Bia

Últimas Noticias

POLITICA

BBB 20: Prêmio do programa subiu mais do que a inflação. Veja quem se deu bem

O prêmio do Big Brother Brasil 20 é de R$ 1,5 milhão. Talvez você não se lembre (ou nem era nascido), mas, nas quatro primeiras edições do reality show, o vencedor saía da casa com R$ 500 mil. Mas se nominalmente o valor triplicou, em termos reais, não é bem assim. Porém, o BBB está mais generoso que a inflação.

Nos anos que separam a primeira edição do programa da que estreia de hoje, a inflação acumulada foi de 293,5%. Isso significa que, corrigido pelo índice IPCA, que é usado como a medida oficial da variação de preços no país, os R$ 500 mil de 2002, ano da primeira edição do programa, teriam virado R$ 1,467 milhão.

Portanto, em termos reais, o prêmio de R$ 1,5 milhão é 2,2% maior do que o que foi pago ao vencedor da primeira edição.

Em termos práticos, isso significa que o vencedor da edição que estreia hoje conseguirá comprar um pouquinho mais de coisas que Kléber Bambam conseguiria adquirir lá em 2002.

Para o prêmio ter realmente “triplicado”, ou seja, para o vencedor de hoje conseguir comprar três vezes mais coisas do que o vencedor da primeira edição, o programa deveria pagar ao ganhador R$ 4,402 milhões.

//valorinveste

POLITICA

China quer acabar com uso de plástico descartável até 2025

O governo chinês anunciou nova medida para combater a poluição. O país quer que as maiores cidades fiquem sem sacos de plástico descartável até o fim deste ano. As embalagens desse material vão ser banidas nos próximos anos. A China é o maior fabricante de plástico do mundo, produzindo cerca de 29% dos produtos de plástico.

Os sacos de plástico vão ser proibidos nas principais cidades chinesas até o fim de 2020 e, até 2022, a medida vai se estender a todas as cidades e vilas.

A medida é da Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma da China e do Ministério da Ecologia e Meio Ambiente, e inclui a proibição da produção e venda de sacos plásticos com espessura inferior a 0,025mm, bem como de películas com menos de 0,01mm de espessura.

//metro1

POLITICA

‘BBB 20’: Boninho diz que famosos entrarão na casa em igualdade com anônimos

Ser do camarote não é sinônimo de ter regalias no ”Big brother brasil 20”. Nesta segunda-feira, dia 20, Boninho anunciou que os nove participantes famosos do ”BBB 20” estarão em pé de igualdade com os brothers anônimos selecionados para o reality, que começa nesta terça-feira, dia 21.

”É camarote, mas nem tanto! Para entrar na casa do ”BBB”, a turma do camarote teve que topar entrar em condições iguais a turma da pipoca. Sem nada extra!”, explicou ele em uma publicação no Instagram.

Portanto, todos os 18 jogadores disputam a quantia de R$ 1,5 milhão.

”Brother é brother! Entra todo mundo de olho nesse R$ 1.5 milhão, e olha que é livre de imposto! Para o vencedor, o dinheiro é direto na conta”, completou Boninho.

//extra

POLITICA

Mercado financeiro reduz estimativa de inflação este ano para 3,56%

As instituições financeiras consultadas pelo Banco Central (BC) reduziram a estimativa para a inflação este ano. A projeção para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA – a inflação oficial do país) caiu de 3,58% para 3,56%. A informação consta no boletim Focus, que traz as projeções de instituições para os principais indicadores econômicos.

A projeção para 2020 está abaixo do centro da meta de inflação que deve ser perseguida pelo BC definida pelo Conselho Monetário Nacional como 4%.

A previsão para os anos seguintes não teve alteração: 3,75% em 2021, 3,50% em 2022 e 2023.

//metro1

POLITICA

Regina Duarte diz que vai iniciar período de testes na secretaria da Cultura

A atriz global Regina Duarte afirmou que começa amanhã (21) um “período de testes” na Secretaria Especial da Cultura. Ela foi convidada para a pasta após o ex-comandante do posto, Roberto Alvim, deixar a gestão ao fazer referências ao nazismo em um discurso.

“Nós vamos noivar, vou ficar noiva, vou lá conhecer onde eu vou habitar, com quem que eu vou conviver, quais são os guardas-chuvas que abrigam a pasta, enfim, a família. Noivo, noivinho”, afirmou a atriz à coluna de Mônica Bergamo, na Folha.

