comentários posts

Brasil/Saúde

Ministério da Saúde abre segunda fase da vacinação contra gripe

A influenza é uma doença sazonal, mais comum no inverno, que causa epidemias anuais

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe entra em nova etapa nesta segunda-feira, 22, em todo o país. A primeira fase, que teve início em 10 de abril, vacinou crianças, gestantes e puérperas. A partir da próxima segunda-feira, 29, o Ministério da Saúde abrirá ao restante do público-alvo.

A partir desta segunda, também podem receber a vacina trabalhadores da saúde, povos indígenas, idosos, professores de escolas públicas e privadas, pessoas com comorbidades e outras condições clínicas especiais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, funcionários do sistema prisional e pessoas privadas de liberdade.

De acordo com o ministério, 41,8 mil postos de vacinação estão à disposição da população. Além disso, 196,5 mil profissionais estão envolvidos, com a utilização de 21,5 mil veículos terrestres, marítimos e fluviais. Leia Mais

Compartilhar
Brasil/Justiça/Política

Ministro do STF justifica censura antes da verificação de possível fake news

Ministro do STJ, Alexandre de Moraes
Foto : Carlos Moura/SCO/STF

Alexandre de Moraes, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), justificou hoje (22) sua decisão de censurar matérias da revista Crusoé e do site O Antagonista. As matérias faziam referência ao apelido de Dias Toffoli, presidente do Supremo, pela Odebrecht, e se basearam em documento entregue pela empreiteira à Lava Jato em Curitiba.

“Você não pode prejudicar a honra de uma pessoa quando há, como houve neste caso, uma nota oficial da Procuradoria-Geral da República, que dizia que não tinha conhecimento de nenhum documento (com uma citação a Dias Toffoli), como argumenta a publicação”, afirmou Moraes.

As reportagens censuradas tinham menção a Toffoli feita por email por Marcelo Odebrecht, empresário e delator, em 2007, quando Toffoli era chefe da Advocacia-Geral da União (AGU) do governo Lula. No email, Odebrecht pergunta a dois executivos da empreiteira: “Afinal vocês fecharam com o amigo do amigo de meu pai?”.

A revista Crusoé informou, no dia 11, que o documento da Odebrecht havia sido enviado à procuradora-geral da República, Raquel Dodge. Mas ao determinar a censura, Moraes afirmou que a PGR havia negado, ainda no dia 12, ter recebido o material citado pela revista. Por isso, para o ministro, a informação era falsa. Na verdade, o material foi enviado no início daquela noite à Procuradoria, em Brasília.//Metro1

 

 

Compartilhar
Bahia/Brasil/Rodovias

Semana Santa: PRF registra redução de 28% em número de mortos em rodoviais federais

Operação Semana Santa começou na quinta-feira (18) e foi até domingo (21) – Foto: Fernando Oliveira/PRF

A Polícia Rodoviária Federal contabilizou 50 mortes nas estradas federais no feriado da Semana Santa. A operação de fiscalização começou na quinta-feira (18) e foi até domingo (21), e teve seu balanço divulgado nesta segunda (22). Comparado à Semana Santa de 2018, em que 70 pessoas morreram em decorrência de acidentes, houve uma queda de 28%.

Ocorreu também uma redução no número de acidentes registrados em 11% neste feriado. Foram 759 acidentes na Semana Santa deste ano e 854 no mesmo período em 2018. A PRF diz que o número de mortos e acidentes graves vem caindo desde 2017, e os de 2019 foram os menores em 12 anos para essa operação. Não há comparação entre o número de veículos que estiveram na estrada entre este ano e ano passado.

O número de crianças sendo transportadas em desacordo com a legislação subiu em 9%, assim como o número de motoristas autuados por beber e dirigir, que subiu em 26%. Leia Mais

Compartilhar
Brasil/Política

‘Vamos continuar investigando’, diz Moraes sobre ataques ao Supremo

Em seu primeiro pronunciamento público após o vaivém na semana passada das decisões do Supremo Tribunal Federal (STF) em relação ao arquivamento dos inquéritos sobre a publicação da revista digital Crusoé e o site Antagonista, o ministro Alexandre de Moraes, disse nesta segunda-feira, 22, que o assunto já foi resolvido.

