Bia

Últimas Noticias

POLITICA

Simtrans disponibiliza serviços de registro de acidentes e formulários de defesa online

Em razão da suspensão do atendimento dos servidores da administração municipal, devido à pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob) e o Simtrans informam que estão disponíveis online, os serviços de registro de acidentes de trânsito, formulários de defesa e apresentação de condutor.

Ambos os serviços podem ser acionados pela plataforma E-Dat pelo site: http://ocorrenciatransito.pmvc.ba.gov.br/ ou ainda pelo telefone: (77) 98856-4567. Para os demais serviços administrativos do Simtrans, resultados de defesa, baixa de autuação ou dúvidas, o telefone é: (77) 98856-3111.

Na última sexta-feira (20), a Semob suspendeu ainda, por tempo indeterminado, os prazos para defesa de autuação, identificação de condutor infrator e interposição de recurso administrativo.

POLITICA

Em pronunciamento na TV, Bolsonaro pede reabertura de comércio e escolas e fim do ‘confinamento’

O presidente Jair Bolsonaro pediu, em pronunciamento em rede nacional de televisão e rádio exibido na noite desta terça-feira, a reabertura do comércio e das escolas e o fim do “confinamento em massa”. As medidas têm sido utilizadas no combate ao novo coronavírus, que já deixou 46 mortos no país. Durante o pronunciamento, houve panelaço em todas as regiões do país. E logo em seguida, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, rebateu Bolsonaro: ‘Brasil precisa de liderança séria, responsável e comprometida com vida e saúde da população’

— Algumas poucas autoridades estaduais e municipais devem abandonar o conceito de terra arrasada, a proibição de transportes, o fechamento de comércio e o confinamento em massa. O que se passa no mundo tem mostrado que o grupo de risco é o das pessoas acima de 60 anos. Então, por que fechar escolas? — questionou Bolsonaro.

O presidente afirmou que o coronavírus “brevemente passará” e afirmou que a vida “tem que continuar”:

— O vírus chegou. Está sendo enfrentado por nós e brevemente passará. Nossa vida tem que continuar. Os empregos devem ser mantidos. O sustento das famílias deve ser preservado. Devemos, sim, voltar à normalidade.

No primeiro pronunciamento sobre o tema, realizado no dia 6 de março, Bolsonaro afirmou que não havia motivo para “pânico” e que o momento era de união.

A segunda fala sobre o tema foi realizada na semana seguinte, no dia 12 de março. O presidente recomendou o adiamento de manifestações que estavam marcadas para o domingo seguinte, devido à recomendação para evitar aglomerações. O próprio Bolsonaro, contudo, acabou participando dos protestos.

Presidente critica imprensa

O presidente criticou a cobertura da imprensa sobre a crise. De acordo com Bolsonaro, veículos de comunicação espalharam “a sensação de pavor” e potencializaram um cenário de histeria. Bolsonaro alegou que a imprensa baseou-se no alto número de mortos na Itália para projetar uma situação semelhante no Brasil, mas disse que a comparação não faz sentido, porque o país tem mais idosos e um clima diferente.

— Grande parte dos meios de comunicação foram na contramão. Espalharam exatamente a sensação de pavor, tendo como carro chefe o anúncio de um grande número de vítimas na Itália, um país com grande número de idosos e com um clima totalmente diferente do nosso. Um cenário perfeito, potencializado pela mídia, para que uma verdadeira histeria se espalhe-se pelo nosso país.

O presidente também ironizou, de forma indireta, o médico Drauzio Varella e a TV Globo, ao chamar o coronavírus de “gripezinha” ou “resfriadinho”, fazendo referência a um termo utilizado em um vídeo gravado em janeiro de 2020 pelo médico. No domingo, o Portal Drauzio Varella alertou que o vídeo, gravado quando o coronavírus ainda não havia chegado ao Brasil,foi compartilhado pelo ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, como se fosse atual.

