Bia

Últimas Noticias

POLITICA

Paciente está há 17 meses sem vírus HIV após tratamento brasileiro inédito

Um estudo brasileiro da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), coordenado pelo infectologista Ricardo Sobhie Diaz, conseguiu eliminar o vírus HIV de um paciente que vivia com o vírus há sete anos.

O estudo foi feito unicamente com pessoas que estavam com o vírus indetectável — ou seja pessoas que têm a carga viral baixa e não transmitem a doença, por mais que vivam com o vírus. O intuito era “acelerar” o que o tratamento já estaria fazendo por estas pessoas (diminuir a quantidade de células infectadas). Foram recrutadas pessoas que iniciaram o tratamento com infecção pelo HIV relativamente recente e pacientes em tratamento com carga viral indetectável há mais de 2 anos. O estudo iniciou-se em 2013.

O paciente com o vírus eliminado, que preferiu não se identificar, conversou com exclusividade com a CNN e mostrou o teste para diagnóstico do HIV realizado este ano, onde constava que o paciente tinha amostra não reagente para HIV. “Eu me sinto livre”, diz.

Até hoje, dois casos de cura da Aids foram reconhecidos pela comunidade científica: Timothy Ray Brown, conhecido como “paciente de Berlim”, e Adam Castillejo, conhecido como o “paciente de Londres”. Em ambos, eles foram submetidos a um transplante de medula óssea. Por uma mutação rara, eles ficaram livres do vírus HIV.

Como funcionou o estudo

Para diminuir a replicação do HIV, o estudo selecionou pessoas que viviam com o vírus indetectável e que estavam tomando os coquetéis. “A gente intensificou o tratamento. Usamos três substâncias no estudo, além de criar uma vacina”, conta Diaz. Foram usadas combinações variadas de remédios, além de uma vacina produzida com o DNA do paciente.

Segundo o infectologista, a próxima fase do estudo deve contar com 60 pessoas e vai incluir mulheres como voluntárias — a primeira fase contou apenas com homens. A pesquisa está paralisada por causa da pandemia do novo coronavírus no país.

A doença no mundo

Segundo a Unaids, programa conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids, até dezembro de 2018, havia cerca de 37,9 milhões de pessoas em todo o mundo vivendo com HIV. Destas, cerca de 79% conheciam seu estado sorológico positivo para HIV, ou seja, já tinha sido diagnosticadas. Isso significa que cerca de 8,1 milhões de pessoas ainda não tinham conhecimento de que estavam vivendo com HIV (não haviam feito o teste para o diagnóstico).

Ainda segundo a Unaids, 32 milhões de pessoas morreram de doenças relacionadas à AIDS. Desde 2010, a mortalidade relacionada à Aids caiu 33% — em grande parte graças à evolução do tratamento antirretroviral e ao maior acesso destas pessoas ao tratamento.

//cnnbrasil

POLITICA

Loteamento Renato Magalhães e Conjunto da Vitória se preparam para receber pavimentação

Mais pavimentação para Vitória da Conquista! Agora, será a vez dos moradores dos loteamentos Renato Magalhães e Conjunto da Vitória comemorarem o tão sonhado asfalto. Nesta quarta-feira (1), o prefeito Herzem Gusmão visitou as localidades para planejar o início das obras de drenagem e pavimentação asfáltica.

“Estamos agradecendo a Deus por essa benção. O nosso governo levando obras importantes com o Finisa II”, declarou o prefeito, que estava acompanhado de técnicos das secretarias de Infraestrutura e Mobilidade Urbana e da Empresa Municipal de Urbanização(Emurc).

Segundo o secretário municipal de Mobilidade Urbana, Jackson Yoshiura, as obras vão começar nos próximos dias. “Provavelmente, o Conjunto da Vitória na sexta e Renato Magalhães na próxima segunda. Viemos hoje identificar como será o início das obras”, relatou.

No Renato Magalhães, por meio do Programa Morar Legal, a Prefeitura Municipal também está realizando a regularização fundiária de 1003 imóveis.