“Não preciso fazer nenhuma avaliação, isso já foi resolvido na semana passada e nós vamos continuar investigando, principalmente – e esse é o grande objetivo do inquérito aberto por determinação do presidente do Supremo – as ameaças aos ministros do STF”, afirmou o ministro a jornalistas durante intervalo do VII Fórum Jurídico de Lisboa, realizado pelo IDP, do ministro Gilmar Mendes, na capital portuguesa.

Moraes salientou que a Suprema Corte optou por investigar atuações contra a instituição com o objetivo de desmoralizá-la. “O que se apura, o que se investiga não são críticas, não são ofensas. Até porque isso é muito pouco para que o Supremo precisasse investigar. O que se investiga são ameaças graves feitas, inclusive, na ‘deep web’, como foi já investigado pelo próprio Ministério Público de São Paulo”, argumentou. “É um verdadeiro sistema que vem se montando para retirar credibilidade das instituições”, continuou.

O ministro também explicou sua atuação, de atender a um pedido do colega e presidente da Corte, Dias Toffoli, alvo das reportagens da revista e que foram tratadas inicialmente como informações falsas. “Assim que chegaram os documentos, eu requisitei imediatamente a cópia integral do inquérito. Assim que ele chegou e eu constatei a presença desse documento, foi levantada a suspensão”, justificou.

Moraes foi questionado sobre se o processo não teria de ocorrer de forma inversa: primeiro haver a constatação de que se tratava de fake News para apenas depois impedir a circulação das informações pela revista. “Você não pode prejudicar a honra de uma pessoa quando há, como houve no caso, uma nota oficial da Procuradoria Geral da República”, alegou, acrescentando que o comunicado da PGR dizia que a instituição não tinha conhecimento de nenhum documento, pois nenhum documento havia chegado à casa. “Então, naquele momento, havia uma informação oficial – que não era nem sobre a validade ou não do documento, mas sobre a própria existência do documento”, argumentou.

Depois que foi constatada a existência do documento, segundo o ministro, o que vai ser investigado agora é o seu vazamento. “Como eu coloquei na minha decisão, ou foi um exercício de futurologia – pela matéria, já dizendo que já estava na Procuradoria e a PGR nem tinha conhecimento – ou alguém vazou. Vazamento é crime, principalmente vazamento de algo sigiloso de uma delação premiada ocorrida num caso importantíssimo.”

Sobre o fato de a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, ter atuado no sentido contrário ao do STF, Moraes preferiu uma saída diplomática. “A Doutora Raquel Dodge tem a sua opinião. É lícito que o Ministério Público tenha sua opinião”, disse ele, lembrando que atuou como promotor por mais de uma década – e que os membros do MP têm total autonomia funcional.

“O Judiciário não precisa concordar com as posições do MP. Até porque, e isso é importante ressaltar e constou em minha decisão, não necessariamente os crimes a serem investigados, os fatos a serem punidos serão de atribuição da PGR”, pontuou.Para o ministro, no entanto, a Suprema Corte vem sendo alvo de ataques sistemáticos e, por isso, precisou atuar. “Foi necessária a abertura de um inquérito por parte do Supremo Tribunal Federal porque inúmeros fatos foram ocorrendo. Vários ofícios partiram, nos últimos cinco seis meses, da presidência do Supremo pedindo alteração, e infelizmente não houve apuração devida. Isso concentra essa apuração para depois distribuir aos órgãos competentes.

//istoé

Compartilhar
Mundo/Segurança/Terrorismo

Presos no Sri Lanka suspeitos de ataques a igrejas e hotéis

Ataques deixaram mais de 200 mortos neste Domingo de Páscoa

Após a série de explosões simultâneas em três igrejas e três hotéis de luxo no Sri Lanka, que provocou a morte de mais de 200 pessoas neste domingo, 21, a polícia prendeu oito suspeitos. Todos são moradores do país, porém as autoridades supõem que também haja conexões com o estrangeiro, informou o chefe de governo Ranil Wickremesinghe.