“Quero que seja uma gestão para pacificar a relação da classe com o governo. Sou apoiadora deste governo desde sempre e pertenço a classe artística desde os 14 anos”, disse a atriz.

A atriz não deixou claro se haverá nomeação no Diário Oficial durante esse período de testes e não quis confirmar se colocou condições para aceitar o cargo.

//metro1

POLITICA

Vitória da Conquista: Titãs apresenta show acústico em março

Branco Mello, Sérgio Britto e Tony Bellotto desembarcam em Vitória da Conquista para comemorar 20 anos do “Titãs Acústico MTV”

No dia 15 de março, uma das bandas mais importantes do rock nacional, Titãs, desembarca em Vitória da Conquista comemorando os vinte anos do “Titãs Acústico MTV”. O show será realizado no Centro de Convenções Divaldo Franco, a partir das 20h, com a participação de Mário Fabre e Beto Lee.

Lançado no final dos anos 90, o acústico foi um fenômeno com mais de dois milhões de cópias vendidas, ganhador de discos de ouro, platina e diamante. Branco Mello, Sérgio Britto e Tony Bellotto cavaram um tempo em meio ao lançamento do último álbum “Doze Flores Amarelas” e montaram um show afetivo e despojado.

O “Trio de Ferro”, como é denominado pelos fãs, munido apenas de violões, piano, guitarra acústica e contrabaixo, recriou canções do clássico e acrescentou outras pérolas de seu repertório, como “Epitáfio”, “Isso”, “Enquanto Houver Sol”, “Porque Eu Sei Que é Amor” e “Toda Cor”. Entre as canções, eles contam histórias e trocam ideias com o público, aproveitando o clima intimista do show.

O evento é uma realização do Coletivo Suíça Bahiana e faz parte da programação comemorativa de 10 anos de atuação da produtora em Vitória da Conquista. Os ingressos antecipados estão à venda no Sympla.

SERVIÇO
Titãs Trio Acústico | Centro de Convenções Divaldo Franco (VCA)
Data: 15 de março de 2020
Horário: 20h
Local: Av. Rosa Cruz, 1035 – Alto Maron, Vitória da Conquista (BA)
Ingressos: https://www.sympla.com.br/titas-em-vitoria-da-conquista__766334
R$ 140 (inteira) e R$ 70 (meia e ingresso social), cadeiras Premium/ R$ 120 (inteira) e R$ 60 (meia e ingresso social), cadeiras Ouro/ R$ 100 (inteira) e R$ 50 (meia e ingresso social), cadeiras Prata
Classificação indicativa: 16 anos

POLITICA

Enem: meme entre alunos, professor do DF gabarita matemática

O professor Frederico Torres, 33 anos, do Distrito Federal, alcançou a maior nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em matemática. A pontuação é de 985,5. Alcançada na sexta tentativa de gabaritar as questões da disciplina, a nota é um marco para o docente. Ele faz o exame desde 2014 com a finalidade de ajudar na orientação aos alunos. Até então, sempre errava uma das 45 questões, fato que o fez virar “meme” e ficar conhecido entre os alunos como “o 44 de 45”.

Mestre em matemática, Frederico foi aluno, monitor e, atualmente, é professor da escola Pódion, na Asa Norte. Ao Metrópoles, ele afirma que faz os exames para “sentir na pele” os que os alunos passam.

“Essa foi a sexta vez que fiz a prova, sempre me inscrevendo como candidato. Acho importante entender o modelo de prova e esse ‘laboratório’ de sentir na pele o que o estudante sente é a melhor forma de passar o conteúdo pra eles em sala”, explicou.

Frederico conta que sempre teve muita facilidade em matemática. Em 2012, o professor do DF foi o único no país a gabaritar o Exame de Acesso ao Programa de Mestrado Profissional em Matemática em Rede Nacional (Profmat), um mestrado profissional na disciplina. “Imaginei que acertaria todas as questões do Enem na primeira tentativa. Em 2014, tirei 973,6, mas acertando apenas 44 dos 45 itens”, lembrou.

O brasiliense também coleciona aprovações no Enem. Frederico foi aprovado em direito na Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), medicina na Universidade Federal do Maranhão (UFMA), Engenharia Civil na Universidade de Brasília (UnB), entre outras. No entanto, o professor nunca ocupava a vaga. Em 2018, mesmo tendo ficado em 36° das nove vagas, foi aprovado para medicina na UnB e resolveu cursar.

