpa, o mais limpa possível. (mais…)

POLITICA

Bahia: 63 pessoas foram curadas do Covid-19

Dos 401 casos confirmados na Bahia, o estado registrou que 63 pessoas foram curadas do Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus, segundo boletim divulgado na tade de hoje (5) pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab).

Até o momento, 1914 casos foram descartados e houve nove óbitos em todo o estado, sendo sete de residentes em Salvador (cinco idosos do sexo masculino, uma pessoa do sexo masculino de 55 anos e uma pessoa de 41 anos do sexo feminino), um em Utinga (sexo masculino, 80 anos) e outro em Itapetinga (sexo feminino, 28 anos).

Confira a distribuição de casos e óbitos confirmados nos municípios:

//metro1

(mais…)

POLITICA

Coronavírus: Brasil registra 486 mortes e 11.130 casos confirmados

O Ministério da Saúde divulgou hoje (5) o boletim com as atalizações sobre o coronavírus no Brasil. O número de morte pelo Covid-19 subiu para 486, enquantos os casos confirmados chegaram a 11.130.

Em relação ao balanço anterior, foram acrescentadas 54 mortes (aumento de 12,5%) e 852 casos confirmados (aumento de 8,28%).

//metro1

POLITICA

Seleção de profissionais para atuar em hospitais universitários termina nesta segunda

A rede Ebserh, que é vinculada ao Ministério da Educação e administra hospitais universitários em todo o país, está com inscrições abertas até amanhã (6) para o processo seletivo de profissionais de saúde, em caráter emergencial.

Na Bahia, os profissionais selecionados vão atuar no Hospital Universitário Professor Edgard Santos (Hupes) e na Maternidade Climério de Oliveira, em Salvador. Eles vão atuar temporariamente no enfrentamento à Covid-19.

(mais…)

POLITICA

Datafolha: 59% dos brasileiros são contra renúncia de Bolsonaro

A renúncia do presidente Jair Bolsonaro em meio à sua atuação na pandemia do novo coronavírus é rejeitada por 59% dos brasileiros, segundo pesquisa Datafolha divulgada hoje (5). Outros 37% desejam que ele renuncie e 4% não sabem dizer.

Embora a pesquisa aponte que apenas 33% dos entrevistados consideram a gestão da crise como boa ou ótima, 52% creem que ele ainda tem condições de seguir liderando o país. Já 44% avaliam que ele perdeu tais condições, e 4% não souberam responder.

Na semana passada, um grupo de políticos de esquerda, incluindo os ex-presidenciáveis Fernando Haddad (PT-SP), Ciro Gomes (PDT-CE) e Guilherme Boulos (PSOL-SP), lançou um manifesto pedindo a renúncia de Bolsonaro. O tema entrou em pauta desde que o presidente adotou uma postura negacionista e de confronto com o Ministério da Saúde e os governadores.

O Datafolha ouviu 1.511 entrevistados, por telefone, entre os dias 1º e 3 de abril. A margem de erro é de três pontos.

//metro1

POLITICA

Urgente ! 5 casos de Coronavírus confirmados em Vitória da Conquista

Neste sábado (4), mais 3 casos de coronavírus foram confirmados em Vitória da Conquista: 2 deles por meio de exames realizados por laboratório privado e 1 confirmado pelo Lacen. Os dois casos  confirmados por laboratório privado seguem para contraprova no Lacen, em Salvador.

Já são 5  casos confirmados no município até às 19h de hoje (4), de acordo com o  Boletim epidemiológico atualizado divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde.

Os dois novos casos confirmados por laboratório privado são de duas mulheres, de 53 e 35 anos, sem comorbidades, que apresentaram sintomas respiratórios suspeitos de coronavírus e procuraram o laboratório privado para realizar o exame de diagnóstico da doença. Elas seguem em isolamento domiciliar, bem como todos os seus contatos familiares. Além disso, já apresentam melhora do quadro de saúde e estão devidamente monitoradas e acompanhadas pela equipe de referência do Covid-19 da Secretaria de Saúde.

As duas pacientes já estavam no banco de dados da equipe de monitoramento, pois o laboratório privado, onde fizeram o exame, envia relatório diário informando todos os pacientes atendidos com casos suspeitos para Covid.

O quinto caso confirmado é de um homem, de 42 anos, com histórico de viagem para o Rio Grande do Sul, notificado por meio do Call Center da Secretaria de Saúde e sintomático quando realizou o exame no dia 1º de abril. Ele se mantém isolado desde a sua chegada em Vitória da Conquista.

Ainda de acordo com o Boletim, já foram notificados 229 casos suspeitos de infecção pelo Covid-19 no município, com 109 casos descartados laboratorialmente e 5 descartados por vínculo epidemiológico*. Além disso, 65 aguardam resultado das amostras enviadas ao Lacen Estadual e 45 aguardam coleta.

