8 de abril de 2013 às 19:54

Chuvas nas barragens são insuficientes para finalizar racionamento

    image description

Ascom/Embasa

Apesar das fortes chuvas ocorridas no último final de semana em Vitória da Conquista, o volume representou o acréscimo de apenas quatro centímetros nas barragens, ou seja, 70 mil metros cúbicos de água. A Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) registrou 55 milímetros na bacia do rio Água Fria em Barra do Choça e 80 milímetros na bacia do rio Monos, na localidade de Barra Nova.

    Nos próximos dias a vazão dos rios tende a permanecer mais alta e, desta forma, o impacto das chuvas só será possível presumir em até 72 horas, período necessário para as águas percorrerem a bacia hidrográfica dos rios e chegarem completamente aos lagos das barragens de Água Fria I e II. Nesta segunda, 08, Água Fria I está com o volume de 150 mil m³ (86 %), enquanto Água Fria II tem armazenados 4,106 milhões/m³ de água, o que representa 63 % de sua capacidade.

        Apesar das chuvas, os níveis das barragens seguem preocupantes e a Embasa descarta a suspensão do racionamento. “A possibilidade de suspensão do racionamento só deverá ocorrer quando os níveis dos reservatórios se normalizarem suficientemente para que a Embasa possa retirar diariamente das barragens a quantidade de água necessária para o atendimento das demandas da cidade sem colocar em risco o abastecimento futuro”, esclarece Álvaro Aguiar, gerente do Escritório Local de Vitória da Conquista.

    Na próxima semana, a Embasa espera iniciar o processo licitatório para a construção da adutora emergencial do rio Catolé. “O projeto está pronto e agora estamos aguardando a liberação por parte da Caixa Econômica que, pelo cronograma, deve ocorrer até o dia 15 de abril”, explica José Olímpio, gerente Regional da Embasa. Com a medida emergencial, a Embasa vai captar mais 300 litros por segundo, volume suficiente para atender o déficit atual do sistema. Também nos próximos meses está previsto a abertura da licitação para a construção da nova barragem. Somados à ampliação do Sistema de Abastecimento de Água de Vitória da Conquista, a Embasa investirá R$212 milhões.



Deixe seu Comentário