22 de maio de 2018 às 3:10

O adeus ao eterno deputado Coriolano Sousa Sales

Coriolano Sales morreu aos 74 anos

Dizer adeus é sempre muito difícil, mas dizer adeus a alguém por quem se tem muita admiração é ainda mais difícil. Esse é o nosso sentimento com relação ao eterno deputado Coriolano Sousa Sales, um homem público que fez muito pelos outros e pouco por ele mesmo. Um homem que abdicou de sua vida pessoal para dedicar-se inteiramente à política, uma causa nobre que merece o respeito de todos nós que o acompanhamos nessa trajetória.

Coriolano Sales morreu no final da tarde desta segunda-feira, 21, no Hospital Samur. A Bahia, a Região Sudoeste da Bahia, e principalmente o município de Vitória da Conquista estão em luto pela morte de Cori. Ele morreu como o lutador que sempre foi: lutando pela vida.  Estava plenamente consciente de seu estado de saúde,  sabia que suas chances de sobrevivência eram pequenas, mas não demonstrou medo diante do que estava por vir. Antes de ir ao Centro Cirúrgico tratou de diversos assuntos com alguns amigos, aos quais confidenciou seus desejos caso não resistisse à cirurgia, desejos esses que foram fielmente cumpridos, entre eles que seu corpo fosse velado na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), instituição pela qual tinha grande respeito; que fosse sepultado no mausoléu da família, situado no Cemitério da Saudade, onde os pais estão sepultados; que sua morte fosse amplamente divulgada na Rádio Clube (96 FM) e nos demais órgãos de imprensa, para que chegasse aos mais diversos municípios do Sudoeste baiano, e que fosse feito um agradecimento em nome dele a toda sociedade conquistense, a Bira, presidente da OAB, à imprensa em geral e aos amigos que o acompanharam nessa reta final de sua vida.

“Eu não sou mais um homem público, não pensei em receber tantas visitas como tenho recebido nos últimos dias, agradeça a todos em meu nome, agradeça pelo carinho que foi prestado a minha pessoa, agradeça a  OAB, na pessoa de Bira, à imprensa, aos amigos que aqui estiveram, não esqueça de fazer tudo isso que estou te pedindo, me prometa que você vai fazer tudo direitinho, tome nota das coisas pra você não se esquecer”, palavras de Coriolano Sales a Bia Oliveira, entre 11h e 11h50 desta segunda-feira, 21.

E são essas as últimas lembranças que guardamos desse eterno e mais atuante deputado da história de Vitória da Conquista. Segue sua biografia que reproduzimos na íntegra do Blog do Paulo Nunes, um amigo jornalista, ex-assessor, do qual ele tinha grande respeito e admiração.

O corpo de Cori será velado na OAB à partir das 7h, e sepultado às 16h no Cemitério da Saudade.

Biografia

Coriolano Sousa Sales completaria 75 anos de idade no dia 1 de agosto. Cori, como era chamado pelos conquistenses, foi o terceiro deputado de Vitória da Conquista a assumir a Presidência da Assembleia Legislativa da Bahia, em 1989; também foi presidente da Assembleia Constituinte baiana. Como deputado, foi considerado pelo jornal Folha de São Paulo como deputado federal nota 10, foi também na sua trajetória exitosa, Presidente do PDT estadual, presidente do PMDB em Vitória da Conquista, grande articulador conseguiu com emenda de bancada, embora tivesse por quatro anos dedicado o valor da verba pessoal do orçamento da União, dedicado a construção do Anel Rodoviário de Vitória da Conquista, no dia da inauguração 22 de dezembro de 2002, ele me confidenciou: ” em 2023, esse anel estará incorporado à malha urbana, precisamos de deputados que lutem para fazer um outro anel, que incorpore o Pradoso, passando distante 16 kms em todas as direções, será a Conquista moderna que você não para de falar”, estamos próximos dessa realidade.