“Não penso em largar a sala de aula. Eu amo a sala de aula, amo o meu ambiente de trabalho e todas as pessoas que fazem parte do meu dia a dia – alunos, professores, direção–, mas eu sempre gostei de estudar e não queria me arrepender depois de não ter tentado fazer o curso de medicina. Mesmo que eu não me forme, só de poder vivenciar o curso de dentro já será uma experiência super válida, uma vez que lido diariamente com inúmeros estudantes que sonham com esse curso”, contou.

Mesmo com a realização do desejo antigo, o docente vai continuar fazendo os exames. “Meu objetivo principal nunca foi o de gabaritar a prova. Acreditava ser possível, me chateava quando errava itens por vacilo ou desatenção. Meu foco maior sempre foi o de entender o modelo de prova e poder passar segurança para os alunos em sala de aula”, explicou.

Dicas

O professor explica que o grande problema da matemática para os alunos que ainda temem a disciplina é que a matéria é “muito sequencial”. “Uma falha na base, não corrigida a tempo, pode colocar tudo o que vier pela frente em risco. Então, acho que a maneira ideal de estudar pra disciplina passa, principalmente, por uma autoavaliação e uma humildade em aceitar algumas dificuldades em operações básicas, por exemplo, e voltar lá atrás para cobrir essa lacuna”, disse.

“Depois que essas lacunas são cobertas e o estudante vai sentindo mais confiança, a matemática vira uma matéria linda. Quando estudante, poucas coisas me deixavam mais em êxtase do que resolver alguns problemas complicados de matemática”, completou.

Durante anos orientando alunos em curso preparatório, Frederico ressalta que muitas vezes falta foco e um bom direcionamento para os estudantes que se preparam para o exame. Segundo ele, falta entender o que é relevante de ser estudado, o que vem sendo cobrado com mais frequência e o que é apenas um extra.

“Se o aluno conta com o apoio de alguém que entende bem do modelo de prova e que sabe como cada conteúdo é cobrado, isso já é meio caminho andado. Esse é um dos principais motivos pelo qual eu faço a prova ano após ano. Nas turmas de 3° ano do Pódion, por exemplo, implementamos em 2015 um treinamento específico para a matemática do Enem, com listas semanais que eram corrigidas em sala tomando como base o desempenho dos estudantes na lista e as matérias e formatos de itens que mais se assemelhavam ao Enem”, exemplificou.

Tudo no seu tempo

Para os que não conseguiram a nota desejada nesta edição do Enem, o professor aconselha que os estudantes tenham serenidade para aceitar que tudo tem seu tempo. “Sempre fui um aluno de destaque no ensino médio e, mesmo assim, tive três não aprovações seguidas na UnB. Tanto é que me formei em 2003 no Ensino Médio e só entrei na UnB no 1° semestre de 2006”, confidenciou.

Frederico destaca que é fundamental ter equilíbrio e cuidar da saúde mental. “Acho fundamental que eles estudem, se dediquem para atingir seus objetivos, mas que não abram de, no mínimo, uma atividade de lazer. Acho que ter esse equilíbrio é fundamental nesse processo tão desgastante do Enem”, finalizou.

Melhores resultados em matemática

Os alunos que realizaram a edição de 2019 do Enem tiveram melhores resultados em matemática e piores em ciências da natureza. É o que mostram dados do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). De acordo com o Inep, a nota média dos 3.709.809 participantes do Enem 2019 foi de 523,1 em matemática, de um total de 1.000 pontos.

Na sequência, aparecem as áreas de ciências humanas, com uma média de 508 pontos, linguagens (520,9) e, por fim, ciências da natureza, com 477,8 pontos na média. Na edição anterior, de 2018, a área com melhor média foi ciências humanas, com 569,2, também de um total de 1.000 pontos.

Em seguida, apareceram matemática (535,5), linguagens (526,9) e, novamente, ciências da natureza (493,8). Comparando as edições de 2018 e 2019, houve queda nas notas médias do exame em todas as provas objetivas.

Questionado sobre a queda das médias nas notas do Enem, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, afirmou que o exame não pode ser usado para medir o ensino no país. No entanto, ressaltou que o resultado mostra que os alunos não evoluíram. “O ensino não avançou no Brasil. O resultado mostra que os alunos não evoluíram. É o paradigma do fracasso”, disse o ministro.