Mais pavimentação – Com R$ 50 milhões provenientes do Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (Finisa II), e R$ 10 milhões referentes ao Finisa Ilumina, ambos da Caixa Econômica Federal, a Prefeitura investe em obras de melhorias na infraestrutura da cidade.

Uma parte desse recurso – R$ 23 milhões – permitirá levar o tão sonhado asfalto a muitas localidades periféricas da cidade. Além do Renato Magalhães, serão realizadas pavimentação e melhoria do sistema viário no Conjunto da Vitória, no bairro Nossa Senhora Aparecida e nos Loteamentos Bruno Bacelar e Alto do Panorama.

POLITICA

Reabertura de bares e restaurantes: Prefeitura destina agentes para fiscalizar cumprimento dos protocolos de segurança

Os agentes de fiscalização em bares e restaurantes da Av. Integração orientando quanto às medidas necessárias para a reabertura segura

A partir desta quinta-feira (02), os bares e restaurantes de Vitória da Conquista estarão autorizados a retomar suas atividades, desde que cumpram, rigorosamente, o protocolo de segurança para o controle do coronavírus (Covid-19). Esta é a terceira fase da reabertura gradual de setores do comércio, interrompendo uma sequência de três meses de fechamento deste serviço.

Para garantir o cumprimento das medidas, a Central de Orientação e Fiscalização da Prefeitura já  está nas ruas com os agentes de segurança patrimonial e de Posturas  para um trabalho constante de monitoramento, que irá das 8h da manhã até a meia noite, todos os dias da semana. De maneira escalonada, os agentes estarão circulando em vários pontos da cidade para fazer valer as determinações do Decreto 20.362, publicado no último domingo (28)

Segundo o comandante da Guarda Municipal, Antônio Braga, as ações vão começar nesta quinta e seguirão até o fim da crise.”Nossos agentes irão visitar os estabelecimentos e ajudar os comerciantes e a população com ações educativas. Dessa forma, a Prefeitura cumprirá seu papel em provir a segurança necessária para que as atividades possam ser exercidas”, relata.

Além das ações de fiscalização, o setor de Posturas, da Secretaria Municipal de Serviços Públicos (Sesep), também possui um telefone para acolher denúncias referentes ao não cumprimento do Decreto municipal:  (77) 3420-7009.

POLITICA

Herzem Gusmão recebe prêmio Prefeito Amigo da Criança da Fundação Abrinq

O cuidado dedicado à criança e ao adolescente em nossa cidade não passou despercebido. Vitória da Conquista é de novo destaque nacional: na tarde de hoje (01), a Fundação Abrinq anunciou os vencedores do respeitado Prêmio “Prefeito Amigo da Criança” e Herzem Gusmão foi um dos vencedores. A premiação reconhece os governantes que possuem as melhores práticas de gestão dos últimos quatro anos na implementação de políticas e ações que resultem em avanços na garantia dos direitos das crianças e dos adolescentes.

O Prêmio faz parte do Programa Prefeito Amigo da Criança – PPAC, iniciativa da Fundação Abrinq, criado em 1996. O objetivo é mobilizar, apoiar e motivar os gestores públicos em relação a uma das questões mais sensíveis do país: a dos meninos e meninas em situação de risco pessoal e social.

A Fundação Abrinq avaliou as gestões 2017-2020. Ao todo, 2.346 municípios brasileiros concorreram, mas apenas 125 foram certificados. Nesta edição, a avaliação levou em consideração dois eixos de análise para o reconhecimento das ações: Gestão Pública e Políticas Sociais.

Para a escolha dos melhores municípios do Brasil, foram solicitadas pelo PPAC informações a acerca do orçamento público, da gestão de políticas sociais – saúde, educação e assistência social – dos processos de elaboração ou revisão do Plano Municipal da Infância e Adolescência, das condições de funcionamento dos Conselhos Tutelares e do Conselho Municipal dos Direitos das Crianças e dos Adolescentes, e dos Fundos Municipais da Infância e Adolescência.

