13 de abril de 2018 às 2:05

Familiares de Davyd Lucas fazem manifestação por paz e justiça neste sábado, 14

Davyd tinha 16 anos

Familiares e amigos do adolescente Davyd Lucas Sapucaia Souza, 16 anos, assassinado brutalmente no dia 05 de abril, num lava jato no bairro Urbis 5, em Vitória da Conquista, vão fazer uma manifestação pela paz e por justiça neste sábado, 14. Os manifestantes vão sair da Praça Tancredo Neves, às 9h, com destino a Praça Nove de Novembro.

Davyd Lucas estava trabalhando quando dois homens chegaram em um carro. Um dos indivíduos sacou dois revólveres calibre 38 e desferiu 12 disparos contra a cabeça do menor, que não resistiu e morreu no local.

Testemunhas conseguiram anotar a placa do veículo e acionaram a polícia, que em pouco tempo localizou os criminosos, identificados como Cleyson Rodrigues Melo, o condutor, e Ericarlos Moreira Fernandes, o executor do homicídio.

Ericarlos prestou depoimento e declarou que não conhecia a vítima, não sabendo explicar o motivo pelo qual cometeu o crime, indicando que se tratava de um crime banal e que a vítima foi escolhida aleatoriamente. Ele é foragido da cadeia de Itapetinga, já tendo praticado vários outros homicídios.

O outro suspeito se declarou inocente, e para a surpresa da polícia o mesmo não tem antecedentes criminais. A dupla permanece presa.

O adolescente era estudante do Colégio Adélia Teixeira e trabalhava meio período no lava jato.



Deixe seu Comentário