//metrópoles

POLITICA

‘BBB 20’: Boninho dá pista de que mais gente vai entrar na casa

Na tarde deste domingo, 19, Boninho, fez uma publicação misteriosa em seu Instagram. Em um vídeo, aparece “+4=2”, dando a entender que mais gente vai entrar no “Big Brother Brasil 20”. E como a imagem parece de um vidro quebrado, a suspeita é que a casa de vidro será reeditada. “Esse time ainda não terminou… Vem mais!!!”, escreveu o diretor geral do reality.

Boninho dá pista de que mais gente vai entrar no “BBB 20”

Vídeo incorporado

Veja outros Tweets de Sessão Extra

Na mesma hora, famosos se manifestaram. Fernanda Keulla, uma das repórteres do “BBB”, mandou a seguinte mensagem: “Olha chefe eu mal me recuperei da lista vem casa de vidro coloca o SAMU na porta dos estúdios GLOBO”. Já o blogueiro Matheus Mazzafera brincou: “Para de brincar com os meus sentimentos.”

A lista dos 18 candidatos ao prêmio de um milhão e meio de reais foi divulgada neste sábado. Com mais dois nomes na casa, o programa teria 20 participantes, e se justificaria pelo tom comemorativo desta edição.

‘BBB 10’ teve o maior número de musas em ensaios sensuais: veja como elas estão agora

Para esta 20ª edição, a direção do “BBB” anunciou várias mudanças. Uma delas (e a mais surpreendente) é que haverá uma mistura de anônimos e famosos entre os participantes

Veja imagens da casa do ‘Big Brother Brasil 20’

Outra novidade é que as ex-BBBs Fernanda Keulla e Ana Clara ganham uma nova parceira para as reportagens sobre o “Big Brother”: Nyvy Estephan.

casa do “BBB 20” também está cheia de novidades e inspirações em edições passadas.

A internet não perdoa: confira os melhores memes de todas as edições do BBB

//extra

POLITICA

Governo brasileiro fecha fronteira com Paraguai após fuga de presos

O Ministério da Justiça e Segurança Pública determinou hoje (19) o fechamento da fronteira entre Brasil e Paraguai no trecho com o estado do Mato Grosso do Sul.

A decisão foi confirmada pela pasta ao G1.

O fechamento foi motivado pela fuga de 75 integrantes da facção brasileira PCC que estavam detidos na Penitenciária Regional de Pedro Juan Caballero, no Paraguai. A cidade fica na fronteira com Ponta Porã (MS). O governo paraguaio informou que há cidadãos dos dois países entre os fugitivos. O Brasil solicitou ao Paraguai a lista com os nomes dos 75 integrantes do grupo.

A ministra da Justiça do Paraguai, Cecilia Perez, havia informado pela manhã que 91 presos conseguiram escapar da prisão. Mais tarde, a procuradora Reinalda Palacios atualizou o número de fugitivos para 75, de acordo com o jornal “ABC Color”.

//metro1

POLITICA

Pré-carnaval em Conquista: Algazarra sai em cortejo no próximo dia 8

Com o tema “Carnaval, Tempo de Amor!”, bloquinho realiza sua terceira edição

Pelo terceiro ano consecutivo, Vitória da Conquista adere ao pré-carnaval, seguindo o formato que é tendência em diversas cidades brasileiras. A folia será marcada mais uma vez pelo bloquinho Algazarra, que sairá em cortejo no próximo dia 8.

Com o tema “Carnaval, Tempo de Amor!” o bloquinho irá celebrar nesta edição o afeto e a reunião entre diferentes pessoas. A concentração acontece na Praça da Normal, a partir das 14h. Os foliões irão percorrer, ao som de uma fanfarra, a Avenida Siqueira Campos, Praça do Gil, Avenida Vivaldo Mendes, retornando para a Praça da Normal.

Aquecendo a festa antes e depois do desfile, o palco montado na Praça da Normal receberá artistas de múltiplas linguagens, em apresentações únicas. Para esta edição está reservado a estreia do álbum “Bahia Rock Nagô”, do cantor e compositor baiano Lucas Gerbazi, além das discotecagens dos DJs residentes Paulinha Chernobyl, Rafaé, El Diño e Cinderela Baiana.

