9 de julho de 2019 às 14:35

Gari faz campanha para ajudar idoso a reformar casa com problemas de infraestrutura e sem banheiro

O gari Reinaldo Paixão tomou a iniciativa depois de acompanhar a situação do idoso

Um gari de Vitória da Conquista decidiu fazer uma campanha de arrecadação de dinheiro para ajudar a reformar a casa de José Oliveira, de 78 anos. No imóvel, o idoso, vive com dois filhos, ambos com transtornos mentais.

A casa onde José mora fica na Rua da Barragem, no bairro Guarani. O local não possui qualquer infraestrutura para moradia. O telhado está quebrado, paredes sujas, colchões das camas desgastados e não há banheiro.

A casa está com o telhado quebrado, paredes sujas, colchões das camas desgastados e não há banheiro

Ao perceber a situação da família do idoso, Reinaldo Paixão não pensou duas vezes e quis ajudar. Através de uma campanha nas redes sociais, ele convocou a população e os amigos para arrecadar materiais de construção e, assim, reformar a casa de José.

Reinaldo relatou que certo dia, quando varria a Rua da Barragem, percebeu a situação do idoso e dos dois filhos. Diante do caso, descrito por Reinaldo como “desumano”, ele deu início a uma corrente do bem.

“Fiz um vídeo, botei no whatsapp e vi que essa situação era desumana. Aí eu falei: ‘Vamos procurar te ajudar’”.

A vontade de ajudar a família é o que move essa união. A intenção do gari ao reformar a casa do idoso é poder dar uma vida digna à família.“Eu arrecadei 500 blocos, oito sacos de cimento, R$ 200 em dinheiro, e eles precisam muito mais. Na verdade, eles precisam de colchão, de agasalho, porque está muito frio, precisam de uma caixa d’água para que a gente possa fazer um banheiro decente”, explicou Reinaldo.

Outro filho do idoso não mora com ele e disse que tenta ajudar da forma que pode. “Pego o trabalho às 17h. Durante o dia venho aqui, faço comida, ajudo ele, corto o cabelo dos meninos, dou banho. Mas a luta é muito grande, porque são três doentes e eles não vão no banheiro, não tomam banho sozinhos”, explicou o vigilante José Oliveira. //Blog do Rodrigo Ferraz



Deixe seu Comentário