— No meu caso particular, pelo meu histórico de atleta, caso fosse contaminado pelo vírus, não precisaria me preocupar, nada sentiria ou seria, quando muito, acometido de uma gripezinha ou resfriadinho, como bem disse aquele conhecido médico daquela conhecida televisão.

Após o twitter retirar do ar o post do ministro por “violar as políticas da empresa, além de uma alta repercussão negativa”, Salles pediu desculpas.

//extra

POLITICA

Comissão Especial de Enfrentamento ao coronavírus se reúne com secretário de saúde e diretor do Hospital de Base

Na manhã desta terça-feira (24), a Comissão Especial de Enfrentamento à Covid-19, da Câmara de Vereadores, esteve na Secretaria Municipal de Saúde para uma reunião com representantes do Município e do Hospital Geral de Vitória da Conquista para tratar das medidas de prevenção à Covid-19.

Estiveram presentes o presidente da Câmara, Luciano Gomes (PL), além dos vereadores Fernando Jacaré (PT), Cícero Custódio (PSL), Rodrigo Moreira (Progressistas), Nildma Ribeiro (PCdoB), do secretário de Saúde, Alexsandro Nascimento Costa, o assessor especial da Prefeitura e diretor da Secretaria de Saúde, Lucas Batista, e o diretor do Hospital Geral, o médico Geovane Moreno.

Na reunião, os vereadores ouviram dos representantes da prefeitura e do HGVC quais as ações adotadas para que Vitória da Conquista tenha o menor impacto possível em meio à pandemia do novo coronavírus.

“Foi uma reunião extremamente importante. Debatemos como a Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Saúde, e como o Hospital de Base estão se preparando para receber esses pacientes.  Tivemos a possibilidade de debater todos os assuntos, todas as possibilidades e colocamos a Câmara de Vereadores à disposição das secretarias de Saúde do Município e do Estado para que a gente possa contribuir no que for necessário”, comentou o presidente da Casa do Povo, Luciano Gomes.

Dentre vários temas debatidos, os vereadores questionaram ao secretário e ao diretor do hospital sobre as medidas tomadas pelo município em meio a crise, além de pedir esclarecimentos sobre a falta de testes rápidos do coronavírus na cidade, sobre as ações da rede de saúde de Vitória da Conquista e sobre os números. Os parlamentares sugeriram que a Prefeitura declare situação de emergência para possibilitar novas ações do poder público contra a pandemia e a necessidade de fechamento de bares e a suspensão de transportes na Zona Rural.

Tanto o secretário Alexsandro quanto o diretor Dr. Geovane pediram ajuda da Câmara para reafirmar à população todos os protocolos indicados contra a proliferação da doença e para que a mídia local não provoque alarmismo na cidade.

“A gente fez uma avaliação das medidas que vêm sendo tomadas, prestamos todos os esclarecimentos relacionados às notícias veiculadas na mídia, discutimos propostas relacionadas tanto à assistência quanto à prevenção e tivemos o contato com o Dr. Geovane, do Hospital de Base, o que nos permite dizer que temos uma boa articulação com a Secretaria de Saúde do Estado, e nesse momento temos que somar forças para que todos possamos enfrentar essa fase juntos”, comentou o secretário.

Até o momento, Vitória da Conquista notificou 91 casos suspeitos de coronavírus junto à Sesab, dos quais, 34 foram descartados e outros 57 permanecem sob investigação. Nenhum caso da Covid-19 foi registrado até o momento no município.

O diretor do HGVC explicou que nesse momento a orientação é para o isolamento social, quem está com sintomalogia, mas sem dificuldade respiratória deve ficar em casa e não se dirigir ao hospital, apenas os pacientes que precisam de ventilação mecânica deve se dirigir à unidade. Explicou que quanto maior o isolamento domiciliar, maior a capacidade de atuação das equipes de saúde. “A ideia é de que estamos nos preparando para algo novo, algo inesperado, mas estamos fazendo de tudo para evitar a propagação do vírus, pois a ação tem que ser em tempo real”, concluiu.
POLITICA

Aneel suspende cortes no fornecimento de energia elétrica motivados por falta de pagamento

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) decidiu nesta terça-feira (24) suspender os cortes no fornecimento de energia elétrica motivados por falta de pagamento dos consumidores.

