29 de junho de 2018 às 22:01

Suspeito de participar de chacina no Cidade Maravilhosa é preso pela Rondesp

Wesley apontou outros envolvidos na chacina

Wesley Costa Silva, o “Índio matador”, foi preso pela Rondesp no Bairro Sobradinho. Ele é suspeito de participar da chacina que resultou em três mortos e um ferido no Bairro Cidade Maravilhosa, em Vitória da Conquista.

A polícia chegou a Wesley a partir de denúncia anônima. Além de matador, ele atuava como responsável pela guarda das armas usadas em crimes na cidade. Ele confessou participação e apontou comparsas no crime, identificados até então pelos vulgos de ” Zé Carlinhos”, “Luquinhas”, “Rafik”, “Pé de Pato” e “Cheba”.

Os policiais já chegaram ao esconderijo de “Luquinhas”. Um indivíduo não identificado conseguiu fugir e deixou para trás um revolver, calibre 38, e 10 munições do mesmo calibre. A Rondesp continua as buscas.

“Índio matador” revelou que a arma de fogo encontrada havia sido usada no crime ocorrido e a motivação do mesmo seria disputa por pontos de drogas entre facções rivais. Ele contou, ainda, que a intenção era matar dois desafetos, mas outros dois entraram na linha de tiro. A chacina resultou em três mortes e um gravemente ferido.

Diante de tal informação e de posse de outras obtidas com o envolvido, foram efetuadas buscas em outras residências apontadas pelo mesmo como possíveis esconderijos do envolvidos, mas nada foi encontrado. O envolvido e o material encontrado na casa de “Luquinhas” foram apresentados na Delegacia de Homicídios.

A polícia continua investigando o crime. //TV Sudoeste Digital



Deixe seu Comentário