Toda programação é gratuita e aberta para todas as idades.

Algazarra – O Bloquinho Ano III

O projeto nasceu a partir da ideia dos jornalistas Ana Paula Marques e Rafael Flores, da Revista Gambiarra, veículo de comunicação e cultura atuante há seis anos em Vitória da Conquista. Em 2018, a iniciativa desfilou pela primeira vez, inaugurando os festejos de pré-carnaval na cidade.

O Algazarra 2020 conta com a parceria do Coletivo Suíça Bahiana e apoio da Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer (Sectel).

SERVIÇO
Algazarra – O Bloquinho Ano III
Data: 08/02/2020
Horário: 14h
Local: Praça Crésio Dantas, bairro Recreio, Vitória da Conquista (BA)

POLITICA

Júri popular de acusados por incêndio da boate Kiss é marcado para março

A Justiça confirmou ontem (16) quando será realizado o júri popular de três acusados pela morte de 242 pessoas no incêndio da boate Kiss, ocorrido em 2013. O juiz Ulysses Fonseca Louzada, da 1ª Vara Criminal de Santa Maria, definiu que a data será o dia 16 de março.

O julgamento de Luciano Augusto Bonilha Leão, Marcelo de Jesus dos Santos e Mauro Londero Hoffmann ocorre a partir das 10h, no município de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, onde ocorreu a tragédia.

O quarto acusado no caso, Elissandro Callegaro Spohr, vai ser julgado em Porto Alegre, em data que ainda não foi decidida. Mauro e Elissandro, integrantes da banda que apresentou show pirotécnico na noite em que o local pegou fogo, foram denunciados 242 vezes por homicídio duplamente qualificado e 636 vezes (número de sobreviventes identificados) por tentativa do mesmo crime.

//metro1

POLITICA

Notas de quatro das cinco áreas avaliadas pelo Enem diminuíram; média de Redação melhorou

Das cinco áreas avaliadas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2019, a nota média dos participantes diminuiu em quatro na comparação com a prova aplicada em 2018. Apenas na Redação houve uma elevação. Os dados foram divulgados pelo Ministério da Educação (MEC) nesta sexta-feira.

As notas individuais já podem ser consultadas no site do Enem (enem.inep.gov.br). Os participantes podem usá-las em vários programas que garantem acesso a cursos superiores em instituições públicas e privadas.

Veja a evolução das notas, numa escala que vai de 0 a 1.000:

  • Redação: passou de 522,8 para 592,9;
  • Matemática e suas tecnologias: passou de 535,5 para 523,1;
  • Ciência humanas e suas tecnologias: passou de 569,2 para 508,0;
  • Linguagens, códigos e suas tecnologias: passou de 526,9 para 520,9;
  • Ciências da natureza e suas tecnologias: passou de 493,8 para 477,8.

Na Redação, 53 tiveram a nota máxima e 143.736 zeraram. Os motivos mais comuns para tirar zero foram entregar a prova em branco (56.945), fuga ao tema (40.624) e cópia do texto motivador apresentado no Enem (23.265).

Segundo o MEC, o número de participantes foi recorde em 2019, tanto em termos absolutos como relativos. Foram 3,9 milhões, ou seja, 77% dos 5,1 milhões de inscritos.

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, disse que as notas médicas não medem a qualidade da prova e afirmou que o Enem de 2019 foi um sucesso.

— É importante entender que isso não mede a qualidade da prova e da execução do Enem — disse Weintraub.

Já o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Alexandre Lopes, disse que é possível comparar os resultados dos inscritos de um ano para o outro, graças ao método de cálculo da nota: a Teoria de Resposta ao Item (TRI).

— A prova mede o nível de proficiência daquele conjunto de estudantes. O resultado é: qual o nível de proficiência daquele conjunto de estudantes? Então a qualidade é das pessoas que estão fazendo a prova, não da prova em si. O que mede a qualidade da prova é o fato de que a gente aplica as provas. Com a Teoria da Resposta ao Item, a gente consegue garantir comparabilidade. O uso da TRI garante que a gente consegue auferir a proficiência correta em qualquer área de conhecimento — disse Lopes.

Lopes anunciou que a meta de aplicar o Enem de forma digital para 50 mil pessoas em 2020 dobrou. O MEC agora quer que 100 mil façam a prova dessa forma. O objetivo é que o Enem seja 100% digital até 2026, eliminando assim os exames impressos.