A medida vale por 90 dias, pode ser alterada e foi adotada em razão da crise na economia provocada pela pandemia do novo coronavírus.

Pela decisão, a suspensão vale para todas as residências urbanas e rurais e para os serviços considerados essenciais, como hospitais.

A medida já vinha sendo defendida por entidades de proteção dos direitos dos consumidores como uma forma de ajudar as famílias.

O relator do processo, o diretor Sandoval Feitosa, destacou que a medida não isenta os consumidores do pagamento, mas serve para garantir a continuidade do fornecimento para quem não tiver condição manter as faturas em dia.

“Rogo a todos brasileiros que possam pagar no prazo a suas faturas que o façam. Isso permitirá que possamos abraçar as pessoas que não possam pagar as contas de energia”, afirmou.

No voto, Feitosa afirmou ainda que o fornecimento de energia elétrica é essencial para manter os brasileiros em suas casas. O processo foi votado em reunião extraordinária.

A resolução da Aneel também prevê outras medidas, entre as quais:

  • suspensão da entrega mensal da fatura impressa;
  • entrega pessoal de faturas;
  • suspensão do descadastramento de famílias da tarifa social;
  • suspensão de atendimento presencial ao público;
  • entrega pessoal de faturas;
  • suspensão do descadastramento de famílias da tarifa social;
  • elaboração de planos de contingência específicos para atender hospitais e locais usados para o tratamento da população.

Segundo a Aneel, os consumidores residenciais respondem por quase 47,5% do faturamento das distribuidoras de energia e hoje o nível de inadimplência é de 5%.

“Caso as medidas de vedação à suspensão do fornecimento resultem em aumento da inadimplência, o Órgão Regulador certamente terá que adotar medidas alternativas para garantia da sustentabilidade do setor elétrico”, informou a agência.

Sobre a suspensão do corte de inadimplência, Feitosa afirmou ainda que a decisão também dá uniformidade ao tratamento dado às distribuidoras já que alguns estados e municípios têm publicado decretos proibindo o corte no fornecimento.

// G1
POLITICA

Transporte coletivo opera com horários de domingo

Em razão da suspensão das aulas em escolas, faculdades e universidades e do atendimento ao público em todo o comércio e em parte dos serviços da Administração Pública, os ônibus do transporte coletivo urbano operam com tabela de horário de domingo.

Nos horários de pico, as empresas disponibilizam veículos extras. O objetivo é garantir o cumprimento do Artigo 4º, do Decreto Municipal nº 20.193 de 18 de março, que limita a lotação dos ônibus ao número de assentos existentes.

Outras medidas como higienização dos veículos e do Terminal da Lauro de Freitas estão sendo tomadas para garantir a segurança dos passageiros.

POLITICA

Coronavírus: Prefeitura ampliará atendimento à população em situação de rua

Em virtude da declaração de pandemia pela OMS, em decorrência da infecção pelo novo coronavírus (COVID-19), as Secretarias Municipais de Desenvolvimento Social e Saúde, de forma conjunta, elaboraram uma nota-técnica sobre a proteção social e a oferta de serviços de saúde à população em situação de rua no município de Vitória da Conquista.

Além da continuidade da oferta dos serviços Consultório na Rua, Serviço de Abordagem Social, Centro Pop Adulto, Centro Pop Criança e Adolescente, as unidades de referência e a rede comunitária, a Prefeitura vai disponibilizar para aquelas pessoas que apresentam sintomas da COVID-19, um espaço exclusivo de isolamento, munido de todas as condições adequadas de rotinas diárias de um domicílio. Em caso de agravamento dos sintomas, serão seguidas as recomendações de encaminhamento para rede hospitalar.

Na nota, a Prefeitura garante a ampliação do atendimento à essa população durante a pandemia, ofertando os serviços essenciais de execução direta e indireta no âmbito da Política de Assistência Social e de Saúde, de forma articulada e integrada, garantindo proteção social, promoção da saúde e prevenção de doenças.

