16 de dezembro de 2016 às 18:10

Homem morto em confronto com a Rondesp tinha passagens pela delegacia, mas era inocente de crime contra empresário

 

Leonardo deixou um filho recém-nascido

Um homem de nome Leonardo de Jesus Araújo morreu em confronto com a Rondesp na tarde de quinta-feira, 16, no Povoado do Capinal, zona rural de Vitória da Conquista. Ele era acusado de participar do assassinato do empresário Domício Silveira Amaral, de 57 anos, na lanchonete do posto de Combustível “Fim da Banguela”.

Antes da ação, a Rondesp foi avisada, através de denúncia, que Leonardo teria participado do latrocínio. Mas após o confronto, ao ser encaminhado ao Hospital de Base, foi constatado que o jovem não teria participado do crime. O jovem teria passagens anteriores por outros crimes. Ainda no local após a situação, populares informaram que o mesmo poderia ter participação no latrocínio ocorrido na madrugada anterior. Entretanto não houve indício que caracterizasse tal situação. Ele deixou esposa e um filho recém-nascido.

Lucas da Silva Lisboa, 23 anos, é o responsável pelos disparos que vitimaram o empresário

Em entrevista ao Blitz Conquista, o delegado titular da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos, Ney Brito, informou que dois dos três criminosos envolvidos na morte do empresário foram identificados. Seriam Lucas da Silva Lisboa, 23 anos, responsável pelos disparos que vitimaram o empresário, e Marilton Silva da Silva.

Lucas é natural de Itabuna. O bandido aparece em um vídeo atirando no empresário após uma luta corporal, em que a vítima reage à tentativa de assalto. O crime aconteceu por volta das 2h de quinta-feira, no Restaurante e Pousada Fim da Banguela, no Km 825 da BR-116.

Ainda, de acordo com Ney Brito, os criminosos fazem parte do bando que roubou um veículo Kia Cerato na cidade de Ilhéus. Os criminosos estariam em dois veículos, sendo o segundo um Pálio Weekend abandonado nas imediações da BR, após apresentar problemas mecânicos. O carro estava manchado com bastante sangue do criminoso que matou a vítima, pois na luta corporal ele acabou atirando na própria mão.

Para a polícia, a prisão dos criminosos é uma questão de tempo. Informações: Blitz Conquista/Fotos: Blog do Leo Santos.

Na delegacia o indivíduo foi identificado como Leonardo de Jesus Araújo, tendo passagens anteriores por outros crimes. Ainda no local após a situação, populares informaram que o mesmo poderia ter participação no latrocínio ocorrido na madrugada anterior. Entretanto não houve indício que caracterizasse tal situação.

 

 



Um cometário

  • joao vitor disse:

    Que nada isso foi o despreparo da polícia , a covardia , o jovem inocente morre sem dever , eles ja estão acostumados a fazer isso , mata i froja a arma como sempre i bota confronto cm a Polícia mas nunca da nada pra eles … Deveria ser pago cm a mesma moeda

Deixe seu Comentário