Os municípios que aderem ao Programa firmam um compromisso de mais de três anos, em que cumprem as exigências para participação efetiva; mobilizando órgãos, setores e organizações; planejando e executando ações; participando de eventos técnicos; e prestando as informações demandadas pelo Programa.

Na Bahia, dos 190 municípios participantes apenas 9 foram reconhecidos na gestão 2017-2020. Além de Vitoria da Conquista, Camaçari, Conceição do Jacuípe, Irecê, Itambé, Juazeiro, Mutuípe, Uauá e Várzea da Roça também foram premiados.

 

POLITICA

Bolsonaro sanciona lei de auxílio financeiro para o setor cultural

O presidente Jair Bolsonaro sancionou a lei que institui auxílio financeiro de R$ 3 bilhões para o setor cultural devido à pandemia de covid-19. O valor será repassado, em parcela única, para estados, municípios e Distrito Federal, responsáveis pela aplicação dos recursos. A Lei nº 14.017/2020, chamada de Lei Aldir Blanc, foi publicada hoje (30) no Diário Oficial da União.

O texto prevê o pagamento de três parcelas de um auxílio emergencial de R$ 600 mensais para os trabalhadores da área cultural, além de um subsídio para manutenção de espaços artísticos e culturais, microempresas e pequenas empresas culturais, cooperativas e organizações comunitárias. Esse subsídio mensal terá valor entre R$ 3 mil e R$ 10 mil, de acordo com critérios estabelecidos pelos gestores locais.

Em contrapartida, após a reabertura, os espaços beneficiados deverão realizar atividades a alunos de escolas públicas, prioritariamente, ou para a comunidade, de forma gratuita. Não poderão receber o benefício espaços culturais criados pela administração pública de qualquer esfera, bem como aqueles vinculados a grupos empresariais e espaços geridos pelos serviços sociais do Sistema S.

Trabalhadores do setor cultural e microempresas e empresas de pequeno porte também terão acesso a linhas de crédito específicas para fomento de atividades e aquisição de equipamentos e condições especiais para renegociação de débitos, oferecidas por instituições financeiras federais.

De acordo com a lei, poderão ser realizados editais, chamadas públicas e prêmios, entre outros artifícios, para a manutenção e o desenvolvimento de atividades de economia criativa e economia solidária, cursos, manifestações culturais, produções audiovisuais, bem como atividades artísticas e culturais que possam ser transmitidas pela internet ou por meio de plataformas digitais.

Enquanto perdurar a pandemia de covid-19, a concessão de recursos no âmbito do Programa Nacional de Apoio à Cultura (Pronac), dos programas federais de apoio ao audiovisual e demais políticas federais para a cultura deverão priorizar o fomento de atividades que possam ser transmitidas pela internet, por meio de redes sociais e plataformas digitais ou meios de comunicação não presenciais. Os recursos de apoio e fomento também poderão ser adiantados, mesmo que a realização das atividades somente seja possível após o fim das medidas de isolamento social.

As atividades do setor – cinemas, museus, shows musicais e teatrais, entre outros – foram umas das primeiras a parar, como medida de prevenção à disseminação do novo coronavírus no país. De acordo com a pesquisa Percepção dos Impactos da Covid-19 nos Setores Culturais e Criativos do Brasil, mais de 40% das organizações ligadas aos dois setores disseram ter registrado perda de receita entre 50% e 100%.

O nome da lei homenageia o escritor e compositor Aldir Blanc, que morreu no mês passado, no Rio de Janeiro, aos 73 anos, após contrair covid-19.

Auxílio emergencial

O auxílio emergencial de R$ 600 mensais para os trabalhadores da área cultural deverá ser prorrogado, assim como o auxílio concedido pelo governo federal aos trabalhadores informais, microempreendedores individuais, autônomos e desempregados.

Para receber o benefício, os trabalhadores da cultura com atividades interrompidas deverão comprovar, de forma documental ou autodeclaratória, terem atuado social ou profissionalmente nas áreas artística e cultural nos 24 meses imediatamente anteriores à data de publicação da lei. Eles não podem ter emprego formal ativo e receber benefício previdenciário ou assistencial, ressalvado o Bolsa Família.