Para o secretário interino de Desenvolvimento Social, Michael Farias, essa é uma população que requer uma atenção especial, “o governo municipal está articulado para garantir proteção a esse público, já que nosso compromisso é a garantia de direitos e a preservação da vida em todas as suas dimensões.”, ressaltou Michael.

Acesse a nota completa aqui.

POLITICA

Vitória da Conquista: Mais de 10 mil pessoas vacinadas contra Influenza no primeiro dia de campanha

Somente nessa segunda-feira (23), primeiro dia da Campanha de Vacinação Contra a Influenza, Vitória da Conquista imunizou 10.346 idosos e profissionais da área de saúde, público-alvo dessa primeira etapa. Para isso, o serviço foi disponibilizado nas unidades de saúde, em oito pontos estratégicos da cidade e em três postos no modelo drive thru. O objetivo foi dispersar as aglomerações e, consequentemente, o risco de infecção do Covid-19.

“Nesse balanço, podemos dizer que foi uma vacinação bem significativa. Conseguimos alcançar boa parte dos idosos. A procura está intensa”, avalia a coordenadora municipal de Imunização, Camila Assunção.

Nesta terça (24), a vacinação está acontecendo nas unidades de saúde e nos três postos de drive thru, onde a população recebe a dose sem sair de dentro do carro. Eles estão localizados no Shopping Conquista Sul, no Shopping Boulevard e no Centro Cultural Glauber Rocha.

A coordenadora explica por que o funcionamento dos demais pontos foi suspenso: “O Estado nos envia um quantitativo gradativo de vacinas e, com isso, pode ocorrer o desabastecimento. Estamos aguardando, então, o Estado realizar esse novo reabastecimento, para poder voltar à rotina de todos os pontos estratégicos.”

Ainda de acordo com ela, os postos de drive thru também só devem funcionar enquanto houver quantitativo de vacinas para abastecê-los. Mas a população pode ficar tranquila, pois tão logo o Governo do Estado envie os outros lotes, todos os pontos voltarão a funcionar normalmente.

POLITICA

Procon suspende atendimento presencial

A partir desta segunda-feira (23), outro órgão municipal que suspende temporariamente o atendimento presencial, como medida de prevenção ao COVID-19 (novo Coronavírus), é o Procon de Vitória da Conquista.

O órgão informa que o consumidor que tenha reclamações urgentes a serem registradas no serviço encaminhe a queixa para o e-mail proconpandemiapmvc@gmail.com. Por meio do mesmo e-mail será possível registrar reclamações exclusivas a respeito da pandemia, como irregularidades no fornecimento de água e energia ou preços abusivos em produtos indispensáveis neste período.

Além desse canal de comunicação, o cidadão também vai poder registrar sua queixa no site: www.consumidor.gov.br.

O Procon reforça que não serão realizadas audiências neste período. Entretanto, as queixas enviadas por e-mail, após triagem, serão encaminhadas para o fiscal verificar in loco e tomar as medidas cabíveis.

POLITICA

Cemitérios e funerárias brasileiros se preparam para aumento da demanda

Preocupados com o aumento da demanda e com os riscos decorrentes do novo coronavírus (covid-19) no Brasil, as empresas funerárias elaboraram um protocolo de procedimentos visando minimizar o risco de contágio durante as etapas que compõem as atividades como remoção dos mortos; contratação do serviço funerário; preparação dos corpos; homenagens póstumas; sepultamento e cremação.
De acordo com a Associação Brasileira de Empresas e Diretores do Setor Funerário (Abredif), entidade que representa mais de 13 mil empresas, oferecendo 350 mil empregos diretos em todo o país.
//odia
POLITICA

Perguntas e respostas sobre o coronavírus; orientações práticas!

Estou com sintomas da Covid-19. O que eu tenho que fazer?

