25 de janeiro de 2019 às 14:06

Lobão pede investigação sobre envolvimento de Jean Wyllys em atentado a Bolsonaro

Foto Reprodução

O cantor e compositor Lobão, famoso também por suas polêmicas musicais e políticas, protagoniza mais uma nas redes sociais. Após o anúncio do deputado Jean Wyllys de que vai renunciar ao cargo e deixar o país, ele usou o Twitter para aventar uma hipótese: “ESSA PARADA DE JEAN WILLIS [sic] SAIR DO BRASIL E DEIXAR A VIDA PÚBLICA SÓ LEVANTA SÉRIAS SUSPEITAS SOBRE SEU ENVOLVIMENTO NA TENTATIVA DE ASSASSINATO A JAIR  BOLSONARO.,DEVE SER INVESTIGADO IMEDIATAMENTE.
ESSE PAPO É LOROTA. #InvestigarJeanWillis”, postou.

Além de alavancar a hashtag, rapidamente, aos trending topics mundiais, a publicação provocou acaloradas discussões. Para muitos internautas, Lobão só quer desviar o foco das suspeitas que pairam sobre o senador Flávio Bolsonaro e seu possível envolvimento com milicianos. “Investigação sobre o Flávio está pesado. Isso é pra desviar o olhar. Que papel escroto o seu Lobão. Passador oficinal da milícia”, comentou um internauta.

Outros, porém, defenderam a necessidade de investigação sobre o psolista. “Acusar Flavio Bolsonaro de envolvimento no assassinato da Marielle é tranquilão ?, mas suspeitar que Jean willis está envolvido na tentativa de assassinato do Bolsonaro é um absurdo…Lobão está drogado… isso é calúnia! PATÉTICOS!”, rebatou, ironicamente, outro.

Além dos comentários meramente ofensivos, do tipo: “Se o cazuza estivesse aqui, descia a chibata no Lobão”. E: “Lobão volte a usar drogas, volte a vida louca, volte a ser aquele louco do C.V pelo menos, pq esse Lobão tiozão a lá Olavo de Carvalho está cafona e medíocre…”. //Metro 1



Deixe seu Comentário