Além disso, devem ter renda familiar mensal per capita de até meio salário mínimo ou renda familiar mensal total de até três salários mínimos, o que for maior; e não ter recebido, em 2018, rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70.

O recebimento dessa renda emergencial também está limitado a dois membros da mesma unidade familiar e a mulher chefe de família receberá duas cotas. O trabalhador que já recebe o auxílio do governo federal não poderá receber o auxílio cultural.

//AgênciaBrasil

POLITICA

#BOTAABOCANOMUNDO: Simone e Simaria exibem seus looks de live junina

As cantoras Simone e Simaria fizeram questão de não perder a festa junina. Apesar do isolamento social, a dupla alegrou os amantes da data com uma live especial, recheada de sucessos sertanejos.

Para apresentação, as irmãs se vestiram à caráter, e mostraram muito estilo com o look  “caipirinha”.

Simaria com um decote abusado e babados no vestido, completou o look com uma bota branca e trancinhas no cabelo. Já simone exibiu a clássica estampa xadrez no vestido e completou o look com um lacinho na cabeça.

POLITICA

#BOTAABOCANOMUNDO: Mayra Cardi dispara ‘É muito difícil quando o abusador tem cara de príncipe’

Neste domingo (28) Mayra Cardi  usou sua conta no instagram mais um vez para falar sobre um tema importante: relacionamentos tóxicos e abusivos. Há alguns dias, a ex-BBB desabafou sobre o seu casamento abusivo com o ator Arthur Aguiar. No inicio da gravação, Mayra reafirmou que não é uma profissional da área de psicologia, mas que o intuito era relatar suas experiências.
“Eu sou uma mulher que caiu algumas vezes nessa armadilha da vida e vou explicar sobre isso, como ser humano, colocando o meu posicionamento, me abrindo para que mulheres como eu possam sair de relacionamentos como este”, iniciou.
A moça ainda falou sobre a dificuldade de identificar um abusador. “Muitos abusadores não sabem que são abusadores, porque nem sabem que estão em uma relação abusiva, porque ela começou muito tempo antes, quando esse excesso de machismo, de desejo, de querer, de castrar a vontade e o desejo da mulher começou a existir”, disse. “Para você estar em um relacionamento abusivo, você só precisa ser uma pessoa e estar sendo manipulada, enganada, sob mentiras, sob pressão, sob o desejo do outro a qualquer custo”.
“É muito mais fácil quando o abusador vem com cara de monstro, te estuprando, ou te batendo, assim fica mais fácil de identificar, e talvez fique mais fácil de correr também. Mas é muito difícil quando o abusador vem com cara de príncipe, com cara de coitadinho, educado, conquistador, abre a porta do carro, te dá flores… e aos pouquinhos você vai, não só caindo nos encantos, mas deixando de ser você, perdendo a sua personalidade, caindo cada vez mais nas mentiras, nas manipulações, nos quereres, e deixa de querer o que você gosta, quem é você, os seus amigos, deixa de ser quem você é, simplesmente para fazer a vontade dele, do jeito dele, imposta por ele, e com as mentiras dele. Diariamente sendo alimentadas”, desabafou.
“E também tem o relacionamento abusivo em que você pede para a pessoa mentir para você, que você está louca para acreditar. A pessoa te trai, ela cria a imagem de um marido perfeito, de um pai perfeito, e aí você descobre as traições e aí ela chora, diz que vai mudar, que não entende porque te faz sofrer… e você também chora, porque você ama muito. E exatamente por você amar muito que você está em um relacionamento abusivo. Sim, você ama o seu abusador e é exatamente por isso que se chama uma relação abusiva: você não está amarrada, você não está presa e você não quer terminar. Nós nunca queremos terminar, nós nunca queremos sair, porque estamos presas diariamente nessa manipulação”, continuou.
Mayra ainda finalizou falando sobre pessoas que não sabem que vivem em um relacionamento abusivo. “Infelizmente, existem milhões de pessoas sendo abusadas diariamente e não sabem. E o abusador ainda tem a coragem de dizer: eu não sou abusador”, finalizou.
POLITICA

#BOTAABOCANOMUNDO:Mayra Cardi expõe traições de Arthur Aguiar e conta tudo sobre separação

Mayra Cardi expos toda a verdade sobre o fim do seu relacionamento o ator Arthur Aguiar. Na manhã desta sexta-feira (26) a coach postou um vídeo e falou sobre a relação com o ex-marido Arthur Aguiar. Na postagem, a coach de emagrecimento falou que viveu um relacionamento abusivo e que foi traída.