Se os sintomas são leves, fique em casa: hidrate-se bem, repouse e use medicamentos para febre. Caso sinta cansaço extremo, dificuldade de respirar ou febre alta por mais de 24 horas, procure assistência médica.

Como diferenciar a covid-19 de uma gripe normal?

Não tem como saber. Os quadros são muito semelhantes, com tosse leve, febre ou dor de garganta. Por isso, só com exame laboratorial, mas os testes agora são somente para casos graves em hospitais.

Devo me vacinar contra a gripe?

A recomendação é tomar a vacina para diminuir o risco de infecções respiratórias e tirar a dúvida entre gripe e Covid-19. Mas evite aglomerações

e filas, mantenha a distância de pelo menos 1,5 metro e siga a orientação da Secretaria de Saúde.

Estive com alguém que testou positivo. O que faço?

Esteve próximo (menos de 1,5 metro de distância) por mais de 15 minutos? É contato domiciliar ou no mesmo ambiente de trabalho? Em caso afirmativo, fique em isolamento domiciliar por 14 dias.

Como fazer o isolamento de um paciente em casa?

Se possível, isole-o em um cômodo com banheiro. Caso tenha máscara disponível, a pessoa deve usar. Toalhas e utensílios devem ser separados. Reforce a limpeza da casa e a higienização das mãos.

Tenho alguém de grupo de risco em casa. Devo tomar algum cuidado especial?

Reforce os cuidados de higiene: limpe as mãos ao chegar, tome banho e lave a roupa. Evite beijos e mantenha distância. Em caso de sintomas, um dos dois deve sair de casa.

Posso receber um amigo sem sintomas em casa? E fazer uma caminhada na rua, distante das pessoas?

Os contatos com amigos devem ser virtuais. Pode caminhar, sem interação com outros. Não pegue transporte público e elevador cheio. Higienize as mãos e volte logo.

Devo ter algum cuidado com as compras que recebo em casa? E as que fiz no mercado?

Higienize saquinhos plásticos com água sanitária. Borrife álcool 70 em caixas e lave com água e sabão caixas de leite e latas. Higienize bem as mãos.

//extra

POLITICA

China testa vacina para Covid-19 com 108 voluntários

A China começou os testes clínicos de uma vacina contra o novo coronavírus com 108 voluntários. Os voluntários estão divididos em três grupos e receberam as primeiras injeções na última sexta-feira (20), informou o jornal Global Times.

Com idades entre 18 e 60 anos, todos que receberam o teste são da cidade de Wuhan, onde a Covid-19 foi identificada em dezembro. As autoridades do setor de saúde do país autorizaram os testes em humanos no dia 17 de março, mesmo dia em que os Estados Unidos anunciaram o primeiro teste de uma vacina contra a COVID-19 em Seattle com 45 voluntários adultos.

Empresas farmacêuticas multinacionais se comprometeram na quinta-feira (19) a desenvolver uma vacina contra a Covid-19 “em qualquer parte do mundo”, em um tempo estimado de 12 a 18 meses no mínimo.

//metro1

POLITICA

Após críticas, Bolsonaro revoga suspensão do contrato de trabalho por até 4 meses

Após inúmeras críticas por conta da Medida Provisória (MP) que autoriza suspensão do contrato de trabalho por até quatro meses, o presidente Jair Bolsonaro (Sem partido) voltou atrás e anunciou que vai revogar a decisão. Ele comunicou o recuou em uma publicação no Twitter feita hoje (23).

A iniciativa tinha como objetivo beneficiar empresários durante a pandemia de coronavírus, que culminou com fechamento de uma série de postos de trabalho.

O empregado deixaria de trabalhar, assim como o empregador não pagaria o salário, mas a empresa continuava obrigada a oferecer curso de qualificação online ao trabalhador e a manter benefícios, como plano de saúde. Uma das principais críticas foi feita pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que chamou a MP de “capenga” e anunciou que o texto seria devolvido ao Executivo.

//metro1

POLITICA

Atendimento suspenso nas agências da Atuv

A Associação das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Vitória da Conquista (Atuv) suspendeu o atendimento ao público nas cinco agências do município.