Ele também foi o fundador, com um grupo de advogados, a subseção da Ordem dos Advogados do Brasil, de Vitória da Conquista/ Bahia, a 4ª criada no interior do Estado, eleito presidente da Comissão Especial da Terra da OAB, seção Bahia, 1981 e 1982. Participou do Lions, da Maçonaria e foi presidente da Comissão Diocesana de Justiça e Paz da Diocese de Vitória da Conquista, 1981 a 1982.

Na Assembléia Legislativa do Estado da Bahia foi presidente de 1987 a 1989, presidente da Assembleia Estadual Constituinte, 1989; presidente da Comissão Especial sobre Conflitos de Terras, 1983 a 1987; vice-presidente da Comissão de Constituição e Justiça, 1986; relator da CPI de Condomínio Barro Preto, 1983 a 1987; relator-geral da Comissão Especial de Divisão Territorial, 1983 a 1987; titular das comissões de Redação Final 1983 a 1984, Especial para CPI sobre o Baneb, 1984; CPI das Sementes, 1985, Constituição e Justiça, 1983 a 1986 e de 1989 a 1993, Finanças e Orçamentos, 1984 a 1989; Elaboração das Leis Complementares, 1991; Divisão Territorial, 1992; CPI sobre Venda Irregular de Terras de Porto Seguro, 1992; suplente das comissões de Minas e Energia, 1985, Agricultura e Educação, 1986; e CPI da Corrupção OAS, 1982.

Foi autor dos projetos de criação dos municípios de Caraíbas, Ribeirão do Largo, Caetanos, Bom Jesus da Serra, Varzedo, Lajedo do Tabocal, Bonito e Mirante e também do projeto de lei de criação do Conselho Estadual do Café – CONCAFÉ, que trouxe benefícios para a lavoura cafeeira em todo o estado.

Em 1994 foi eleito deputado federal pelo PDT e reeleito em 1998 pelo mesmo partido para o período de 1999 a 2003. Em setembro de 1999 filiou-se ao PMDB.

No Congresso Nacional foi titular da Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização, 1995; e suplente da Comissão Mista de Legislação Tributária Federal, em 1997.

Na Câmara dos Deputados foi titular das comissões permanentes de Constituição e Justiça e de Redação, em 1995 a 2001; Finanças e Tributação, 1999 a 2000 e suplente das comissões de : Finanças e Tributação, 1996, 1999, 2000; Fiscalização Financeira e Controle, 1995 e 1996; Trabalho, Administração e Serviços Públicos, 1995 e 1996; Agricultura e Política Rural, 1999 a 2000.

Foi presidente e titular da Comissão Especial nº 98/99, Atribuições de vice-prefeito, 2000; titular das comissões especiais: Atualização da Legislação Eleitoral e Partidária, 1995-1999; Autogestão do Fundo de Defesa de Economia Cafeeira, 1996; Projeto de Emenda Constitucional- PEC nº 2/95, Altera o Art. 62, Edição de Medida Provisória 1995-1999;Projeto Emenda Constitucional- PEC nº 6/95, Monopólio do Petróleo, 1995; Projeto de Emenda Constitucional-PEC nº 41/91, Modifica o Parag. 4º, Art. 18 da Constituição Federal, Restrição da Criação de Municípios na Época das Eleições, 1995-1996; Projeto de Emenda Constitucional- PEC nº 155/93, Imunidade Parlamentar, 1995; PEC nº 175/95, Altera o capítulo do Sistema Tributário Nacional, 1999; PEC nº 249/00, Combate à Pobreza, 2000; PL nº 1.673/96, Doação de Açudes pelo DNOCS, 1997-1999; PL nº 3.561/97, Estatuto do Idoso, 2000; Projeto em Trâmite Sistema Financeiro Nacional, 1995; Reforma do Regimento Interno da Câmara dos Deputados, 1999 e suplente das Comissões Especiais: Emendas do Senado Federal ao Projeto de Lei-PL nº 634/75, Código Civil, 1999; Projeto de Emenda Constitucional- PEC nº 22/95, Elimina o Segundo Turno das Eleições Estaduais, Distrital e Municipais, 1996-1999; PEC nº 43/95, Alistamento Eleitoral. 1996-1999, PEC nº 57/95, Voto Facultativo, 1995-1999; Projeto de Emenda Constitucional-PEC nº 96/92, Modificações na estrutura do Poder Judiciário, 1995-1999; Projeto de Emenda Constitucional Projeto de Emenda Constitucional-lPEC nº 374/96, MPU; PEC nº 627/98, Municípios, 1999. Comissões Externas: Morte do ex-presidente João Goulart, primeiro vice-presidente e titular, 2000. Conselhos Prentes e Grupos Parlamentares e outros: Grupo de Trabalho Transposição do Rio São Francisco, titular, 2000-2001.