“Eu vivi num relacionamento abusivo e manipulador onde era extremamente traída durante muitos anos, E sobre isso que vim falar, da maneira mais dura e direta, e mais sincera possível,” contou ela.

Ela conta que havia voltado com Arthur Aguiar porque havia muito amor. “Pelo menos da minha parte existe. Mas não sei mais, porque não sei quem é ele, não sei quem estava na minha cama esse tempo todo. Eu desconheço”.

De acordo com Mayra, ela “depositou tudo que tinha” nas mãos dele. “Coloquei ele à frente das minhas empresas, meus negócios, para ele se sentir mais útil. Porque quando eu o conheci ele tinha falido, investido tudo na música e não deu certo”, lembrou.

“Talvez minha mania de trabalhar muito, ser uma mulher independente, tão autossuficiente, tenha feito ele se sentir menos homem. Talvez, para se sentir mais homem, ele tenha me traído tanto. E eu me responsabilizei por essas traições. E minha gravidez virou um inferno,” relata Mayra.

Mayra falou das diferenças entre os dois. “Eu sou uma pessoa muito simples, o Arthur gosta de usar roupa de marca e viajar de primeira classe,” contou Mayra. “Quando eu tive a Sophia, eu criei muita expectativa de que ele fosse um pai perfeito e um marido perfeito. E sou muito responsável pelas mentiras que contei para que ele acreditasse e um dia fosse tudo o que eu quisesse”, relatou.

Mayra também revelou que Arthur não queria que a pequena tivesse uma babá, porque acreditava que a criação de Sophia deveria ser responsabilidade apenas dos dois. Mas conta que acabou tendo que fazer tudo sozinha e não teve apoio do ex-marido. Mayra conta que as traições começaram nessa época.

“É muito duro quando você é traída, você se sente largada, humilhada e feia,” relatou. Ela disse que a situação a fez entrar em depressão pós-parto. Mayra voltou a trabalhar quando Sophia completou 5 meses e que as traições aumentaram.

Mayra conta que Arthur destruiu muitas famílias e que chegou a receber ligações dos maridos. “Eu perdoei tudo que ele me fez, tudo que ele me traiu. Sinto muito por todas as famílias que ele destruiu, além da minha,” contou. Nesse momento, a coach diz ter percebido que precisava fazer alguma coisa e terminou o relacionamento, mas que Arthur prometeu que iria mudar.

“Eu me deixei ser manipulada, me deixei ser enganada. É difícil você amar alguém que te trará que nem um lixo”, desabafou.

Mayra finalizou contando que decidiu expor a verdade para que ela não seja mais manipulada e disse que agora poderá voltar a postar fotos de biquíni, o que o ex-marido não gostava.

ASSISTA O VÍDEO  COMPLETO:

POLITICA

#BOTAABOCANOMUNDO: Carolina Ferraz é contratada pela Record para apresentar Domingo Espetacular

A ex-global Carolina Ferraz foi anunciada pela Record TV como a nova apresentadora do Domingo Espetacular nesta última sexta-feira, 19. Segundo comunicado divulgado pela emissora, ela assumirá o programa a partir de julho, ao lado de Eduardo Ribeiro.

A atriz do alto escalão da Globo não teve seu contrato renovado e foi dispensada da Globo em 2017, após 27 anos, e chegou a processar a emissora na Justiça por conta de direitos trabalhistas.

Em 2019, Carolina Ferraz afirmou que não pretende voltar a atuar em novelas, apesar de manter a possibilidade em outras produções cinematográficas.