Segundo balanços iniciais, entre os mortos no total de oito atentados há pelo menos 32 estrangeiros de oito países – Bélgica, China, Estados Unidos, Índia, Holanda, Portugal, Reino Unido e Turquia. No mínimo, 470 pessoas ficaram feridas.

Segundo as autoridades cingalesas, os primeiros seis ataques ocorreram por volta das 8h45 (horário local, 2h30 em Brasília). No momento das explosões, os templos católicos estavam celebrando o Domingo da Ressureição, uma das datas mais importantes do calendário cristão.

A capital, Colombo, foi alvo de pelo menos quatro explosões: em três hotéis de luxo e numa igreja. As outras duas igrejas atingidas ficam em Negombo, no oeste do país (região que abriga uma grande população católica); e em Batticaloa, no leste.

Poucas horas depois das seis explosões simultâneas iniciais, foram registrados mais dois atentados. Uma explosão atingiu um pequeno hotel em Dehiwala, um subúrbio de Colombo. Mais uma explosão foi registrada em Dematagoda, outro subúrbio da capital, e atingiu uma residência.

Sete pessoas foram presas por suspeita de participação nos ataques. Segundo a rede BBC, o governo disse que a maioria das explosões foi provocada por terroristas suicidas.

O governo informou que as escolas do país não devem funcionar até a próxima quarta-feira (24). Todos os policiais que estavam de folga foram convocados. Leia Mais

Compartilhar
Bahia/Economia

Conta de luz na Bahia fica mais cara a partir desta segunda-feira

Cerca de seis milhões de consumidores da Coelba serão afetados pela medida

A conta de luz vai ficar mais cara na Bahia a partir de amanhã (22) em função do reajuste médio de 6,22% nas tarifas de energia elétrica para o Estado, autorizado na semana passada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), responsável pela regulamentação do setor elétrico.

A taxa responsável pelo aumento está acima da inflação oficial do país (definido pelo Índice de preços ao Consumidor, o IPCA) em 2018, que ficou em 3,75%.

Cerca de seis milhões de consumidores da Coelba serão afetados pela medida. Entretanto, os clientes só vão perceber a variação, de maneira mais significativa, a partir do próximo mês, quando é entregue a fatura a ser paga no mês subsequente. Leia Mais

Compartilhar
Cultura/Vitória da Conquista

Tradição da queima de Judas resiste ao tempo e ainda acontece em Vitória da Conquista

Em brincadeira de amigos, ‘Judas’ recebeu o nome de Vitório, organizador do evento (Fotos do colaborador João Araújo)

Uma tradição antiga trazida ao Brasil pelos portugueses resiste ao tempo e ainda acontece em Vitória da Conquista. A Malhação ou Queima do Judas é uma manifestação cultural realizada na Semana Santa entre o Sábado de Aleluia e o Domingo de Páscoa. Faz alusão à traição do apóstolo Judas Iscariotes a Cristo. Durante o evento, o organizador faz a leitura de versos críticos e jocosos sobre os acontecimentos pitorescos da cidade, e também lê o famoso “testamento de Judas”.

Bonecos foi queimado sob aplausos dos presentes

Mas essa cultura popular que atraia milhares de pessoas está acabando. De um lado, há quem considere malhar o Judas uma violência; de outro, era uma cultura forte e presente nos meios populares, em especial nas regiões metropolitanas, onde hoje um número expressivo de pessoas virou evangélico, e as expressões culturais do catolicismo popular vão minguando.

É fato que Judas ou se enforcou (Mateus 27:5) ou se jogou de um barranco e se partiu ao meio (Atos 1:18). Escrevi que “malhar ou queimar o Judas no Sábado de Aleluia é, simbolicamente, agir à margem da Justiça oficial, o conhecido ‘fazer justiça com as mãos’: justiçar um traidor sem direito de defesa, motivo pelo qual muita gente é contra a tradição de origem católica e ortodoxa, trazida para a América Latina por espanhóis e portugueses. Justiçamento é uma coisa, e justiça é outra.