O presidente do Inep disse que já está definida a tecnologia que será usada, embora não quisesse divulgá-la. Afirmou também que os locais de provas, em 15 capitais, estão sendo selecionados, assim como outros detalhes da aplicação ainda estão sendo analisados. A intenção é oferecer aos primeiros inscritos de 2020 a possibilidade de escolher se quer fazer a prova digital.

Críticas ao PT

Posteriormente, Weintraub atribuiu o resultado às falhas na gestão da educação dos governos do PT, sem mencionar que as notas maiores do ano anterior também poderiam ser atribuídas às gestões anteriores. Depois, porém, o ministro disse que o Enem não serve para avaliar o desempenho da educação básica. Lopes também disse que isso é feito por meio do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb).

— Cada instrumento tem a sua função. O Enem não é feito para medir a evolução educação da qualidade do ensino, ano a ano, no país. O objetivo claro do Enem é selecionar as melhores pessoas. Ponto — disse Weintraub, acrescentando: — Não dá para falar que o PT fracassou no ensino porque o resultado do Enem não tem melhorado. O certo é: no Pisa (prova aplicada em vários países pela Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico, a OCDE), você enxerga o fracasso do PT e do Paulo Freire (educador alvo de críticas do governo).

Ao ser questionado quanto à falta de questões sobre a ditadura militar brasileira (1964-1985) no Enem de 2019, Weintraub disse que ainda não é “pacificado” o entendimento sobre o que ocorreu na época. Segundo ele, o que há na Venezuela e em Cuba pode ser chamado de ditadura. Mas negou qualquer interferência do MEC ou do Inep na banca responsável pelo exame.

— Ontem eu vi ali no Palácio uma cena que me revoltou. Deveria ter umas 80 crianças (venezuelanas) que subiram a serra para chegar a Roraima a pé. Os pais, uma situação terrível, alguns pais ficaram, famílias divididas. Uma ditadura facínora da Venezuela. Cuba. Nos Estados Unidos, você vê 20% da população cubana saiu de boia daquela ilha maldita. A ilha não é maldita, o governo é maldito — disse Weintraub.

O ministro da Educação seguiu:

— Para mim ditadura é isso, uma situação muito pesada. Como aqui no Brasil existe ainda uma coisa não pacificada de como foi o período do regime militar, e o objetivo do Enem não é polemizar, e sim selecionar as melhores cabeças, nós… Nem eu, não fui eu, a banca examinadora resolveu não colocar.

— Não houve nem um tipo de orientação em relação a temas que deveriam entrar ou sair da prova — acrescentou o presidente do Inep.

— Essa época ficou no passado. Nós temos respeito pela sociedade — concluiu Weintraub.

Candidato eliminado ao descascar uma maçã

Foram eliminados 6.286 candidatos, dos quais 3.001 por emissão de som por aparelhos eletrônicos, caso, por exemplo, de um celular ou alarme tocando. Houve 11 casos de eliminações pelo porte de armas, inclusive um candidato que puxou uma faca para descascar uma maçã. (mais…)

POLITICA

Brasil é o 3º país em que pessoas passam mais tempo em aplicativos

Os brasileiros passaram 3 horas e 45 minutos, em média, utilizando aplicativos em 2019. O relatório com as informações foi divulgado ontem (15) pela consultoria App Annie.

O Brasil ficou na terceira colocação no ranking dos países em termos de tempo gasto em apps. O país foi superado pela China, onde as pessoas mexem durante quase 4 horas, e a Indonésia, onde o tempo diário chegou a 4 horas e 40 minutos. Em seguida, vêm a Coreia do Sul (3h40) e Índia (3h30).

No recorte por idade, a chamada geração Z (nascida entre 1997 e 2012) passou 3 horas e 46 minutos por app por mês e teve 150 sessões por mês nos principais aplicativos.

download anual de aplicativos cresceu 45% nos últimos três anos: saiu de 140 bilhões em 2016 para chegar a quase 204 bilhões em 2019. No Brasil, esse aumento foi de 40%, atingindo cerca de 5 bi no ano passado. Entre as nações, o maior aumento no período foi da Índia: 190%.

//metro1

POLITICA

Enem libera notas nesta sexta-feira

Amanhã (17), os participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 terão acesso às notas que obtiveram na avaliação. Para acessar os resultados é preciso informar, na Página do Participante, o CPF e a senha cadastrados na hora da inscrição no exame.