Carolina é conhecida por seu trabalho como atriz ao longo de décadas na Globo, mas já teve algumas experiências como apresentadora, inclusive no Fantástico.

POLITICA

Brasil passa de 40 mil mortes e 800 mil casos de coronavírus

Nesta quinta-feira (11), o Brasil chegou ao número de 40.919 mortes e 802.828 casos confirmados do novo coronavírus. Os dados foram atualizados pelo Ministério da Saúde.

Nas últimas 24 horas, foram registrados 1.239 novos óbitos. Destes, 426 ocorreram nos últimos três. Ainda há 3.588 mortes em investigação.

Também há 416.314 casos em acompanhamento no país. Dos mais de 800 mil casos totais, 345.595 pacientes já se recuperaram da doença. Nas últimas 24 horas, foram confirmados 30.412 novos casos.

POLITICA

Novo tipo de tecido é capaz de matar o novo coronavírus em até 15 minutos

Um novo tipo de tecido pode ser uma das grandes novidades no combate ao novo coronavírus. A tecnologia, certificada pelas universidades de Campinas (Unicamp), no interior de São Paulo, e pela Federal de Santa Catarina (UFSC), é capaz de eliminar o vírus em até 15 minutos.

O segredo está na fabricação do tecido. Além de fibras naturais e sintéticas, o material é composto por íons de prata, uma substância química que tem efeito antisséptico e capacidade de eliminar mais de 650 microorganismos, entre eles, o novo coronavírus.

Os pesquisadores comprovaram eficácia de 99,9% contra o causador da Covid-19. “A gente viu que o tecido, numa certa diluição, ele foi capaz de inibir 99,9% do vírus”, revela a virologista da Unicamp, Clarice Arns.

Os testes mostraram que, em contato com o tecido enriquecido com íons de prata, o novo coronavírus não consegue se reproduzir. A substância rompe a membrada do microorganismo e impede a sua ligação com as células hospedeiras, não deixando que o vírus libere material genético e, assim, bloqueando a contaminação.

O íon de prata já é usado na produção de tecidos que prometem evitar o mal cheiro do suor.

POLITICA

Sem transparência?! Ministério da Saúde tira portal com dados sobre Covid do ar

O portal do Ministério da Saúde que reunia as informações sobre os números do novo coronavírus (Sars-CoV-2) no país foi retirado do ar na noite desta sexta-feira (05). Agora, ao acessar o portal https://covid.saude.gov.br/, o usuário encontra uma mensagem de “Portal em manutenção”.

O site reunia tanto os números oficiais da pandemia no Brasil, bem como gráficos que mostravam o avanço da doença por estados e por regiões. O Ministério não informou por qual motivo o portal foi tirado do ar e nem quando ele estará disponível novamente.

Também a divulgação dos dados diários da sexta-feira voltou a atrasar, sendo publicada apenas às 21h45. A tabela disponibilizada ainda trazia menos dados do que a do dia anterior, com os números de recuperados, casos confirmados e óbitos das últimas 24 horas nacionais e por estado.

Na quinta-feira (04), bem como nos dias anteriores, a tabela trazia mais informações como os casos em acompanhamento e as mortes em investigação, bem como os números totais por estado desde o início da compilação das informações. O Ministério da Saúde não informou a razão das mudanças.

Apesar de não ser oficial, o presidente Jair Bolsonaro respondeu na noite de ontem a alguns jornalistas no “cercadinho” em frente ao Palácio da Alvorada que queria que fossem divulgados os dados do dia apenas.

“É para pegar o dado mais consolidado. E tem que divulgar os mortos no dia. Ontem [quinta-feira], por exemplo, dois terços dos mortos eram de dias anteriores”, disse ainda ironizando que, com o novo horário de divulgação das informações, “acabou matéria no Jornal Nacional”. (mais…)

POLITICA

Em Brasília, mulher cospe na mão e passa em produtos de livraria

Na última sexta-feira, duas mulheres denunciaram ter visto uma idosa tirando a máscara, cuspindo na própria mão e passando nos produtos de uma livraria no shopping Conjunto Nacional em Brasília. A informação foi divulgada pelo jornal “Correio Braziliense”.

