POLITICA

“Não incluir os estados e municípios na reforma da Previdência foi um erro”, afirma Nelson Leal

Nelson garantiu que assim que o texto for enviado para Alba, ele será colocado em votação

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) Nelson Leal (PP) afirmou que foi um erro não incluírem os estados e municípios na Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da Previdência, e que pediu ao presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM), celeridade na aprovação do texto.

“A reforma da Previdência deveria ter sido feita para o Brasil. Não foi positivo fazer uma reforma sem os estados e municípios. O Brasil vive uma grave crise econômica e essa demora na aprovação do texto impede que o país retome o caminho do crescimento”, pontuou o presidente da Alba, em entrevista ao Portal A TARDE.

Nelson garantiu que assim que o texto for enviado para Alba, ele será colocado em votação. O presidente disse não temer que isso ocorra em 2020, ano eleitoral. “O que nós queremos é que o texto seja aprovado o mais rápido possível. Isso pode ocorrer nesse ano ou no ano que vem. Os deputados cumprirão seu papel. O que nós precisamos é estancar essa sangria. A Bahia gasta 4.7 bilhões com à Previdência, esse dinheiro poderia ter sido gasto com saúde e segurança pública, por exemplo”, explicou Nelson. //A Tarde