Após a coleta, as amostras são enviadas ao Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen), do Governo do Estado, em Salvador, que é responsável pela divulgação dos resultados dos exames do município, após a análise laboratorial das amostras enviadas para o diagnóstico de Covid-19.

(*Os casos descartados por vínculo epidemiológico foram de pessoas que tiveram contato com paciente que teve resultado laboratorial negativo para a suspeita de infecção por Covid-19.)

Coleta de amostras de pacientes com suspeitas de Covid-19 – A Secretaria Municipal de Saúde tem seguido os critérios de coleta de amostras para exame laboratorial definidos pela Secretaria de Saúde do Estado, de acordo com a Nota Técnica COE nº 08 do dia 21 de março.

Os critérios indicados são:

  • pacientes com quadros graves e internados;
  • viajantes que estiveram em áreas de transmissão comunitária nacionais ou internacionais, mas priorizando pacientes que retornaram de São Paulo, Rio de Janeiro e Distrito Federal;
  • gestantes;
  • profissionais de saúde com sintomas respiratórios suspeitos;
  • pessoas com febre, suspeitas de infecção, triadas nos Aeroportos, Portos e nas Estradas.

Caso a pessoa não se enquadre em um dos casos citados acima, não há indicação para coleta de amostra. Por isso, a equipe de monitoramento da Secretaria Municipal de Saúde segue acompanhando esses casos, por meio de ligação feita de 24h a 48h, para verificar e avaliar o quadro de saúde dos pacientes em monitoramento. (mais…)

POLITICA

Câmara aprova ‘Orçamento de guerra’, para aumentar gastos públicos durante a crise

 

BRASÍLIA — A Câmara dos Deputados aprovou, nesta sexta-feira, em primeiro turno, o texto-base do “Orçamento de guerra”, que permite a ampliação das despesas públicas para conter o coronavírus, sem as amarras que hoje restringem os gastos federais. A proposta de emenda à Constituição (PEC) foi pensado pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e conta com apoio do Ministério da Economia.

O texto dá ao governo a segurança jurídica necessária para gastar o que for preciso para conter o avanço da Covid-19, além da adoção de medidas econômicas relacionadas à pandemia. A PEC foi aprovada por 505 votos a favor e 2 contra.

Como se trata de uma mudança na Constituição, é preciso duas votações. Ainda é preciso votar um destaque do PSOL antes de analisar a PEC em segundo turno.

O trecho mais polêmico, que levantou discussões no plenário nos últimos dias, aumenta o poder do Banco Central durante a crise.

A PEC cria um comitê de crise comando pelo presidente Jair Bolsonaro e composto por ministros e secretários estaduais, além de deputados. Esse colegiado terá poder de anular atos e contratos celebrados pela União e suas autarquias e empresas públicas. O Congresso poderá sustar qualquer decisão do comitê.

A proposta autoriza a contratação de pessoal, obras, e serviços e realização de compras por meio de um processo simplificado, mais rápido que as regras estabelecidas para situações normais.

Para ampliar os gastos públicos durante a crise, a PEC permite que as despesas relacionadas ao combate à pandemia e seus efeitos na economia possam ser feitas sem o cumprimento das regras que hoje regem o Orçamento público. Esses gastos, porém, não podem ser permanentes e limitados à crise.

Uma das regras em vigor hoje, por exemplo, é a necessidade de indicar fonte de financiamento para o gastos. Com a PEC, as despesas devem ser cobertas com a emissão de dívida por parte do governo.

A PEC prevê validade retroativa a 20 de março. Os técnicos do governo estão com receio de assinar os atos necessários para gastar com a crise, por conta das dificuldades impostas pelas regras orçamentárias. Por isso, essa medida é importante para dar segurança ao que já foi publicado.

O “Orçamento de guerra” segrega os gastos que são impostos pela crise das despesas tradicionais do governo. Essa é uma maneira de garantir a continuidade do ajuste fiscal quando a pandemia passar. Ou seja, apesar de permitir um aumento de gastos em 2020, garante a volta das medidas de contenção de despesas em 2021.

O texto permite ao governo emitir dívida para pagar as ações. A “regra de ouro” — que proíbe o governo de emitir dívida para pagar despesas correntes, como salários — fica suspensa neste ano, pela proposta aprovada, o que também atende a equipe econômica.

Fundo eleitoral

Após a líder do PCdoB, Perpétua Almeida (AC), fazer uma reclamação durante a sessão, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), vetou a possibilidade de apresentação de nove emendas ao texto. Entre elas, estava uma emenda com o objetivo de cortar salários de servidores federais durante a crise.

A decisão revoltou os deputados do partido Novo. Esses parlamentares queriam incluir na PEC uma emenda que liberava o uso de verba dos fundos partidário e eleitoral para o combate ao coronavírus. A atitude de Maia impossibilitou que esse trecho fosse votado separadamente.