A decisão obedece ao Decreto Municipal nº 20.202/2020, que suspende, temporariamente, o atendimento ao público de todo o comércio e de locais de prestação de serviço, entre os dias 23 e 29 de março.

Os pontos de recarga da Atuv, instalados em farmácias, estarão funcionando de acordo com o horário de cada um desses estabelecimentos. Durante esse período, os usuários poderão entrar em contato com a Atuv por meio dos canais de atendimento nas redes sociais e através do site www.atuv.com.br.

Os bilhetes de gratuidade do sistema de transporte público com vencimento a partir do mês de março serão renovados automaticamente por mais três meses.

Confira os locais de postos de atendimentos nas farmácias:

Farmácia Melhor Preço (Urbis VI)

Farmácia Melhor Preço (Vila Serrana)

Drogaria Brasil (Patagônia)

Farmácia Doutor Remédio (Alto Maron)

Farmácia Bem Estar (Bairro Brasil)

Farmácia Ultra-Econômica (Nova Cidade)

Farmácia Boa Vista (Boa Vista)

POLITICA

Setor de Posturas fiscaliza fechamento do comércio e atende a denúncias

A partir desta segunda (23), os fiscais da Secretaria Municipal de Serviços Públicos que atuam no setor de Posturas vão estar nas ruas para garantir o fechamento de todo o comércio de Vitória da Conquista, conforme estabelece o Decreto publicado ontem pela Prefeitura. A população pode colaborar com denúncias, caso verifique algum estabelecimento em descumprimento.

Para denunciar, o cidadão deve entrar em contato por telefone ou Whatsapp: (77) 3420-7009 / 3420-7010 / 98856-4737. As denúncias podem ser realizadas no anonimato.

Todos os estabelecimentos comerciais, inclusive na zona rural, estão proibidos de realizar atendimento ao público até o próximo domingo (29), com exceção para os seguintes:

1) serviços de saúde, farmácias, assistência médica e hospitalar;

2) hipermercados, supermercados, mercados, feiras livres, açougues, peixarias, hortifrutigranjeiros, quitandas e centros de abastecimento de alimentos;

3) lojas de conveniência;

4) lojas de venda de alimentação para animais e de produtos indispensáveis para produção agropecuária, prevenção, controle de pragas dos vegetais e de doença dos animais;

5) distribuidores de gás;

6) lojas de venda de água mineral;

7) padarias;

8) geração, transmissão e distribuição de energia elétrica;

9) tratamento e abastecimento de água;

10) captação e tratamento de esgoto e lixo;

11) processamento de dados ligados a serviços essenciais;

12) segurança privada;

13) serviços funerários;

14) bancos, lotéricas e cooperativas de crédito;

15) postos de combustível.

Está permitido, aos estabelecimentos comerciais fechados, realizar atendimento aos clientes, exclusivamente, por serviços de entrega (delivery). Para isso, devem adotar medidas para garantir a ausência de contato físico entre entregadores, funcionários e consumidores.

A Prefeitura recomenda aos estabelecimentos em funcionamento: intensificar as ações de limpeza, com material adequado, bem como disponibilizar na entrada do estabelecimento e em lugares estratégicos de fácil acesso, álcool em gel aos seus clientes e funcionários e ainda divulgar informações acerca da COVID-19.

Além disso, o decreto diz que os estabelecimentos que podem ficar abertos deverão adotar um sistema de senhas ou outro sistema eficaz, a fim de evitar a aglomeração de pessoas dentro do estabelecimento aguardando atendimento, privilegiando sempre o atendimento da população que se encontra no grupo de risco definido pela OMS.

O descumprimento das medidas será considerado infração à legislação municipal e sujeitará o infrator às penalidades e sanções aplicáveis.