“No Brasil, está perdido no tempo o início do costume de julgar, condenar e executar o traidor de Cristo após a leitura do seu testamento, cujo conteúdo satírico é sobre a vida de alguma figura pública real ou salpicado de tiradas humorísticas sobre pessoas de destaque na vida local (bairro ou município), estadual ou nacional. Nada a ver com Judas Iscariotes, aquele que vendeu Cristo por 30 dinheiros.

“A criatividade brasileira transformou a malhação de Judas em uma sátira sobre amigos e vizinhos e/ou sátira política, razão pela qual a ditadura militar de 1964 vigiava as malhações para não permitir que personagens do ou a serviço do regime militar fossem alvo de chacota. Em alguns lugares, era preciso ‘tirar autorização na polícia’ para o evento, só concedida mediante a apresentação do testamento!”

Em Vitória da Conquista, terceira maior cidade da Bahia, a malhação de Judas ainda acontece, mas não com a mesma intensidade de antes, quando em praticamente todos os bairros da cidade se via , no Sábado de Aleluia, um boneco sendo incendiado sob aplausos e gritos da população, tipo: traidor, vagabundo, safado. Neste sábado, 20, houve queima de Judas no Bar Canto do Sabiá. O boneco ilustrava a imagem do presidente Jair Bolsonaro.  Leia Mais

Compartilhar
Bahia/Brasil/Educação/Geral

O drama dos professores brasileiros

Rede pública paga salários baixos, carece de condições materiais para uma boa educação e convive com um número excessivo de trabalhadores temporários

Se existe uma profissão desprestigiada hoje no Brasil é a de professor. Não se trata exatamente de um problema atual, mas de uma situação que se arrasta e não se resolve. Passam-se os anos e nada é feito para valorizar os profissionais do ensino. Além de sofrerem frequentes humilhações e violências em sala de aula, serem acusados, em tempos recentes, de doutrinação ideológica, ainda têm de conviver com uma baixa remuneração, que não corresponde à importância de seu trabalho. A hora aula de um professor da rede pública estadual de São Paulo, que está próxima da média nacional, atualmente gira em torno de 12 reais. Se der 40 horas aula por semana, 8 horas por dia, um professor iniciante concursado vai ter rendimentos de cerca de R$ 2,4 mil. O salário médio dos professores não é muito diferente do obtido, por exemplo, por uma empregada diarista, que, em São Paulo, cobra, em média, R$ 100 reais por dia. E está abaixo do piso salarial de um garçom, cuja remuneração base é de R$ 2,8 mil. Por questão de formação e conhecimento e pelo que significam para o futuro das crianças e adolescentes, os professores deveriam ganhar muito mais. Ouvido pela ISTOÉ, um professor veterano que não quis se identificar, chorou ao falar de sua condição financeira. Leia Mais

Compartilhar
Brasil/Internacional/Política

Barrado no museu: Quando soube que Bolsonaro seria homenageado no local, o Museu Nacional de História Natural, de Nova York, cancelou o contrato para o evento

O presidente Jair Bolsonaro passa por novo constrangimento internacional. Ao ser escolhido essa semana pela Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos como Personal of the Year (Pessoa do Ano), com a justificativa de que desenvolveu esforços para aproximar os dois países, Bolsonaro, provocou a ira de americanos que não concordam com a homenagem. Por conta das suas posições polêmicas, a organização do evento está com dificuldade para arranjar um lugar que receba a festa de entrega da premiação, marcada para o dia 14 de maio. Os lugares contatados pela produção se recusam a oferecer suas instalações para a festa, sobretudo depois das críticas contundentes de americanos proeminentes. Os ataques a Bolsonaro foram puxados pelo prefeito de Nova York. Leia Mais

Compartilhar
Luto/Vitória da Conquista

Dois conquistenses morrem afogados em praias de Ilhéus e Santa Cruz de Cabrália

Pastor foi retirado ainda com vida pelos banhistas

Dois conquistenses morreram afogados neste feriadão de Semana Santa. Uma das vítimas foi José Carlos Barbosa, pastor de uma igreja evangélica de Inhobim. Ele  morreu após ser arrastado pela correnteza e se afogar na praia Arakakai, na tarde da última sexta-feira, 19, no município baiano de Santa Cruz Cabrália (a 685 km de Salvador).

