13 de março de 2016 às 0:37

Expoconquista deve superar R$ 150 milhões em negócios no sudoeste

Jaymilton Gusmão presidente da Coopmac, e o vice-governador João Leão

Jaymilton Gusmão presidente da Coopmac, e o vice-governador João Leão

Enquanto o governador Rui Costa está retornando da China, onde angariou investimentos para a Bahia, o vice-governador João Leão deu prosseguimento à agenda de inaugurações e entregas no estado. Após inaugurar o Ponto Cidadão na sexta-feira (11), em Bom Jesus da Lapa, Leão participou da abertura da 50ª Exposição Agropecuária, Comercial e Industrial de Vitória da Conquista (Expoconquista), no sudoeste baiano, na noite deste sábado (12).

O evento, realizado pela Cooperativa Mista Agropecuária Conquistense (Coopmac), no Parque de Exposições da cidade, com o apoio do Governo do Estado e da prefeitura local, contribui para a movimentação financeira do agronegócio baiano. Em 2015, mais de R$ 150 milhões em negócios foram movimentados durante os dez dias da exposição. A expectativa para a edição deste ano, segundo João Leão, é dobrar este número. “Este é um dos maiores eventos do agronegócio da Bahia. A exposição tem potencial e foi organizada para superar as edições anteriores. Estamos muito otimistas”, afirmou Leão, que visitou toda a feira acompanhado de outras autoridades.

A Expoconquista, que segue até o dia 20, deve gerar 1.300 vagas de empregos diretos e cerca de 6 mil indiretos. Nesta 50ª edição, o evento conta com 400 expositores de diversos segmentos e seis leilões, além de cursos e treinamentos de capacitação para profissionais do campo e da indústria. Três mil animais também estarão expostos na feira, sendo 1300 bovinos e equinos de dez raças diferentes.Produtos agrícolas, maquinarias para agricultura e pecuária, carros, tratores e equipamentos de limpeza também são comercializados. Já instituições financeiras, como o Banco do Nordeste, a Caixa Econômica Federal, o Banco do Brasil e a Desenbahia, disponibilizam linhas de crédito para aquisição de equipamentos. “Este é um evento importante para o desenvolvimento do setor. Ele abre o calendário do agronegócio na Bahia, trazendo oportunidades e inovação”, ressaltou o secretário da Agricultura do Estado, Vitor Bonfim.

Novidades

Secretarias estaduais também devolvem atendimentos em estandes instalados no local. A Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS) utiliza o espaço da feira para estimular e orientar os municípios do sudoeste a aderirem ao Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e de Leite, além de orientar quanto ao monitoramento e execução do Programa Cisternas.

Ao todo, em Vitória da Conquista, já foram construídas 2.333 cisternas para captação de água para consumo humano e 1.179 de cisternas de captação de água para produção através do programa. “É necessário mostrar a importância de recorrer a esses programas, que contribuem para a melhoria de vida de milhares de pessoas, com a garantia do respeito aos direitos humanos”, disse o secretário da SJDHDS, Geraldo Reis.

Outra novidade desta edição é o projeto ‘Conquista Genética’. Pela primeira vez no país, oito empresas multinacionais do setor de melhoramento genético, com escritórios no Brasil, apresentam o modelo inovador de gestão da pecuária que garante a seleção de animais para o desenvolvimento de produtos de maior qualidade. “Por meio deste modelo de gestão, é possível identificar a vaca que vai dar o melhor leite, o boi que vai proporcionar a melhor carne. Isso ajuda a manter crescente o padrão de qualidade dos produtos”, explicou o presidente da Coopmac, Jaymilton Gusmão.

Na noite deste sábado (12), uma ação de conscientização do combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor de doenças como dengue, chikungunya e zika, também foi realizada no estande da Prefeitura, alinhada à campanha do governo federal.

Economia solidária

A Expoconquista ainda reserva espaço para os empreendedores da Economia Solidária. Estandes de diferentes produtos foram montados no Parque de Exposições Teopompo de Almeida, contribuindo para a divulgação do artesanato e da culinária de diferentes partes da Bahia. Sequilhos, cervejas, doces, salgados, bolos, bolsas e vestimentas são alguns dos itens que estão expostos na feira.

Fonte: Secom/Bahia



Deixe seu Comentário