12 de julho de 2017 às 14:09

Com apoio da população e de deputados, vereador Luciano Gomes cancela 7ª Festa da Bandeira de Cabeceira do Jiboia

Festa da Bandeira é uma ação do mandato do vereador Luciano Gomes

A tradicional Festa da Bandeira de Cabeceira do Jiboia, que em 2017 chegaria à 7ª Edição, foi cancelada pelo mandato do vereador Luciano Gomes (PR), principal organizador do evento. A festa acontece sempre no período junino, próximo aos festejos em comemoração a Santo Antonio, mas este ano, atendendo pedido dos moradores, foi transferida para julho. A população alegou a quantidade de festas realizadas no mês de junho, o frio e a neblina comuns nesta época do ano. Após ouvir várias pessoas, o vereador decidiu mudar o evento para os dias 22 e 23 de julho, com realização de shows e cavalgada.

Mas o trágico acidente que vitimou dois jovens de Cabeceira do Jiboia, Iure Prates e Elivelton Rocha, mudou os planos do vereador e dos deputados que apoiam a iniciativa: Jurandy Oliveira (estadual) e João Bacelar (federal).

Deputado Jurandy Oliveira

Para o deputado Jurandy Oliveira, ‘não há como realizar uma festa do povo com o povo triste’. “Claro que o Luciano está correto em cancelar a festa, todos nós estamos tristes com a morte desses jovens, uma tragédia, a festa é para pessoas de todas as idades, crianças, jovens e adultos, mas são os jovens que mais curtem esse tipo de evento, sem eles perde a graça. Queremos aproveitar para levar os nossos sentimento aos familiares de Yure e Elivelton”, disse.

Deputado João Bacelar

Também o deputado federal João Bacelar apoiou a iniciativa do vereador. “Não esperávamos outra atitude do Luciano, quando ele nos comunicou que iria cancelar a festa demos total apoio, porque entendemos o amor e o respeito que ele tem para com o outro, para com o povo de sua comunidade; já estivemos em Cabeceira do Jiboia diversas vezes, inclusive participando da Festa da Bandeira, e este ano, depois dessa tragédia, não teria clima, sentimento é isso, é respeitar a dor do próximo”, afirmou o parlamentar.

Segundo o vereador Luciano Gomes, a Festa da Bandeira pode acontecer a qualquer tempo, porque é simplesmente uma festa que caiu no gosto popular, um evento tradicional, ao contrário da vida. “Jamais tripudiaríamos em cima da dor do próximo. A morte desses jovens afetou a todos nós, festa vai uma e vem outra, a vida é uma só”, concluiu.



Deixe seu Comentário