Segundo as mulheres, a idosa primeiro tossiu na mão e passou em canetas do mostruário. Em seguida, foi para outra seção da loja, cuspiu na própria mão e passou nos livros. Segundo uma delas, a idosa ainda fez a mesma coisa em um dos teclados dos computadores da livraria. (mais…)

POLITICA

Deputado Fabrício defende ampla mobilização para execução da Lei Aldir Blanc

“Estamos acompanhando de perto essa proposta. A bancada baiana do PCdoB na Câmara Federal debateu e votou a favor da lei”

O Senado aprovou nesta quinta-feira (04) o projeto que destina R$ 3 bilhões para ações que vão ajudar o setor cultural a enfrentar a pandemia do novo coronavírus. O texto, batizado de Lei Aldir Blanc, em homenagem ao músico vítima da Covid-19, já havia sido votado e aprovado na Câmara do Deputados. Além de uma renda mensal de R$ 600 para os profissionais do setor, o projeto prevê subsídio de até R$ 10 mil mensais para manutenção de espaços artísticos e culturais que tiveram suas atividades paralisadas. Os recursos serão destinados aos estados, distrito federal e municípios – a previsão é que a Bahia receba mais de R$ 111 milhões; já Vitória da Conquista deve ser contemplada com mais de R$ 2 milhões.

Uma das preocupações é com a forma e o tempo de aplicação dos recursos. É o que aponta o deputado estadual Fabrício Falcão (PCdoB). “Estamos acompanhando de perto essa proposta. A bancada baiana do PCdoB na Câmara Federal debateu e votou a favor da lei. Já a deputada Jandira Feghali, de nosso partido, foi a relatora do projeto. Agora, com a aprovação do Senado, temos que pressionar o presidente Jair Bolsonaro para que a lei seja rapidamente sancionada e executada. Os estados e municípios terão, a partir do recebimento do recurso, 60 dias para sua aplicação ou, caso contrário, serão devolvidos. Então a gente tem que fazer uma grande mobilização junto ao governo estadual e prefeituras, com uma ampla participação dos artistas, para que essa ajuda emergencial chegue rápido e a quem mais necessita”, afirmou o parlamentar.

Cultura conquistense se mobiliza – O Conselho de Cultura de Vitória da Conquista informou que “já vem construindo alternativas para alinhar as atividades realizadas com base nas diretrizes da Lei Aldir Blanc”. Uma delas foi a readequação do Censo Cultural, com o acréscimo de itens como espaços culturais e as diversas modalidades delimitadas na lei.

O setor cultural contribui com cerca de 2% do Produto Interno Bruto (PIB) e antes da crise empregava mais de cinco milhões de trabalhadores, quase 6% da mão-de-obra brasileira. Com a pandemia, o segmento cobra um retorno governamental urgente. É o que defende o professor, músico e arte educador Geslaney Brito. Ele frisa que o Estado brasileiro, por lei, tem a “obrigação sobre a manutenção da cultura, não somente quando esta cumpre o papel de retornar ao Estado os impostos sobre as atividades econômicas, que de fato a cultura promove”.

A também cantora e compositora Luiza Audaz espera que o acesso ao auxílio seja amplo e ágil. “Em relação a outra parte do recurso que poderá ser aplicado em editais, patrocínios de lives, prêmios e etc. espero que haja um diálogo com os representantes de cada setor artístico para que as reais demandas de fomento sejam mapeadas, fazendo com que a verba chegue realmente nos bolsos dos artistas e circulem de maneira mais democrática possível”, afirmou a artista.

POLITICA

#BOTAABOCANOMUNDO: Protagonista de Glee, Lea Michele perde contrato publicitário após denúncias de racismo

Lea Michele – Repodução da internet

A onda de atos contra racistas não para nas redes sociais. Lea Michele, que protagonizou a série Glee, perdeu um contrato publicitário com a empresa de refeições saudáveis HelloFresh após ser acusada de racismo por Samantha Ware, companheira de trabalho na série musical.

