8 de abril de 2013 às 15:08

Proibição de coligações elegeria mais 60 deputados apenas no PT e PMDB

Bahia Notícias

Câmara dos Deputados    Um dos pontos da proposta de reforma política que começa a ser discutido esta semana na Câmara Federal, a proibição de coligações nas eleições para deputado, beneficiaria partidos maiores e provocaria grandes mudanças na composição das bancadas partidárias. Caso a medida estivesse em vigor em 2010, PMDB e PT teriam, cada um, 30 deputados a mais na Casa, o que representaria um aumento de 38% e 35% no número de vagas, respectivamente.

    O PSDB também levaria vantagem, com sete cadeiras a mais, e o PV ganharia uma cadeira. As demais legendas perderiam postos e seis partidos nanicos nem chegariam a entrar no Congresso, sem tempo de TV nas campanhas eleitorais.

    O Brasil é um dos poucos países democráticos que permitem coligações chamadas proporcionais, para campanhas a deputado e vereador. Através delas, partidos pequenos e médios conseguem alcançar o número mínimo de votos para eleger representantes no legislativo e, por outro lado, fazem parte das negociações de alianças majoritárias, que são as campanhas para governador e presidente. Informações do Estado de S. Paulo.



Deixe seu Comentário