POLITICA

Aprenda a diferenciar os sintomas entre resfriado comum e Covid-19

Pode parece estúpido lembrar. Mas nem tudo que é febre é coronavírus. Ou tosse, ou cansaço. Espirros e coriza frequente, que têm feito as pessoas enlouquecerem de preocupação, nem são sintomas típicos da Covid-19. Está muito mais com jeito de um resfriado ou gripe comum. Ou mesmo de uma rinite alérgica, uma inflamação da mucosa nasal que, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), atinge 25% da população brasileira.

Mas como manter a tranquilidade diante dos sintomas semelhantes que muitas síndromes têm com a Covid-19 e não correr para uma emergência de hospital, sobrecarregando o Sistema de Saúde?

Nos últimos dias, o Ministério da Saúde divulgou materiais explicativos sobre doenças que atacam as vias aéreas, com suas semelhanças e diferenças, ajudando a população na identificação dos sintomas. Mas fique atento: segue a recomendação de isolamento domiciliar para a população, até porque nem sempre a presença do vírus se dá em uma condição sintomática e mesmo a febre pode não estar presente em alguns casos, como em pacientes jovens, idosos, imunossuprimidos ou em algumas situações em que medicamentos antitérmicos foram utilizados.

Em caso de suspeita, vale a avaliação clínica de um médico especializado.

— Os sintomas fluem, são diferentes para cada pessoa, e o paciente nem sempre é o mais adequado para julgar como está se sentindo. A pessoa pode sentir uma falsa segurança de achar que não tem coronavírus porque a febre dela não é tão alta. Ou talvez achar que tem só um resfriado porque não dói as juntas, quando, na verdade, qualquer uma dessas doenças pode ter uma variação completa desses sintomas. Só um médico treinado sabe realmente interpretar, dizer o que está acontecendo e fazer referências do que se deve ser feito — explica Eduardo Finger, Imunologista do Hospital Oswaldo Cruz e da Care Plus.

Mesmo não sendo causada por vírus, a rinite — uma doença alérgica, e não uma infecção — também confunde as pessoas. Ela normalmente não causa febre e sua sintomatologia é localizada no nariz. Mas muitas vezes a congestão nasal permite que a pessoa acabe com uma sinusite, que é uma infecção.

— Começa com uma rinite, acaba com uma sinusite, infecção, dor de cabeça, febre e tudo mais. Mas se você não tiver febre e tiver só o nariz entupido, coçando ou lacrimejando, isso provavelmente é rinite. Já se você tem febre, provavelmente, não é — diz Finger, que ressalta que, se a pessoa tem esses sintomas, deve se isolar em casa e esperar passar. Se tiver dificuldade respiratória, aí sim deve procurar um hospital.

— Para quem não sabe nada, ter alguma coisa para se apoiar, como esta cartilha do Ministério, deve ajudar com a ansiedade. O problema é a falsa segurança de julgar uma coisa pela que não é qualificado. Na situação ideal, você se isola e não tem contato com ninguém. Na realidade, você vai fazer julgamentos e acabar pegando ou transmitindo. O que a gente tem que fazer é dificultar ao máximo a transmissão para que o nosso sistema de saúde consiga absorver as pessoas à medida em que elas forem ficando doentes — conclui o médico.

Vacinação contra a gripe

O Ministério da Saúde antecipou seu calendário e inicia nesta segunda, 23 de março, a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe. Nesta primeira etapa, serão vacinados idosos com mais de 60 anos e profissionais de saúde. Apesar de não combater diretamente o coronavírus, aderir à campanha e se vacinar é importante neste momento de pandemia, evitando a sobrecarga dos postos de saúde. O médico imunologista Eduardo Finger dá, ainda, outros motivos:

— Se você já tem alguma doença crônica, ter duas infecções virais é pior do que só uma. Se você consegue bloquear pelo menos a gripe comum, é vantajoso. Além disso, mesmo que você não pegue, pode transmitir para pessoas com menos de 5 anos e maiores de 65 anos, que poderão ter problemas sérios com isso. Por último, se você desenvolveu uma febre mas foi vacinado, pode-se descartar com mais facilidade a possibilidade de uma gripe. Isso facilitaria e agilizaria o tratamento para um eventual coronavírus.