Para acessar as notas na Página do Participante, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pela aplicação do exame, divulgou um passo a passo:

  • Ao entrar na página, logo aparece a Nanda, uma personagem digital com uma pergunta. Para avançar, é preciso responder ao desafio. Isso é feito para evitar o acesso de robôs.
  • Em seguida, os estudantes devem informar o CPF e inserir a senha. Caso não se lembrem da senha, basta clicar no link “Esqueci minha senha”, que está logo abaixo do campo de preenchimento.
  • O sistema vai, então, pedir para o usuário escolher se a senha cadastrada será enviada para o e-mail registrado durante a inscrição ou se quer alterar o e-mail. O sistema dá uma pista para que o participante se lembre de qual e-mail foi cadastrado durante a inscrição.
  • Caso a opção seja por receber a senha no e-mail cadastrado, basta procurar na caixa de entrada. Se não encontrar, o Inep orienta a verificar a caixa de spam.
  • Quem não tem mais acesso ao e-mail informado na inscrição ou quiser trocar o endereço do correio eletrônico deverá responder às perguntas solicitadas a respeito dos dados informados na inscrição. Acertando todas as respostas, é só informar o novo e-mail.
  • O Inep irá, então, enviar a senha para o novo e-mail, e o participante poderá acessar as notas no exame. É possível, inclusive, consultar os resultados de edições passadas, caso o usuário tenha feito o Enem em outros anos.

//metro1

POLITICA

Digitalização de pedidos de benefício ajudou a aumentar fila do INSS, avalia secretário

BRASÍLIA — A digitalização do serviço de requerimento de benefícios no INSS contribuiu para aumentar a fila de pedidos no órgão. A avaliação foi feita na manhã desta quarta-feira (dia 16), pelo secretário especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital, Paulo Uebel. Em café com jornalistas, Uebel afirmou que o governo planeja melhorar os sistemas internos neste ano para evitar novos acúmulos.

No ano passado, a digitalização de serviços no INSS foi apresentada pela equipe econômica como principal caso de sucesso do processo de ampliação do acesso a órgãos do governo por meios como internet e telefone. Hoje, 100% dos benefícios são feitos de forma digital.

Esse processo inflou o número de pedidos que chegam ao órgão e os sistemas não estavam preparados para a alta da demanda, impulsionada ainda pela corrida para se aposentar antes da reforma da Previdência.

— Realizamos a transformação digital dos serviços prestados ao cidadão. O que fosse levar seis meses para entrar, antecipou a demanda. Isso foi uma questão que a transformação digital levou. Ao longo desse ano, o foco da transformação é melhorar os processos internos. Esse é o foco de 2020 — afirmou Uebel.

A crise no INSS levou a questionamentos sobre a necessidade de contratar mais servidores para o instituto. Só no ano passado, mais de 6 mil funcionários se aposentaram. O secretário especial adjunto de Desburocratização, Gestão e Governo Digital, Gleisson Rubin, pontuou, no entanto, que o órgão foi o que mais recebeu novos funcionários na última década: foram cerca de 8.900 contratações.

— A gente acredita que se tivéssemos começado a digitalização mais cedo, possivelmente esses efeitos seriam mais brandos — frisou Gleisson.

BRASÍLIA — A digitalização do serviço de requerimento de benefícios no INSS contribuiu para aumentar a fila de pedidos no órgão. A avaliação foi feita na manhã desta quarta-feira (dia 16), pelo secretário especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital, Paulo Uebel. Em café com jornalistas, Uebel afirmou que o governo planeja melhorar os sistemas internos neste ano para evitar novos acúmulos.

No ano passado, a digitalização de serviços no INSS foi apresentada pela equipe econômica como principal caso de sucesso do processo de ampliação do acesso a órgãos do governo por meios como internet e telefone. Hoje, 100% dos benefícios são feitos de forma digital.

Esse processo inflou o número de pedidos que chegam ao órgão e os sistemas não estavam preparados para a alta da demanda, impulsionada ainda pela corrida para se aposentar antes da reforma da Previdência.

— Realizamos a transformação digital dos serviços prestados ao cidadão. O que fosse levar seis meses para entrar, antecipou a demanda. Isso foi uma questão que a transformação digital levou. Ao longo desse ano, o foco da transformação é melhorar os processos internos. Esse é o foco de 2020 — afirmou Uebel.