As polemicas em torno do nome de Lea, surgiram nesta segunda-feira (1), quando a atriz fez uma publicação sobre a morte de George Floyd, negro sufocado na rua até a morte por um policial branco. “George Floyd não merecia isso. Este não foi um incidente isolado e deve terminar disse Lea, completando com a rashtag #BlackLivesMatter (Vidas Negras Importam, em português).

Logo, Samantha compartilhou a postagem de Lea e a acusou de ser racista nos bastidores da trama. “Acho que você disse para todo mundo que, se tivesse a oportunidade, ‘cagaria na minha peruca!’, entre outras microagressões traumáticas que me fizeram questionar uma carreira em Hollywood”, disse Samantha.

Mas as denúncias ganharam mais repercussão quando outros atores da trama deram a entender que também sofreram com atitudes racistas da atriz, como Amber Riley (Mercedes) e Alex Newell (Unique). Após às denúncias, os usuários do Twitter passaram a questionar as empresas que patrocinaram Michele.

A Hello Fresh uma empresa de alimentos saudáveis afirmou ter rompido o contrato com Léa após o acontecido. Em sua conta no twitter a empresa escreveu: “A HelloFresh não tolera racismo nem discriminação de qualquer tipo. Estamos desanimados e desapontados ao saber das recentes denúncias contra Lea Michele. Levamos isso muito a sério e encerramos nossa parceria com Lea Michele, imediatamente”.

POLITICA

#BOTAABOCANOMUNDO: Grupo Anonymous afirma que Avicii não se suicidou, foi assassinado

O grupo #Anonymous que estava sumido por mais de seis anos, reapareceu após a crueldade com George Floyd, um homem negro morto por policiais brancos nos EUA. O caso foi exposto nas redes sociais e tem chocado o mundo. O grupo ressurgiu e agora ameaçam expor podres das autoridades americanas.

Segundo o grupo #AnonymousAvicii não cometeu suicídio; mandaram matá-lo depois de ele ter denunciado abuso infantil (pizzagate) não apenas publicamente em discursos, mas também em seus clipes, de forma subliminar. 

Documentos oficiais apontam que Avicii cometeu suicídio no dia 20 de abril de 2018, mas os Anonymous esclarecem à todos que não foi exatamente isso que aconteceu.

 

POLITICA

#BOTAABOCANOMUNDO: Eliana vence Globo é líder isolada pela primeira vez no SBT

O programa “Eliana”, exibido pelo SBT neste domingo (31), atingiu uma marca histórica desde seu inicio na emissora. De acordo os dados preliminares do Kantar Ibope, a atração conquistou pela primeira vez a liderança na média, derrotando a Rede Globo, que exibia três atrações na faixa em confronto direto.

Um vitória para loira, o Sbt e toda sua produção que comemoraram o resultado nas redes sociais. Em determinados momentos, Eliana chegou a abrir quatro pontos de diferença sobre a Rede Globo.

Exibido entre 15h12 e 19h11, a atração dominical cravou 10,5 pontos de média e chegou a picos de 12,9 pontos na Grande São Paulo, alcançando cerca de 2,6 milhões de espectadores.

Na faixa de confronto direto, a Rede Globo amargou o segundo lugar com míseros 9,9 pontos de média, a RecordTV ficou em terceiro lugar com apenas 5,5 pontos de média, enquanto a Band ficou em quarto lugar com 2,0 pontos de média.

O programa foi uma reprise da edição que reuniu no palco os cantores Eduardo Costa e Leonardo. que abriram um “consultório sentimental” respondendo às perguntas dos telespectadores. A apresentadora também foi até a fazenda onde o cantor Eduardo Costa passa seus dias de folga e cria seus cavalos, no local foi feito o quadro do “Cardápio Surpresa”. Teve ainda a intimidade da família de Leonardo, com uma visita a casa de Zé Felipe, filho do sertanejo.

O programa da Eliana assim como a programação geral das emissoras segue em esquema de reprise, devido a paralisação das gravações imposta pela pandemia do coronavírus.