Pastor era de Inhobim

Segundo informações do site Radar 64, após cair no mar, José Carlos Barbosa ainda tentou retornar à praia nadando. Banhistas que estavam no local conseguiram retirá-lo da água ainda com vida. Em seguida, ele foi encaminhado ao hospital público da cidade, mas acabou não resistindo. Ele com um grupo de amigos.

Outra vítima de afogamento foi um adolescente de 14 anos que saiu de Vitória da Conquista para passar o feriadão no Litoral Sul Baiano. O jovem estava desaparecido e o seu corpo foi encontrado na manhã deste sábado (20), na Praia dos Coqueiros, em Ilhéus, após resgate pela Equipe de Salva Vidas. O cadáver, cuja identidade ainda não divulgada oficialmente, foi levado ao Instituto Médico Legal. O velório e sepultamentos acontecem em Vitória da Conquista.

Compartilhar
Acidente/Bahia

Incêndio atinge igreja matriz da cidade de Monte Santo, na Bahia

Incêndio atinge igreja matriz de Monte Santo — Foto: Reprodução/TV Bahia

Um incêndio atingiu a igreja matriz da cidade de Monte Santo, a cerca de 360 quilômetros de Salvador, na madrugada deste sábado (20).
De acordo com informações do secretário de Agricultura, Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Ordem Pública, Zeliomar Almeida, o fogo começou por volta das 3h. Segundo ele, inicialmente os moradores tentaram apagar as chamas e usaram carros-pipas.

Os voluntários também atuaram no início do incêndio com a retirada de bancos de madeira e imagens sacras. Ainda de acordo com Zeliomar, o fogo atingiu a sacristia, cortinas e o teto da igreja. Parte do material litúrgico foi destruído. Não tinha ninguém no templo religioso quando o incêndio começou.

Segundo o secretário, quando o fogo foi controlado, parte da igreja já havia sido destruída. Os bombeiros chegaram por volta das 7h30 deste sábado e fazem o rescaldo do incêndio para evitar que o fogo recomece.

A cidade de Monte Santo é distante da sede dos Bombeiros, que fica em Senhor do Bonfim, a 125 quilômetros do município. Leia Mais

Compartilhar
Polícia/Sudoeste

Dois detentos morrem em confronto com polícia após fugirem de delegacia com armas e drogas

Um dos suspeitos foi apreendido com duas submetralhadoras — Foto: Divulgação

Dois detentos morreram após um confronto com policiais depois de fugirem da delegacia de Caetité, na região sudoeste da Bahia, e roubarem armas, drogas e aparelhos celulares que estavam na unidade. Um terceiro homem que também escapou da carceragem foi recapturado.

O caso ocorreu na sexta-feira (19). A polícia informou que recebeu a informação de que, após a fuga, dois dos fugitivos, Marcelo Pereira de Castro e Tarcísio França Neves, estariam escondidos em um matagal no distrito de Anil, zona rural do município, e o terceiro, Rafael Dias Santos, em uma propriedade rural na Fazenda Lagoa Grande.

Conforme a polícia, ao chegaram ao distrito de Anil, Marcelo e Tarcísio começaram a atirar contra os agentes, que revidaram. Na troca de tiros, os suspeitos foram atingidos. Eles chegaram a ser socorridos pelos próprios policiais e encaminhados para uma Unidade de Pronto Atendimento da Cidade, mas não resistiram.

Com os dois, a polícia disse ter encontrado dois revólveres que possivelmente foram furtados da delegacia antes da fuga.

