27 de dezembro de 2017 às 1:21

Fazenda da família de Geddel no Sudoeste baiano é novamente ocupada por indios

Propriedade em Itapetinga já havia sido invadida por índios, em 23 de setembro deste ano

Uma fazenda que pertence à família do ex-ministro Geddel Vieira Lima, na cidade de Itapetinga, sudoeste da Bahia, foi ocupada por indígenas, no fim da tarde da última segunda-feira (25). A propriedade é a mesma que já havia sido ocupado em setembro deste ano.

De acordo com a Polícia Civil, cerca de 30 indígenas invadiram a Fazenda Esmeralda, localizada na zona rural de Itapetinga, e ordenou que os funcionários saíssem. Os índios afirmam que a terra é sagrada e pedem a demarcação da área.

Ainda segundo a polícia, agentes foram encaminhados ao local para manter a segurança, enquanto os proprietários do imóvel entram com o pedido de reintegração de posse junto à Justiça. Ninguém ficou ferido na ocupação. 

Ocupações

No fim de setembro deste ano, duas fazendas da família de Geddel, uma em Itapetinga e outra em Potiraguá, foram ocupadas por indígenas e integrantes do Movimento Livre da Terra.

As fazendas foram desocupadas em 6 de outubro. Oficiais da Justiça cumpriram mandado de reintegração de posse, acompanhados de forças militares. A reintegração, contudo, ocorreu de forma pacífica. Já a Fazenda Tabajara, na cidade de Potiraguá, foi desocupada voluntariamente, sem registro de conflitos. // G1 Bahia



Deixe seu Comentário