//extra

POLITICA

Vigilância Sanitária vistoria e orienta atacadistas e clientes

A Vigilância Sanitária e Ambiental de Vitória da Conquista tem intensificado, nos últimos dias, um trabalho de orientação com intuito de prevenção à pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Neste domingo (22), agentes do órgão vistoriaram sete comércios atacadistas, orientando gerentes das empresas e clientes.

“Foi visualizado que estava tendo uma desorganização nos atacadistas e a Vigilância Sanitária esteve presente. Nos deparamos com um fluxo grande de pessoas não mantendo distância e fizemos as orientações”, explicou o coordenador municipal da VISA, Maico Mares.

Entre as orientações aos gerentes estão: o monitoramento do fluxo de pessoas e da distância entre elas, uso de sabonete nos banheiros, papel toalha, uso do álcool em gel para os colaboradores e clientes, além do uso dos EPIs para colaboradores. Outra ação, foi a panfletagem com material informativo sobre o Covid-19 com os números do call-center, canal implantado na última quinta-feira (20) para esclarecer dúvidas sobre o novo coronavírus.

“A VISA vai estar todos os dias fazendo ronda, monitorando toda a cidade para cumprimento do decreto. Mesmo assim, pedimos que as pessoas fiquem em casa; estamos trabalhando para que a população fique em casa”, completou o coordenador municipal da VISA.

POLITICA

Campanha de Vacinação contra a Influenza: confira quais serão os pontos estratégicos montados

Hoje (23) começa a 1ª etapa da Campanha de Vacinação contra a Influenza, tendo como público-alvo idosos a partir de 60 anos e trabalhadores da saúde.

Além da vacinação nas unidades de saúde da Atenção Básica, as equipes de Imunização também estarão a postos em pontos estratégicos para vacinar o público-alvo, no período de 23 de março a 15 de abril. A estratégia tem o objetivo de reduzir os riscos de transmissão para o Covid-19 e evitar aglomeração de pessoas em busca da vacina apenas dentro das unidades de saúde. A estratégia inclui o Drive Thru que vai possibilitar vacinar o público-alvo dentro do carro e, assim, impede-se que aglomerações sejam formadas.

De acordo com as definições do Ministério da Saúde, nessa primeira etapa, a prioridade será a vacinação apenas dos idosos que estão no grupo de risco de transmissão, por conta da idade e baixa imunidade, e trabalhadores da saúde que estão na linha de frente do atendimento ao público. Os demais grupos serão contemplados no decorrer das próximas fases da campanha, que segue até o dia 15 de maio.

Os idosos devem comparecer à unidade de saúde mais perto de casa ou nos pontos estratégicos que serão montados. Deve-se levar documento de identificação, cartão SUS e caderneta de vacinação. No entanto, mesmo aqueles idosos que estiverem sem documentos também serão vacinados.

Já para os trabalhadores da saúde, é necessário apresentar documento de comprovação profissional para receber a dose da vacina.

A primeira etapa da campanha começa hoje (23) e segue até o dia 15 de abril. A meta é imunizar, pelo menos, 90% dos grupos prioritários. Em Vitória da Conquista, o objetivo é atingir a vacinação de 31.492 idosos e 8.496 trabalhadores da saúde nesta primeira fase.

O dia D de vacinação vai acontecer no dia 9 de maio. Ao longo da campanha, outros grupos também irão participar da 2ª e 3ª fase.

Confira a distribuição:

1ª fase – início 23/03:

  • Idosos (60 anos e mais);
  • Trabalhadores da saúde;

2ª fase – início 16/04:

  • Professores de escolas públicas e privadas;
  • Profissionais das forças de segurança e salvamento;
  • Portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais.

3ª fase – início 09/05:

  • Crianças de 6 meses a menores de 6 anos;
  • Gestantes;
  • Puérperas;
  • Povos indígenas;
  • Adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas;
  • População privada de liberdade;
  • Funcionários do sistema prisional;
  • Adultos de 55 a 59 anos de idade.