O outro fugitivo, Rafael, foi recapturado a Fazenda Lagoa Grande e, com ele, a polícia disse ter apreendido duas submetralhadoras com quatro carregadores municiados e cartuchos. Ele foi encaminhado novamente para a delegacia. Leia Mais

Compartilhar
Geral/Transporte/Vitória da Conquista

Prefeitura diz que linhas da Novo Horizonte assumidas pelo município funcionam ‘na normalidade’; confira os horários

Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista disponibiliza cinco linhas de ônibus, em caráter emergencial, para atender as localidades abandonadas pela Viação Cidade Verde

Desde a última segunda-feira (15), a Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista disponibiliza cinco linhas de ônibus, em caráter emergencial, para atender as localidades abandonadas pela Viação Cidade Verde. A população dos distritos e bairros: Pradoso, Fazenda Santa Marta, Lagoa das Flores e Senhorinha Cairo, terão ainda, em caráter especial, a gratuidade da tarifa até a regularização das linhas.

Segundo o Gerente de Operação e Fiscalização da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob), Claudio Paranaguá, essa ação visa atender a população desses bairros, para que lhes seja garantido o direito à livre locomoção, que é constitucional. “A prefeitura procurou atender prontamente essa demanda para que as pessoas não fiquem sem o transporte. Houve esse contrato com a empresa e hoje estamos atendendo normalmente a população dessas localidades”, afirma Cláudio.

O Gerente ainda explica que o serviço de embarque dos passageiros é controlado por um agente da Semob: “a ideia é manter a gratuidade e as linhas para a população que realmente precisa. Para isso contamos com um agente para assegurar o atendimento a essas pessoas”.
Lindinalvo Brito é morador do Pradoso e faz uso do transporte público diariamente para trabalhar como zelador. Ele conta que o serviço oferecido pela prefeitura tem sido providencial: “agradeço muito à prefeitura. O serviço dos ônibus tem sido ótimo”.

Saiba Mais – Uma operação especial levará os passageiros dos bairros e comunidades rurais direto para o terminal Lauro de Freitas e fará o retorno do Terminal direto para os bairros. Vale ressaltar que os embarques serão exclusivamente nos bairros, com possibilidade apenas para desembarque no meio do itinerário e, no sentindo Centro-bairro, os embarques serão realizados apenas no Terminal Lauro de Freitas com desembarque direto nos bairros.

Confira os quadros de horários das Linhas R-03, R-04, R-06, R-17 e D-42, em regime emergencial atendidas pela empresa Novo Horizonte, a partir do dia 22/04/2019 (segunda feira).

D42 – LAGOA DAS FLORES x UESB;
R03 – PRADOSO x Centro – L;
R04 – SANTA MARTA x Centro – L;
R06 – SENHORINHA CAIRO x Centro (via Bateias II)- L;
R17 – LAGOA DAS FLORES x Centro.

Fonte: Blog do Rodrigo Ferraz

Compartilhar
Brasil/Economia/Geral

Após liberação de R$ 800 milhões, falta de recursos ainda ameaça Minha Casa Minha Vida

O montante deve ajudar a cobrir R$ 550 milhões em pagamentos atrasados e evitar a paralisação de obras em maio, no entanto, a partir de junho, os empreendimentos estão sob risco.

Mesmo depois do anúncio do governo de liberar R$ 800 milhões para as construtoras que atuam no Minha Casa Minha Vida, os empresários não afastam as incertezas sobre as construções do programa habitacional.

O montante deve ajudar a cobrir R$ 550 milhões em pagamentos atrasados e evitar a paralisação de obras em maio, no entanto, a partir de junho, os empreendimentos estão sob risco.

Segundo reportagem da Folha deste sábado (20), executivos de grandes companhias avaliam que parar obras é o último recurso. No entanto, os construtores relatam que suspenderam a procura por novos terrenos e reavaliam estratégias para futuras aquisições e lançamentos. Leia Mais

Compartilhar
Acidente/Bahia

Batida entre van e caminhão mata 4 deixa quatro feridos em Barreiras

Van ficou completamente destruída com o impacto da batida — Foto: Edivaldo Braga/Blogbraga

Quatro pessoas morreram e outras quatro ficaram feridas, depois que um caminhão bateu de frente com uma van, na madrugada desta sexta-feira (19), na BR-242, trecho da cidade de Barreiras, na região oeste da Bahia.

