5 de dezembro de 2018 às 18:55

Cerca de 200 inscritos desistem e governo reabre vagas para o Mais Médicos

Somente na Bahia, 317 municípios baianos dependem do programa Mais Médicos

O Ministério da Saúde informou, nesta terça-feira (4), que cerca de 200 médicos desistiram de ingressar no programa Mais Médicos. Os profissionais comunicaram aos municípios nos quais se inscreveram que não vão comparecer e assumir os postos de trabalho pleiteados no edital.

Segundo a pasta, o principal motivo para as desistências “é a incompatibilidade de horário com outras atividades profissionais”. Outros informaram que que entraram em residência médica, receberam novas propostas de emprego ou estão passando por problemas pessoais.

A partir da próxima quarta-feira (5), o ministério vai disponibilizar as vagas dos médicos desistentes no edital, e atualizar diariamente o documento com as posições remanescentes. Até esta terça, 34.653 médicos habilitados pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) haviam se inscrito no programa Mais Médicos. Destes, 23.951 concluíram seus cadastros e 8.405 foram selecionados para atuar no programa. O último balanço do ministério ainda informa que, até o momento, 3.276 médicos já se apresentaram ou iniciaram as atividades nos respectivos postos de saúde. 

” O Ministério da Saúde está fazendo todas as medidas necessárias para garantir a assistência aos brasileiros que antes eram atendidos por médicos da cooperação com a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS).”, disse a pasta em nota. //Uol Notícias



Deixe seu Comentário