8 de abril de 2013 às 15:00

Movimento ‘Tabela SUS, Reajuste Já’ paralisa 95% dos hospitais filantrópicos na Bahia

Bahia Notícias

Paralisação hospitais - Bahia NotíciasComo forma de chamar a atenção para a crise que atinge o setor filantrópico da saúde em todo o país, uma paralisação nacional foi organizada para esta segunda-feira (8), um dia após o Dia Mundial da Saúde.

Planejado pela Frente Parlamentar em Defesa das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos, em parceria com as federações estaduais, o movimento atingiu 2.100 instituições no Brasil. Na Bahia, a paralisação ocorre em 46 unidades na capital e em 28 cidades do interior, o que equivale a 95% dos hospitais. Serviços de urgência e de emergência não serão interrompidos. Em Salvador, uma coletiva de imprensa foi realizada pela manhã, no auditório do hospital Martagão Gesteira, um dos mais atingidos pela crise.

Outras coletivas foram feitas em Feira de Santana, Vitória da Conquista e Itabuna, assim como nas maiores cidades do país. Durante o encontro, o presidente da Confederação Internacional das Misericórdias e coordenador da frente que defende o setor na Câmara Federal, Antonio Brito (PTB-BA), ressaltou que a situação na capital baiana possui mais um agravante. “Assim como o Martagão [Gesteira], os hospitais locais estão sendo heroicos. Além da crise do reajuste que atinge todo o Brasil, existe o atraso no repasse de milhões em Salvador. O passivo está muito grande”, alertou.



Deixe seu Comentário