De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente ocorreu na altura do Km-835, por volta de 0h20. O impacto da batida foi tão forte, que a van, que tinha saído de Juazeiro, região norte do estado, ficou completamente destruída, e o caminhão bastante danificado.

A colisão teria ocorrido após o caminhão ter invadido a contramão. O veículo, que saiu de Luís Eduardo Magalhães com destino a Barreiras, estava carregado de verduras.

Dos quatro mortos, três estavam na van, incluindo o motorista, e o outro foi o condutor do caminhão. O carona do caminhão ficou gravemente ferido, assim como três passageiros da van.

Não há informações sobre o estado de saúde dos feridos, que foram socorridos por equipes do serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhados para o Hospital do Oeste.

O Corpo de Bombeiros de Barreiras também foi encaminhado ao local, já que o carona do caminhão ficou preso nas ferragens e precisou ser resgatado. //G1 Bahia

Leia Mais

Compartilhar
Bahia/Educação/Vitória da Conquista

Senai abre 3 mil vagas para cursos técnicos na Bahia

Serão ofertadas 3.280 vagas para cursos de educação profissional técnica de nível médio, na modalidade presencial

Estarão abertas a partir da próxima segunda-feira, 22, as inscrições para o processo seletivo de 15 cursos técnicos do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) da Bahia, para o semestre de 2019.2. Há oportunidades para as cidades de Salvador, Lauro de Freitas, Alagoinhas, Camaçari, Feira de Santana, Ilhéus, Juazeiro, Serrinha e Vitória da Conquista.

Serão ofertadas 3.280 vagas para cursos de educação profissional técnica de nível médio, na modalidade presencial. Deste total, 100 serão destinadas aos candidatos do Programa de Bolsas de Estudo, conforme divulgado no edital.

Uma das formas para concorrer a uma das oportunidades é por meio do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), sendo necessário que o candidato tenham obtido na prova uma pontuação média de 550 pontos ou mais. Podem ser utilizadas as notas dos Exames de 2018, 2017, 2016, 2015 ou 2014.

Outra maneira de ingresso é por ordem de matrícula, ou seja,  para candidatos aos cursos pagos. Para isso, é preciso realizar a inscrição por meio do site do Senai e, posteriormente comparecer a Central de Atendimento ao Candidato da unidade onde está sendo ofertado o curso. Leia Mais

Compartilhar
Bahia/Justiça

Caso de trabalhadores venezuelanos resgatados em Itabuna é acompanhado pela Secretaria de Justiça

O resgate de trabalhadores é feito pela SJDHDS em parceria com a Polícia Federal

Dois homens foram presos em flagrante, na manhã desta quinta-feira (18), suspeitos de manter 10 venezuelanos em situação semelhante ao de trabalho escravo, em uma oficina de manutenção de equipamentos de parques de diversões, na cidade de Itabuna, sul da Bahia.

De acordo com a Secretaria do Trabalho de Ilhéus, o caso foi descoberto depois de uma denúncia anônima. A Polícia Federal e integrantes da secretaria foram até o local, que fica na BR-415, quando flagraram a situação.

Os 10 venezuelanos, 9 homens e uma mulher, estão no país desde janeiro, de forma regular, mas não tinham autorização para trabalhar. Apesar disso, eles prestavam serviço no parque sem qualquer tipo de proteção e garantia de direito.

Ainda de acordo com a Secretaria de Trabalho de Ilhéus, os venezuelanos moravam no mesmo lugar onde trabalhavam, sem cama ou colchão. Eles ainda eram obrigados a repassar parte do salário para o pagamento de passagens, alimentação e serviços de TV e internet. Não há informações da quantia que eles recebiam. Leia Mais

Compartilhar