3 de setembro de 2019 às 13:39

Setembro Amarelo: Prefeitura realiza atividades de prevenção ao suicídio

O dia 10 de setembro marca o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio

Neste mês de setembro, o amarelo é o sinal de alerta para a campanha de conscientização sobre a prevenção ao suicídio. O dia 10 de setembro marca o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio e, aqui no Brasil, a campanha foi criada em 2015 pelo CVV (Centro de Valorização da Vida), CFM (Conselho Federal de Medicina) e ABP (Associação Brasileira de Psiquiatria).

O mês é dedicado à criação de momentos e espaços que fomentem a discussão sobre o assunto e levem a informação sobre a oferta de serviços de ajuda disponíveis, de forma gratuita, no município, como afirma Thayse Fernandes, coordenadora de Saúde Mental. “O cuidado com as pessoas com história de automutilação, ideação suicida e tentativas de suicídio é cotidianamente um foco de atenção dos serviços especializados CAPS II, CAPS AD III e CAPS IA, além do Ambulatório de Saúde Mental. A campanha do Setembro Amarelo favorece que desmistifiquemos essas ocorrências e alertemos à sociedade sobre a importância de falar sobre o tema suicídio, de modo que se alguém está em sofrimento, precisa de cuidado, de ajuda especializada”, pontua.

É por esse motivo, que a Secretaria de Saúde está com uma programação durante todo o mês de setembro com diversas atividades promovidas pelos serviços de saúde mental.

Programação – A primeira ação será na tarde do dia 06 de setembro, quando o Ambulatório de Saúde Mental vai realizar, em parceria com os alunos de medicina da Faculdade Santo Agostinho (FASA), o momento da sala de espera. Na ocaisão, haverá abordagens educativas e orientativas com os pacientes que estarão aguardando pelo atendimento na unidade. Nos dias 12 e 26 de setembro, pela manhã, o CAPS IA promoverá uma ação no semáforo fazendo abordagem educativa e informativa sobre o serviço de atenção biopsicossocial, voltado para crianças e adolescentes.

Já no dia 19 de setembro, Dr. Antônio Moura, Psiquiatra do CAPS II, vai realizar um encontro com profissionais do Hospital Geral de Vitória da Conquista (HGVC), com objetivo de estabelecer o fluxo de atendimento para o seguimento do cuidado psicossocial entre o Hospital e o CAPS II, para os casos de tentativa de suicídio atendidos naquela unidade. Além disso, o CAPS II também vai promover sala de espera com alunos de medicina da FASA e estudantes de Enfermagem da FAINOR com o tema de suicídio. Nos grupos de família atendidos pelo serviço, especialmente esse mês, serão realizadas rodas de conversa pelos profissionais da psicologia.

Dentro da rotina interna de trabalho, o CAPS AD III incluirá a temática de Suicídio em todos os grupos do mês e também realizará sala de espera. Num Sarau – oficina realizada com os usuários do serviço que promove a elaboração de acrósticos, feito a partir de palavras disparadoras – haverá uma construção coletiva de novos sentidos e o tema será específico sobre o Setembro Amarelo.

Todos podem ser divulgadores – De acordo com dados da CVV, atualmente, 32 brasileiros se suicidam diariamente no Brasil e nove em 10 mortes por suicídio podem ser evitadas. Muitas pessoas sequer sabem que podem receber apoio especializado. Todas as informações sobre a campanha estão disponíveis no site: //www.setembroamarelo.org.br. Além disso, o CVV atende voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo ligando para o número 188 ou acessando o site: //www.cvv.org.br.

Em Vitória da Conquista, basta procurar um dos CAPS – Centros de Atenção Psicossocial, que oferecem os serviços gratuitos à população:
CAPS II: Praça Sá Barreto, nº 131, Centro | Telefone: (77) 3422-9392
CAPS AD III: Rua T, nº 417, Felícia | Telefone: (77) 3422 8131
CAPS IA: Avenida Espanha, nº 606, Candeias | Telefone: (77) 3421-5942



Deixe seu Comentário