11 de setembro de 2018 às 0:34

Rodovias federais baianas registra 9 mortes no feriado prolongado de 7 de setembro

Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), número é cerca de 15% maior do que o registrado no mesmo período do ano passado

Nove pessoas morreram em acidentes ocorridos durante o feriado prolongado de 7 de setembro, nas rodovias federais que cortam a Bahia. O número, segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), é cerca de 15% maior do que o registrado no mesmo período do ano passado, quando houve sete mortes. Os dados foram divulgados pela PRF nesta segunda-feira (10).

A ação foi feita da quinta-feira (6) até o domingo (9). Nesse intervalo, segundo a PRF, a operação Independência do Brasil 2018, contabilizou 635 manobras de ultrapassagens proibidas, que rendeu uma multa pela infração a cada sete minutos, e 2.192 veículos foram flagrados em velocidades superiores à máxima permitida.

Das mortes, uma ocorreu durante uma colisão frontal. Outros dois óbitos ocorreram por capotamento, três por atropelamento de pedestre, um por saída de pista, um por colisão transversal e um outro por colisão lateral.
Conforme a PRF, durante a operação foram contabilizados 39 acidentes de trânsito, que deixaram 15 pessoas com ferimentos graves, uma redução de 12% em relação ao mesmo período de 2017.

Nos quatro dias da ação, foram abordadas 7.503 pessoas e 6.996 veículos. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, foram registradas 635 infrações por ultrapassagens proibidas, 193 por falta do uso do cinto de segurança, 36 por transportes de criança em veículo automotor sem as normas de segurança e 25 por conduzir motocicleta, motoneta ou ciclomotor sem usar capacete de segurança.

Durante a ação, dos 2.467 motoristas fizeram testes com etilômetro, 92 condutores foram notificados por dirigirem alcoolizados, considerado infração gravíssima, com multa de R$ 2.934,70. //G1 Bahia



Deixe seu Comentário