A crise no INSS levou a questionamentos sobre a necessidade de contratar mais servidores para o instituto. Só no ano passado, mais de 6 mil funcionários se aposentaram. O secretário especial adjunto de Desburocratização, Gestão e Governo Digital, Gleisson Rubin, pontuou, no entanto, que o órgão foi o que mais recebeu novos funcionários na última década: foram cerca de 8.900 contratações.

— A gente acredita que se tivéssemos começado a digitalização mais cedo, possivelmente esses efeitos seriam mais brandos — frisou Gleisson.

//extra

POLITICA

Homem de 89 anos suspeito de intoxicação por dietilenoglicol morre em MG

A Polícia Civil de Minas Gerais confirmou na manhã desta quinta-feira a terceira morte entre os casos suspeitos de intoxicação pelo solvente dietilenoglicol no estado. O paciente, um homem de 89 anos, estava internado no hospital MaterDei, em Belo Horizonte, e não resistiu. Ele estava entre os 17 casos suspeitos e apresentava sintomas da síndrome nefroneural, que teria sido provocada pela cerveja Belorizontina.

O corpo deu entrada no Instituto Médico Legal Dr. André Roquette às 5h25m desta quinta-feira, ainda segundo a corporação. Dos 17 casos investigados, quatro tiveram a intoxicação pelo dietilenoglicol atestada por exames. Um deles, Pachoal Dermatini Filho, de 55 anos, também faleceu.

Um quarto caso ainda não foi reconhecido pela secretaria estadual de Saúde e se refere a uma mulher de 60 anos que consumiu a Belorizontina no bairro de Buritis, em BH, e morreu em Pompéu (MG), a 180 quilômetros da capital mineira.

Água contaminada

Na última quarta-feira, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) informou ter encontrado dietilenoglicol em mais três lotes da cerveja Belohorizontina. O anúncio foi feito nesta quarta-feira pelo órgão.

No total, segundo o Mapa, seis lotes da cerveja contêm a substância: L2 1354, L2 1348, L2 1197, L2 1604, L2 1455, L2 1464. Além da Belorizontina, um lote da Cerveja Capixaba, outro rótulo da empresa, também apresentou dietilenoglicol, com numeração também L2 1348.

Segundo o Mapa, a água utilizada na produção das cervejas, feitas pela Cervejaria Backer, estava contaminada com a substância dietilenoglicol. Duas mortes por síndrome nefroneural, que podem estar relacionadas com a ingestão da cerveja, já foram confirmadas.

A força-tarefa que investiga o caso aponta três hipóteses para a contaminação da água utilizada na produção da cerveja: sabotagem, vazamento no tanque de resfriamento ou utilização indevida do dietilenoglicol durante a produção.

//extra

POLITICA

PM no Pôr do Sol acontece nos dias 26 de janeiro, 2, 9 e 16 de fevereiro

Na tarde desta última terça (14), uma equipe da coordenação de Posturas, da Secretaria Municipal de Serviços Públicos, foi até a área do Cristo Crucificado de Mário Cravo com representantes da Polícia Militar para visualizar os espaços que serão utilizados durante o projeto PM no Pôr do Sol.

A ida até o local foi importante para a definição de como serão distribuídas as áreas de alimentação, artesanato, brinquedos, estacionamento e do palco. Neste ano, as estruturas e montagens terão novo desenho, visando o melhor aproveitamento da área e possibilitando mais comodidade para o público.

De acordo com o Capitão Lima Júnior, “o evento cresceu e a tendência é ficar cada vez maior. Vir aqui com antecedência é para definir onde ficarão os pontos de venda, fazer esse contato visual para melhorar a organização e realizar um evento bonito e bom para todos”.

O projeto, idealizado no ano passado pela 77ª Companhia Independente da Polícia Militar, é realizado em parceria com a Prefeitura, por meio das secretarias de Cultura (Secult), Comunicação (Secom), Governo (Segov), Mobilidade Urbana (Semob), Serviços Públicos (Sesep), Trabalho, Renda e Desenvolvimento Econômico (Semtre) e do próprio Gabinete Civil.

Além do pôr do sol, principal atração do evento, estão na programação shows musicais, atividades esportivas, exposição de carros antigos e feirinha de artesanato.