Maia justificou a decisão argumentando que o Regimento Interno da Câmara não permite a apresentação de emendas estranhas ao tema central da proposta. Segundo ele, as nove emendas não tinham “pertinência temática”.

Banco Central

O projeto também autoriza o Banco Central a comprar títulos do Tesouro Nacional e dívidas de empresas diretamente no mercado. A ideia foi apresentada pelo BC para possibilitar ações mais eficazes no combate aos efeitos econômicos da crise do coronavírus. Atualmente, a autoridade monetária só pode atuar por meio do sistema bancário e não diretamente no mercado.

O projeto permite que o BC auxilie o funcionamento do mercado de títulos públicos. É uma maneira de dar liquidez ao mercado, colocando recursos e equilibrando a oferta e demanda.

A proposta também permite que o BC compre crédito direto no mercado. A intenção do Banco Central é evitar que o mercado de crédito fique travado. Na prática, o BC compra os títulos e assume o risco do não pagamento das dívidas. Dessa forma, o crédito pode fluir com mais facilidade.

Alex Agostini, economista-chefe da Austin Rating, avalia que a medida pode ser efetiva para o momento atual. (mais…)

POLITICA

Preços do petróleo sobem mais de 13%

Os preços do petróleo avançaram pelo segundo dia consecutivo hoje (3), com os contratos tanto do Brent quanto do WTI registrando os maiores ganhos percentuais semanais da história diante de expectativas de que um acordo global para cortes de oferta da commodity possa surgir no início da semana que vem.

O petróleo registrou ontem (2) a maior disparada diária da história por perspectivas de um corte de produção equivalente a entre 10% e 15% da demanda global.

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) agendou para segunda-feira (6) uma reunião emergencial, liderada pela Arábia Saudita, na qual pode haver um acordo para cortes de produção equivalentes a 10% da oferta global, cerca de 10 milhões de barris por dia.

//metro1

POLITICA

Comitê de Gestão de Crise do Coronavírus se reúne com secretários municipais

Na manhã desta sexta-feira (3), o Comitê de Gestão de Crise para enfrentamento da pandemia do Covid-19 se reuniu com os secretários municipais. O objetivo foi atualizar os gestores sobre as ações que vêm sendo realizadas pelo grupo, juntamente com a Secretaria Municipal de Saúde, no sentido da prevenção e controle da propagação do coronavírus em Vitória da Conquista.

Comitê Gestor de Crise e secretários municipais conversaram a respeito da importância da união de esforços no combate ao Coronavírus

O secretário municipal de Administração e membro do Comitê Gestor, Kairan Rocha, falou sobre outra proposta do encontro: “Ressaltar a importância de cada um dos secretários, que ainda não estejam ligados diretamente à pasta da saúde, nessas ações de combate ao Covid-19. E trazer um pouco mais o conhecimento científico, sobre a propagação do vírus e o efeito disso, para que todos tenham ciência dessas informações que nós estamos tendo acesso diariamente, dentro da Secretaria, e possam transmitir aos seus funcionários e àquelas pessoas que convivem.”

Durante a reunião, o secretário municipal de Saúde, Alexsandro Costa, fez uma breve apresentação das iniciativas tomadas pela Secretaria desde o início da ameaça do coronavírus. Ele destacou a importância do trabalho em equipe para a efetividade das medidas: “O combate ao coronavírus é um combate intersetorial, envolve as várias secretarias. Então, nesse momento, a gente reitera a convocação dos outros secretários e das demais áreas técnicas para unir esforços, no sentido de ir se preparando e, ao mesmo tempo, fazendo as medidas que devem ser feitas, para a prevenção e o combate à pandemia.”

O médico infectologista Augusto Nunes explicou detalhes da pandemia e tirou dúvidas dos secretários

Além disso, o Comitê Gestor de Crise convidou para o encontro os médicos Augusto Nunes e Antônio Oliveira, que estão à frente do trabalho técnico que vem sendo desenvolvido na Rede Municipal de Saúde nas questões relativas à pandemia. Os profissionais falaram e tiraram dúvidas sobre a propagação do vírus, tratamento, pesquisas científicas relacionadas ao controle da pandemia, a realidade de outros países e os desafios do nosso sistema de saúde.

“A perspectiva do risco do agravo disseminar, mas ao mesmo tempo várias providências reais de empenhos individuais de diversos gestores, todos entendendo o processo como algo humano – efetivamente a proteção da humanidade é significativa nesse momento. E, essencialmente, entendendo que dentro das suas potencialidades e das suas vulnerabilidades, de cada um no seu estilo de gestão, o empenho e a doação da sua pasta, da sua gestão, em relação ao desenvolvimento da estratégia de prevenção e de atenção à população estão sendo tomadas nesse sentido”, afirma o médico infectologista Augusto Nunes.