Condecorado como Destaque Parlamentar, 1984 e 1985, prêmio Imprensa Destacada Atuação Política, 1989 e destaque em Articulação Política, 1989, 1990 e 1992, concedidos pelo Comitê de Imprensa da Assembléia Legislativa; Medalha de Reconhecimento, conferida aos constituintes de 1989, Assembléia Legislativa 1990.

Missões oficiais: membro da Comissão Especial do Sistema Financeiro Nacional, em visita a vários países europeus, para aprimorar o conhecimento do Sistema de Cooperativas de Crédito na Europa, 1996.

Missão de estudos: para o conhecimento das Instituições Financeiras de Crédito Cooperativo dos EUA e Canadá, 1997; e ao Japão com o objetivo de conhecer aspectos gerais do Sistema Financeiro e do Cooperativismo de Crédito do Japão, 1998. Representante da Câmara dos Deputados: em missão de estudos, EUA e Canadá, 1999; em visita oficial à Alemanha para conhecer o sistema bancário e cooperativista daquele país, Frankfurt, Alemanha, 1999, e em Missão de Estudos à Espanha e Itália para conhecer os sistemas bancários e de cooperativismo daqueles países.

CONQUISTAS OBTIDAS PELO DEPUTADO NO ATUAL MANDATO, QUE BENEFICIAM DIRETAMENTE CONQUISTA

# Vara da Justiça Federal e delegacia da polícia federal

# Banco do Povo

# Credicon

# Credibarra

# Coopese

# Credicoop

# Crediuesb

# Banco da Mulher

# Reforma da BR-116

# Reforma da Av. Presidente Dutra

# Indicação do Curso de Engenharia para o CEFET

# Centro de Treinamento da Uesb

# Faculdades Unyana, hoje FTC

# Implantação de rede elétrica na zona rural nas localidades de Povoado da Roseira, Lagoa das Pedras, Catarina, Lagoa do Justino, Lagoa dos Patos. Lagoa da Visão

# Defesa da dívida da agricultura. notadamente a cafeícultura

projeto da barragem do rio pardo

# Barragem de Santa Rita no Bate-pé

# Indicação para construção da barragem do saco grande no Rio Gaviãozinho em Barra do Choça

# Indicação para a construção da Barragem do Sabiá em Belo Campo

# Proposta de emenda constitucional, visando garantir crédito a qualquer cidadão maior de idade, como dever do poder público

# Discurso no plenário da Câmara apoiando o movimento

pró-segurança em Conquista.

# Discurso em defesa da renegociação da dívida dos proprietários rurais da região

# Discurso em plenário defendendo ações do governo federal para construção de barragens na Bahia, visando minimizar o sofrimento do sertanejo no enfrentamento da estiagem.

# Destinou recursos de verbas orçamentárias para construção do hospital de Belo Campo, para o hospital de Cândido Sales e de Condeúba

 



Deixe seu Comentário