12 de junho de 2018 às 22:07

Irmãos encontrados mortos em pousada usaram substância injetável na veia

Charles e Taíze Alves de Figueiredo tinham, respectivamente, 42 e 36 anos de idade

O casal de irmãos encontrados mortos nesta terça-feira (12), dentro de uma pousada no centro de Ipiaú, centro-sul da Bahia, injetou uma substância na veia utilizando seringas. O material foi encaminhado para análise e perícia no Laboratório Central, em Salvador.

Segundo os familiares, o homem foi identificado como Charles Alves de Figueiredo, de 42 anos anos, e a mulher como Taíze Alves de Figueiredo, de 36 anos. A informação das mortes foi confirmada à PM por volta das 13h40, quando os familiares chegaram ao local. Os corpos foram encontrados por volta do meio-dia, dentro do quarto de uma pousada localizada entre a Praça do Cinquentenário e Rua Tomé de Souza.

Segundo o Giro Ipiaú, o casal chegou na pousada por volta das 13h de segunda-feira (11). A morte só foi percebida por um funcionário, que estranhou o fato de eles não terem saído do quarto. Após ver o casal morto, a dona da pousada acionou a PM.

Segundo informou um policial militar à reportagem, dentro do quarto foram encontrados medicamentos controlados e duas seringas. Os corpos não possuem marcas de agressão.

Ele e a irmã estavam em Ipiaú, onde chegaram nessa segunda-feira (11), para visitar a família. Por causa da morte do Professor Charles, os alunos do COMLEM foram dispensados das aulas até a próxima sexta-feira (15).

“Aparentemente, tudo leva a crer em suicídio, mas isso só a perícia para confirmar”, disse o PM. O Departamento de Polícia Técnica de Jequié foi acionado para realizar a perícia no local e remover os corpos para o IML. Pessoas ligadas à família informaram que os irmãos sofriam de depressão. //Sudoeste Digital



Deixe seu Comentário