6 de janeiro de 2019 às 21:32

Hemoba reforça campanha para aumentar doação de sangue no verão

A doação de sangue não traz riscos à saúde e o corpo recupera o volume retirado em 24 horas

A Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia (Hemoba) inicia o ano de 2019 com uma campanha para alertar sobre a sustentação dos estoques de hemocomponentes responsáveis por salvar vidas. As doações de sangue regulares são indispensáveis para que centenas de atendimentos de urgência, emergência e eletivos sejam realizados.

Segundo a diretora de hemoterapia da Fundação Hemoba, Rivania Andrade, a situação é considerada preocupante, tendo em vista o grande potencial de aumento nas demandas transfusionais por conta de férias, festas de verão e fluxo nas estradas. “É muito importante conscientizar a população sobre a necessidade regular da doação de sangue. Estamos começando um período de muito trânsito turístico e de festas populares. Somente com a solidariedade das pessoas podemos tocar o serviço com segurança e tranquilidade”, reforçou.

No mês de janeiro, por exemplo, a Hemoba experimenta uma diminuição histórica no número de candidatos, cerca de 20% de redução comparada à média anual. O afastamento dos doadores nesta época do ano está relacionado período de férias. Como reflexo, os estoques de sangue passam a operar com a classificação crítica ou alerta, tendo a redução mais acentuada entre os tipos sanguíneos de Rh negativo, que aparece em apenas 15% da população.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que de 3% a 5% da população de um país deve ser doadora. No Brasil, o percentual de doadores está em torno de 1,9%, muito abaixo do que é considerado ideal. O Estado da Bahia opera com cerca de 1,4% de voluntários.

SOBRE A DOAÇÃO
Todo o processo da doação de sangue dura em torno de 50 minutos. O Candidato interessado passa por diversas etapas: cadastro, triagem clínica/entrevista com um profissional especializado, triagem hematológica/teste de hemoglobina, doação de sangue (que dura um tempo médio de 12 minutos) e lanche/hidratação.

A doação de sangue não traz riscos à saúde e o corpo recupera o volume retirado em 24 horas. Cada bolsa de sangue, contendo entre 400 ml e 470 ml, é capaz de salvar até quatro vidas. Entre os favorecidos, estão vítimas de acidentes, transplantados, vários tipos de pacientes oncológicos e pacientes com problemas de coagulação.

REQUISITOS
• Estar em boas condições de saúde;
• Pesar acima de 50 kg;
• Apresentar documento original com foto, emitido por órgão oficial e válido em todo o território nacional (Carteira de Identidade / Cartão de Identidade de Profissional / Carteira de Trabalho e Previdência Social / Carteira Nacional de Habilitação / Passaporte);
• Ter entre 16 e 69 anos de idade, sendo que menores de 18 anos devem estar acompanhados por um responsável legal e pessoas com mais de 60 anos só poderão doar caso já tenham realizado uma doação antes dos 60 anos;
• Estar descansado (ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas);
• Estar alimentado (evitar alimentação gordurosa nas 4 horas que antecedem a doação);
• Não ingerir bebida alcoólica nas últimas 12 horas;
• Não fumar por pelo menos 2 horas;
• Homens: podem doar até 4 vezes a cada 12 meses, com intervalo mínimo de 60 dias entre as doações;
• Mulheres: podem doar até 3 vezes a cada 12 meses, com intervalo mínimo de 90 dias entre as doações.

Fonte: Blog do Leo Santos



Deixe seu Comentário